A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

16/06/2016 07:30

Dono morreu, campanha garantiu adoção e Bill agora ajuda Samuel a superar doença

Thailla Torres
Família conseguiu preencher um vazio dos dois lados. (Foto: Arquivo Pessoal)Família conseguiu preencher um vazio dos dois lados. (Foto: Arquivo Pessoal)

Depois de viver ao lado do dono durante 8 anos, nesta semana os olhos tristes do cãozinho Bill viraram saudade do companheiro Roberto Albuquerque, que faleceu. A história rendeu e ganhou uma campanha no Facebook, para que Bill encontrasse outra família. A vontade de adotar o vira latas veio de Anhanduí, de uma família que sentia o mesmo vazio, depois de também perder um amigo de 4 patas.

Veja Mais
Com quadros de amigos e fotos do passado, casa de Isac é pura recordação
A pé, Tulia faz percurso de 10 km até biblioteca onde aprendeu a ser feliz

Aos 35 anos, Ivan Soares sofria ao lado do filho Samuel, de 9 anos. Então, a chegada de Bill alegrou a casa. 

Samuel nasceu com hidrocefalia e não anda. Ainda na infância, aos quatro anos, ele teve um tumor na cabeça. Já passou por 6 cirurgias e durante todo o processo a amizade de um animalzinho sempre ajudou na recuperação.

“Eu até ia comprar um cachorro para o Samuel, mas quando ele viu o Bill na internet, ele me disse que tinha que ser aquele e a gente se apaixonou por ele”, conta o pai emocionado.

Quando Ivan chegou para buscar o cão em uma casa, no bairro Santo Amaro, Bill estava apreensivo dentro da casinha. “Ele não queria sair de jeito nenhum, só aos poucos fui chegando perto, estendendo a mão para ganhar a confiança”, explica.

De início, o pai admite que teve medo de levar um cachorro que não conhecia para dentro de casa, com medo de que ele fosse agressivo. Mas ao olhar Bill, ele afirma que foi amor à primeira vista. “Ele simplesmente amou o Samuel, assim que chegou em casa já ficou ao lado do meu filho, protegendo como se soubesse que ele é o seu novo protetor”, descreve.

Esse foi o primeiro contato entre Samuel e o cãozinho Bill. (Foto: Arquivo pessoal) Esse foi o primeiro contato entre Samuel e o cãozinho Bill. (Foto: Arquivo pessoal)

Sem saber ao certo o motivo, Ivan acredita que a chegada de Bill foi uma das maiores alegrias que pode ter acontecido.

A doença do filho nunca foi um motivo para se lamentar, apenas agradecer por estar ao lado dele, principalmente nos momentos mais difíceis, quando em 2012 Samuel chegou a entrar em coma. "Eu sempre disse que Deus me deu um filho especial, mas eu jamais reclamei da condição dele e então porque iria tirar de mim? Os médicos chegaram a dizer que ele não sobreviveria, mas a nossa fé é bem maior e hoje os avanços do Samuel são nossa maior alegria". 

Samuel faz exercícios físico, está na terceira série, gosta de teatro e toca instrumentos. Aos poucos a independência vai surgindo, e as cenas ficam ainda mais bonitas quando Bill está ao lado. "Cada dia é um novo passo, cada sorriso é uma comemoração. Samuel se desenvolve cada vez mais e ao lado do novo amigo, a gente sabe que ele vai seguir ainda melhor. A gente conseguiu preencher um vazio dos dois lados", comemora. 

Curta o Lado B no Facebook.




Conheço um pouquinho o Samuquinha e sei que ele é uma criança muita guerreira e que enche a gente de alegria. Os pais dele são muito especiais por cuidam tão bem dele! Só não disseram na matéria, que Samuel deseja ser neurocirurgião quando crescer! Desejo muita luz para a vida dessa criança e para essa família!
 
CLAUDIMEIRE NOGUEIRA VIEIRA em 17/06/2016 21:43:04
Nossa, eu conheço um pouquinho essa criança e os pais dele. Sou apaixonada pelo Samuca. Uma crinança que me faz sentir uma ternura tão grande por ela. Os pais também são pessoas especiais que cuidam muito bem dele! Só não disseram na matéria, que o Samuel quer ser neurocirurgião quando crescer e também gosta de matemática!
 
CLAUDIMEIRE NOGUEIRA VIEIRA em 17/06/2016 21:14:19
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.