A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

14/09/2013 06:26

Concurso escolhe gay mais bonito de MS em campanha contra homofobia

Anny Malagolini
A escolha do representante do MS será neste sábado (Foto Cléber Gellio)A escolha do representante do MS será neste sábado (Foto Cléber Gellio)

Pela primeira vez, Mato Grosso do Sul participará do concurso nacional “Mister Brasil Diversidade”, que revela as belezas de homens que são assumidamente gays.

Veja Mais
Caligrafia da escola rendeu à Marystella a profissão de designer de lousas a giz
Luis ganhou o título de presidente e hoje é dono da própria cadeira no bar

Além da Capital, há candidatos das cidades de Dourados, Jardim, Corumbá, Bonito, Miranda e Três Lagoas. O grupo vai passar pelo olhar criterioso da bancada de jurados, formada por 10 profissionais ligados à moda, beleza, comportamento e cultura. A etapa regional ocorre neste sábado (14), a partir das 19h30, no Museu de Arte Contemporânea de Campo Grande. Os convites custam R$ 20,00.

O cabeleireiro Rubens Roberto, 33 anos, vai representar Campo Grande. Ele conta que foi convidado para participar do concurso há 1 mês e decidiu se arricar, mesmo sem se preparar para o evento. Segundo ele, o convite surgiu por conta do “perfil”. "Por causa do porte físico, da postura “máscula”", explica. Aceitar a proposta, na opinião de Rubens, é uma forma de combater a homofobia. 

No site acapa.virgula.uol.com.br, há uma votação para escolher qual é o modelo mais popular. Há 1 semana participando do concurso, na internet, Denis Willian, de 27 anos, representa Jardim e já é o candidato mais votado na internet, dono de 35% dos votos.

A vontade de entrar no concurso, segundo ele é para que o preconceito contra os homossexuais chegue ao fim. Ele conta que já sentiu o preconceito na pele na hora de procurar emprego e hoje, como representante comercial, conta que em viagens ao interior do Estado alguns clientes olham “torto”.

Segundo um dos organizadores, David Andrade, a proposta do evento acima de tudo é mostrar à sociedade que não há promiscuidade no fato de ser homossexual. "Este pensamento é gerado pele preconceito", diz. 

Para provar isso, o concurso aposta não só na beleza, mas também nos valores de cada um. E para isso, o candidato não pode ter fotos em que aparece nú e a ficha policial tem de ser “limpa”. “É mais uma forma de mostrar que o gay é normal como qualquer outra pessoa, livre de julgamentos”.

O concurso nacional acontece em 12 de outubro, em São Paulo. O ganhador vai levar como prêmio R$ 5.000,00.




Parabens Mato grosso do Sul. No passado tinham pessoas que tinham nojo de sentar ao lado de uma pessoa negra no onibus (racismo extremiste). No passado tinham pessoas que exterminavam Judeus (antisemita extremista) Hoje tem pessoas que não suportam ver pessoas homosexual de mãos dadas e agridem fisicamente e verbalmente (homofobia extremista). Hoje o racismo existe o antisemitismo existe, mas nos combatemos isto, e muito coisa mudou.. A mesma coisa com a homofobia vamos combate-la.
 
Gilberto DIAS em 15/09/2013 04:50:36
rapaz eu não acredito que os caras ai são gay.
 
jose carlos em 14/09/2013 08:52:17
Democraticamente, posso deixar meu comentário? Gay bonito não existe. Pode ser que exista homem ou mulher bonitos. Esses intelectuais que criam leis absurdamente populistas obrigando-me a respeitar gays ou aquilo irreal, são leis desnecessárias. Nós seres humanos já nascemos com o dom divino e assim devemos respeitar o semelhante, o ladrão, o adúltero, o gay, o estuprador, isso é natural, educação dos nossos pais que também nos ensinaram a nos afastar dessas práticas e promover o bem. A promoção em tela é a pratica disfarçada da homofobia por eles acharem que somos nós é que estamos no caminho errado, de que eu devo me calar. Não. Devem respeitar a opinião dos outros. Belê?
 
samuel gomes-campo grande em 14/09/2013 08:20:11
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.