A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

05/01/2016 06:45

De bandido "vampiro" até OVNI, Chapadão do Sul produz ocorrências do outro mundo

Adriano Fernandes
Já teve bandido no clima do filme O Exorcista. (Foto: Reprodução)Já teve bandido no clima do filme "O Exorcista". (Foto: Reprodução)

Em 2015, a cidade de Chapadão do Sul teve um histórico de boletins de ocorrências, no mínimo, curioso. Pelo telefone, chegaram casos como do homem preso armado com foice, possuído por “espírito maligno”, e do ladrão “vampiro”. Até para interceptar OVNI em plantação, os PMs já foram acionados.

Veja Mais
A pé, Tulia faz percurso de 10 km até biblioteca onde aprendeu a ser feliz
Passada "nuvem negra" que trouxe o câncer, rosa tatuada no braço une 4 mulheres

O Lado B tirou a limpo as histórias, depois de uma matéria publicada no jornal Chapadense News, que listava as ações mais malucas dentre os quase 2000 boletins registrados no ano que passou. E a confirmação veio da própria PM.

Quem detalha uma dessas ocorrências inusitadas é o cabo Adriano de Camargo do batalhão da Policia Militar da cidade.

Ele diz não lembrar exatamente a data da ocorrência, mas recorda com bom humor da tentativa frustrada de furto da dupla de bandidos “vampiros”. Era madrugada quando ele e o parceiro foram acionados por um morador, que dizia ter dois bandidos em uma edícula dos fundos da residência.

Os PMs não chegaram a tempo do flagrante, mas o morador garantiu que os bandidos eram vampiros e tinham levantado voo de lá. “Nós não achamos ninguém na residência, muito menos sinais de arrombamento, mas o morador gesticulava com as mãos e ainda garantiu que eles haviam fugido voando de lá”, conta.

Ao notar que o senhor provavelmente tinha algum problema mental, ele propôs uma solução para futuras tentativas dos ladrões voadores. “Eu tranquilizei o morador e ainda propus de ir buscar um crucifixo e um colar de alho para ele”, ri.

Ainda segundo Adriano, dentre as ocorrências mais estranhas que atenderam a dos desenhos numa lavoura foi a mais bizarra. “Quando fomos acionados pela central, até brincamos que não tínhamos armamento para trocar tiro com extraterrestres. Claro que não encontramos nada, mas pelo menos saímos da rotina, rimos um pouco”, lembra.

Ainda de maio de 2015 um morador pediu ajuda contra jovem “possuído”, que teria quebrado as próprias algemas, depois de já ter até pulado de um carro em movimento.Quem explica os detalhes da ação é o investigador Martinho Antonio Aquino, do NOT (Núcleo de Operações Táticas e Investigações do Interior).

O rapaz foi detido depois de ter furtado a casa da própria vizinha e a algema teria se quebrado quando a vitima foi tentar bater no ladrão. “Nós detemos o rapaz e quando a moradora descobriu que o próprio vizinho tinha furtado a casa dela, partiu para cima dele. Com a queda a algema ficou danificada”, explica.

Outro “possuído” por forças sobrenaturais foi o “Pezinho”, apelido de um homem baleado na perna, depois de sair gritando nas ruas da cidade com uma foice, ameaçando pedestres. Ao ser detido, o homem disse que “um espírito do mal teria se apossado dele e o obrigava a fazer coisas ruins”. O homem emitia sons estranhos que lembravam o filme O Exorcista. 

Curta a página do Lado B no Facebook.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.