A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

10/08/2015 17:40

Em grupo só sobre casamento, elas construíram uma amizade para a vida

Aline Araújo
As noivas enfim se encontraram.  (Foto: Vanessa Tamires)As noivas enfim se encontraram. (Foto: Vanessa Tamires)

Que o WhatsApp revolucionou a maneira das pessoas se comunicarem é fato, os grupos montados ali rendem boas histórias de amizades facilitadas pelo aplicativo. Com as meninas do "Papo de Noiva" foi assim.

Veja Mais
No Tiradentes, brasão do Chapecoense surge na rua como uma homenagem do bairro
Com quadros de amigos e fotos do passado, casa de Isac é pura recordação

A ideia de montar o grupo foi lançada em um canal do Facebook, voltado para noivas. A principio, tudo era bem comercial a troca de experiência entre noivas que estão nos preparativos do casamento com fornecedores para negociações. Quem não prestou serviço direito, por exemplo, foi banido no grupo.

As meninas continuaram trocando dicas, naturalmente, e hoje eas conversam sobre a vida.

Samela e Ana Paula noivas gratas as amizades que nasceram no grupo.  (Foto: Vanessa Tamires)Samela e Ana Paula noivas gratas as amizades que nasceram no grupo. (Foto: Vanessa Tamires)

O grupo divide as angustias, as dúvidas, os problemas, uma aconselha a outra, e os laços vão se fortalecendo. O diferente é que, até o último final de semana, elas não se conheciam pessoalmente.

“A gente tentou se reunir várias vezes, mas sempre tinha alguém que não podia. Dessa vez deu certo, apesar de não estar todo mundo”, conta Ana Paula Terra, que reservou o salão de festas do condômino onde mora para o encontro.

As meninas iam chegando e aos poucos se reconhecendo. Era como se as pessoas do WhatsApp tivessem saído do celular para a vida. Apesar de nunca terem se visto, as meninas se conheciam e muito. Por isso, o clima de intimidade foi fácil.

Ana casa em 2 de abril do ano que vem, os preparativos estão a todo vapor, mas é no grupo de amigas que ela encontra o conforto para desabafar. “A gente criou uma amizade muito verdadeira e sincera, contamos os nossos problemas uma para a outra. Aquela discussão com o noivo, ou aquela reclamação boba sobre a sogra”, comenta Ana e ri.

A única fornecedora que continua no grupo é Liane Apolinário, de 29 anos, na verdade ela permaneceu porque também criou um vinculo de amizade com as meninas. É uma espécie de madrinha, para aconselhar e ajudar nos preparativos. A troca, supera o trabalho como artesã de artigos para casamento. Para o encontro ela levou tiarinhas com véus para a recordação. "A gente criou um laço e eu dou dicas para elas. Acho que por isso continuei no grupo", comenta. 

Pose para foto com buques.  (Foto: Vanessa Tamires)Pose para foto com buques. (Foto: Vanessa Tamires)
O encontro rendeu muita conversa.  (Foto: Vanessa Tamires)O encontro rendeu muita conversa. (Foto: Vanessa Tamires)

Todas começam uma nova fase na vida e, ao que tudo indica, a amizade continuará depois dos casamentos. “ Depois que todas casarem vai virar Papo de Mãe o grupo”, brinca Samela Galdino, de 25 anos.

Ela cursa o ultimo ano de Medicina Veterinária. O casamento está marcado para outubro e a apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso para novembro. “Nessa loucura que está a minha vida, o grupo é uma distração e um apoio. A gente não fala só de casamento, a gente se preocupa uma com a outra e criamos um carinho muito grande", diz.

Ao todo, participam do grupo 40 meninas, mas são 20 as que participam mais das conversas diárias. No primeiro encontro 15 estavam presentes, mas a ideia é que as reuniões fiquem mais frequentes e a amizade aumente ainda mais.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.