A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

07/05/2015 06:12

Eles se conheceram em Londres, vão se casar em MS e Lua de Mel terá 12 pessoas

Aline Araújo
Filip e Erica se conheceram agora fazem aula de dança. (Foto: SW Fotografia)Filip e Erica se conheceram agora fazem aula de dança. (Foto: SW Fotografia)

Uma brasileira, descendente de japoneses, conheceu um polonês em Londres. A história de amor entre a empresária Erica Kuwabara, de 28 anos, e o arquiteto Filip Czernik, de 32, começou na Inglaterra, o pedido de casamento foi feito em Bueno Aires, Argentina, e a cerimônia será realizada em um CTG de Sidrôlandia, a 71 km de Campo Grande, no Brasil. As diferenças não param por aí, ela é católica, ele luterano, mas nem a distância de anos morando longe separaram esses dois.

Veja Mais
Casal queria poetizar início, mas soube rimar como ninguém o "fim" do amor
Monogâmico ou não, gays e lésbicas querem o direito de viver a afetividade

Ficou confuso? O Lado B, como bom apaixonado que é, explica melhor esse romance sem fronteiras. Erica é natural da Sidrolândia, cidade com pouco mais de 40 mil habitantes. Cresceu lá e em fevereiro de 2009 resolveu fazer intercâmbio na Inglaterra, para estudar inglês.

O casamento vai ser em setembro. (Foto: SW Fotografia)O casamento vai ser em setembro. (Foto: SW Fotografia)

Era para ficar seis mês por lá, mas acabou passando três anos e meio. Em uma noite, saiu com uma amiga polonesa para ir a um pub e lá conheceu Filip. Do encontro, surgiu o namoro.

Ela voltou para o Brasil e o relacionamento seguiu à distância. Morou um tempo em Campo Grande e decidiu mudar para São Paulo, onde abriu a sua agência de viagens. Ele? Continuou em Londres.

Em uma das visitas de Filip ao Brasil, para visitá-la, Erica resolveu fazer uma surpresa. Comprou passagens para Buenos Aires e os dois embarcaram para conhecer a capital da Argentina, um sonho que ele sempre teve.

Mas quem acabou emocionada foi ela. Filip escolheu a viagem para fazer o pedido de casamento. Foi logo depois de um show de tango. Ele chamou Erica até um canto reservado, próximo à piscina e lá se declarou.

“Ele é super tímido e foi um pedido muito bonito. Fez uma declaração, porque tinha me escolhido, tudo romântico”, lembra. Com o noivado, veio a responsabilidade de preparar tudo para o oficializar a união.

A festa vai ser em setembro, em Sidrolândia. A maioria é de convidados dela. Da parte dele vão vir apenas 10 pessoas do exterior, o pai, a mãe e o irmão, além de outros 7 amigos. São 2 amigas mexicanas e 5 amigos londrinos.

O namoro já tem cinco anos. (Foto: SW Fotografia)O namoro já tem cinco anos. (Foto: SW Fotografia)

“Meus pais estão aqui e, apesar da gente conhecer pessoas em várias partes do mundo, as minhas amigas de infância estão em Sidrolândia. E a minha família é muito grande e unida. A dele é um pouco menor, então a gente entrou no consenso que ia ser melhor aqui. Eu fazia questão do casamento na igreja católica, ele é luterano, mas teve que aceitar”, comenta em tom de brincadeira.

Tour em família - A Lua de Mel vai ser um capítulo a parte nesta história, contada em várias línguas. Para aproveitar a vinda da família e dos amigos de Filip, a viagem será em grupo em 12. 

Mas a ideia é bem bacana, quando se entende que o tour planejado pelos noivos com carinho vai passar por várias cidades brasileiras. E eles vão aproveitar para mostrar à família de Filip e aos amigos os lugares e as belezas que o noivo mais gostou de conhecer por aqui.

A viagem começa em Bonito. Depois, o grupo segue para o Rio de Janeiro. Em seguida, mais um embarque com destino à Praia do Forte, em Salvador e a Lua de Mel acaba em São Paulo.

Um se encontrou no riso do outro.  (Foto: SW Fotografia)Um se encontrou no riso do outro. (Foto: SW Fotografia)

Já está tudo quase pronto para o casamento, apesar de ainda faltar 4 meses.

Filip não fala português, mas com a ajuda da noiva fala que acha tudo exagerado, tudo “muito” por aqui.

Mas o amor tem dessas coisas, de tirar a pessoa de Londres para casar no interior de Mato Grosso do Sul, em uma festa bem família, tranquila e cheia da mistura do calor brasileiro, com a exigência de perfeição oriental.

A festa será em um CTG e os noivos agora fazem um curso de dança em Campo Grande, no estúdio Ivan Sousa, para mostrarem aos convidados do que eles são capazes. É mais uma mostra de como os dois combinam.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.