A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

01/12/2013 17:14

Ela percebeu que estava cega ao acordar, mas desistiu da cura para seguir a vida

Lado B
Jusselene (a primeira à esquerda) no dia da formatura,Jusselene (a primeira à esquerda) no dia da formatura,

Jusselene Ferreira da Silva, 38 anos, perdeu a visão aos 18, quando começava a fazer os planos para o futuro. Em janeiro de 1995, acordou achando que ainda era noite. Tentou acionar a luz, mas não encontrou o interruptor. “Me aproximei da janela e senti o calor do sol, mas não enxergava nada.” Foi assim que, literalmente, da noite para o dia Jusselene percebeu que estava cega, mesmo sem nunca ter sofrido qualquer distúrbio na visão.

Veja Mais
Aos 56 anos, Márcia é parceira do filho do tênis de LED ao Pokémon Go
Papai é a estrela, mas Mamãe Noel pode fazer toda diferença no Natal

Ela ainda procurou ajuda de médicos em Dourados, onde vive, em Campo Grande e até em Goiânia, sem nenhuma resposta positiva em relação a tratamento. Todos disseram se tratar de um caso raro, de descolamento de retina inalterável.

Então, desistiu de buscar a cura, resolveu seguir em frente e por isso virou exemplo de superação. Este ano pegou o primeiro diploma universitário, no curso de Ciências Contábeis da Faculdade Anhanguera de Dourados.

Até essa conquista, muitos desafios surgiram. Mãe de uma menina, quando deixou de ver teve de aprender a cuidar do bebê e dela mesma, de novo. Depois de 3 anos se casou novamente e teve mais 3 filhos. Passou também a ajudar o marido nas despesas, vendendo perfumes.

A vida difícil levou Jusselene a concluir o Ensino Médio com a ajuda do EJA (Ensino de Jovens e Adultos), como aluna dedicada.

Um dia, durante visita de professores universitários, veio o reconhecimento a tanto esforço. “A diretora disse aos professores que eles encontrariam uma pessoa especial, mas não citou nenhum nome. Quando foram na minha sala, eu era a única que não parava de fazer perguntas. Logo eles me identificaram como a pessoa especial que a professora havia dito”. Conta.

Ela foi convencida sobre a necessidade de fazer uma faculdade, participou do Enem e conseguiu uma bolsa integral pelo Prouni (Programa Universidade para Todos) para o curso de Ciências Contábeis.

“No começo não foi fácil. Eu era a única aluna da universidade com deficiência. Mas todos os professores aprenderam a trabalhar comigo, eram muito atenciosos, cada um aprendeu uma forma para me ensinar”.

Jusselene conta que a família sempre a apoiou, principalmente a filha mais velha, que estava com 3 meses quando a mãe perdeu a visão. “Hoje ela está com 19 anos e sempre diz que sou um exemplo para ela. Teve um dia que meu caçula contou que uma coleguinha de classe disse que todas as loiras são burras, ele respondeu que não era verdade, porque a mãe dele é loira, cega e faz faculdade. Me encheu de orgulho”.

Hoje ela administra a própria loja de roupas e perfumes, mas ainda tem um outro sonho pendente. “Por enquanto vou seguir na minha área, mas ainda pretendo fazer Jornalismo”. (Colaborou Stephanie Romcy)

 




Parabéns vc e uma guerreira sabe porque? hoje essas garotas só quer saber de balada e não pensam no futuro delas. Mas vc mesmo com a sua deficiência visual,vc se formou e teve apoio de sua familia. A sua familia vau ser muita abençoada pelo Pai- Celestial.
 
joaquim geraldo em 03/12/2013 20:36:40
Acompanhei de muito perto a situação dela e vejo nessa moça uma heroína pois mesmo com todas as dificuldade ela continuou acreditando nos seus sonhos.
Tai um exemplo que deve ser seguidos por todos. QUE NADA É IMPOSSÍVEL!
Parabéns Juci e toda sua familia.

Geraldo Sales
 
Geraldo Sales em 02/12/2013 15:16:50
Parabéns Jusselene. Que Deus lhe abençoe em seu futuro profissional.
 
Osmar Felinto de Mello em 02/12/2013 11:00:37
Uma historia de vida surpreendente!, que mostra que a superação não tem limites! estou emocionado! Parabéns e que DEUS continue te iluminado
 
Nilton Cesar em 02/12/2013 10:26:25
parabéns jusselene que deus abençoe a você e toda sua familhia você e sim um exemplo de vida
 
jairo amarante da silva em 02/12/2013 09:55:33
Exemplo de superação o dessa mulher. Eu tambem conheço outro caso desse em que a pessoa acordou cega, trata-se de um empresario de Vargea Grande que administra um dos melhores , senão o melhor restaurante da cidade.Quando vejo exemplos assim me da muita raiva de marginal que so pensam em levar vantagem.
 
Juarez Delmondes em 02/12/2013 02:01:50
Belo exemplo, parabéns!!!
 
Diego Souza em 02/12/2013 00:23:14
Os filhos de uma pessoa tão rica, tem uma fortuna nas mãos que nada pode destruir!
Exemplo de amor maior que esse pelo Criador não vi ainda!
 
Mirella Forti Cossignani em 01/12/2013 21:12:07
Linda estória de vida. Hj o descolamento de retina é corrigido, achei estranho ela ainda não ter voltado a enxergar, a nao ser que o caso dela, não seja só descolamento. Tb fiquei sem enxergar e sei o qto é difícil, hj enxergo parcialmente,mas levo uma vida normal.
 
Eunice Lima em 01/12/2013 18:01:10
Belo exemplo Jusselene, estou sem palavras DEUS DE ABENÇOE SEMPRE.
 
sonia maria ribeiro em 01/12/2013 17:58:38
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.