A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

31/12/2012 17:00

Consumidores de última hora fazem fila até para comprar fogos

Gabriel Neris
Fila de clientes em busca de fogos de artifício se estendeu até a calçada na rua 13 de Maio (Fotos: Luciano Muta)Fila de clientes em busca de fogos de artifício se estendeu até a calçada na rua 13 de Maio (Fotos: Luciano Muta)

Quem decidiu, como bom brasileiro, na última hora comprar os fogos de artifícios para passar a virada do ano teve que encarar hoje (31) uma fila que saia da loja Brás Fogos, uma das mais tradicionais de Campo Grande. Não bastasse a espera, as pessoas ainda tiveram que se apertar rente a parede para fugir do calor forte.

Veja Mais
Casal queria poetizar início, mas soube rimar como ninguém o "fim" do amor
Monogâmico ou não, gays e lésbicas querem o direito de viver a afetividade

Se fora da loja, o movimento era intenso, dentro a correria entre funcionários para atender os clientes era maior ainda. Eram pelo menos 15 pessoas para agilizar o atendimento. De acordo com o vendedor Vagner Silva, o aumento na venda deste ano em relação a 2011 supera os 80%. “Hoje vai esvaziar a prateleira”.

O carioca Denisard Rivail aguarda o vendedor embalar os fogos que serão soltos na virada do anoO carioca Denisard Rivail aguarda o vendedor embalar os fogos que serão soltos na virada do ano

Ele conta que o estabelecimento comercial está aberto desde as 7 horas. Uma hora depois já havia fila fora da loja. “Não teve nem pausa para o almoço, foi só um lanchinho mesmo”, conta Vagner. Com o intenso movimento de clientes, o funcionário acredita que a loja fechará por volta das 23 horas.

O vendedor conta que os deputados estaduais Pedro Kemp (PT) e Cabo Almi (PT) estiveram no local, mas desistiram de comprar os fogos diante do tamanho da fila de clientes e prometeram retornar ainda hoje. “Se furar fila o povo chia”, brinca.

O dono da loja, Policarpo Matias de Lima, diz que desde semana passada a procura pelos fogos de artifícios tem sido grande.

Na fila para comprar os fogos, estava Denisard Rivail, de 48 anos, natural do Rio de Janeiro. Ele diz que somente hoje já encarou a fila duas vezes. “Vou passar aqui, com muita alegria e festa”, diz.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.