A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

07/10/2016 06:10

Galera dá aula e vira babá de graça só para ajudar quem vai fazer prova do Enem

Paula Maciulevicius
Estudante de Biologia, Geisseli ensina Biologia de graça para quem precisar para o Enem, além de ser babá no dia do exame. (Foto: Arquivo Pessoal)Estudante de Biologia, Geisseli ensina Biologia de graça para quem precisar para o Enem, além de ser babá no dia do exame. (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma corrente do bem para ajudar quem vai fazer o Enem este ano. Das ideias que surgem pelas redes sociais e a galera daqui se apropria e repassa conforme pode. Geisseli, Bruno e Angel são alguns dos voluntários que estão se colocando à disposição de alunos e pais antes e também no dia da prova.

Veja Mais
Caligrafia da escola rendeu à Marystella a profissão de designer de lousas a giz
Luis ganhou o título de presidente e hoje é dono da própria cadeira no bar

Estudante de Biologia, Geisseli Leite viu a ideia circular no Facebook de amigas em São Paulo e resolveu postar aqui: "Posso ficar com as crionças das mamães vestibulandas". Como em casa o quintal é de sobra, ela resolveu abrir as portas para brincar e distrair os pequenos durante a data do exame.

"A maioria das minhas amigas foram mães esse ano, eu já me ofereço de cuidar quando alguma vai fazer entrevista de emprego", conta Geisseli. Para o dia do Enem, ela tem até amigos que já se dispuseram a irem lá com sulfite, lápis de cor e tinta guache, para despertar o lado artístico da gurizada.

No Facebook, Geisseli se coloca à disposição para ajudar as mamães no Enem. (Foto: Reprodução/Facebook)No Facebook, Geisseli se coloca à disposição para ajudar as mamães no Enem. (Foto: Reprodução/Facebook)
E nas redes, ela sempre exibe o sobrinho para mostrar que jeito com criança, tem e muito. (Foto: Arquivo Pessoal)E nas redes, ela sempre exibe o sobrinho para mostrar que jeito com criança, tem e muito. (Foto: Arquivo Pessoal)

Entre os amigos, a estudante é conhecida como Geisseli Alice, o segundo nome foi trazido da personagem de LewisCarroll. Geisseli é tão doce quanto Alice no País das Maravilhas e além de ficar durante o exame com as crianças, Geisseli está se oferendo para dar aula, de graça, de Biologia até o dia da prova.

"O que falta pra gente é justamente isso, as pessoas doando um pouco mais do seu tempo. Ajudar o próximo de forma mais efetiva e eu acho isso bem legal", comenta.

Fotógrafa, mãe e professora de inglês, Angel Campos Magalhães foi uma das que compartilhou o seguinte texto nas redes sociais, fazendo um apelo aos amigos: quem puder, troca as disciplinas conforme aptidão.

"Galera que vai prestar o ENEM esse ano: estou disponibilizando o meu inbox para tirar dúvidas relacionadas as disciplinas de INGLÊS que estiverem ao meu alcance. Por um meio acadêmico cada vez menos elitizado (Quem quiser colaborar, só tem que copiar e colar essa mensagem no próprio mural, alterando as matérias caso a aptidão seja diferente. BORA PESSOAS)"

"Eu vi uma menina no meu Face compartilhando, coloquei com a matéria que consigo ajudar", explica Angel, de 23 anos. Entre as correntes que rolam pelas redes sociais, essa foi a primeira que ela viu voltada para o Enem. "Querendo ou não, hoje em dia é aquela coisa, passa quem paga o cursinho mais caro. E essa ajuda no Facebook de pessoas conhecidas e amigas é muito necessária, ainda mais nessa fase pré-vestibular, que está todo mundo nervoso", completa.

No post, Angel se oferece para tirar dúvidas de inglês por um curso superior menos elitizado, diz. (Foto: Reprodução/Facebook)No post, Angel se oferece para tirar dúvidas de inglês por um curso superior menos elitizado, diz. (Foto: Reprodução/Facebook)

E foi pegando carona nessa postagem que o acadêmico de Engenharia Civil, Bruno Simões Pessoa, de 23 anos, deixou sua caixa de mensagens aberta para dúvidas de física e matemática. "Eu senti na pele quando terminei o 3º ano e fui fazer Engenharia Mecânica. No curso, subentende-se que você já sabe algumas coisas e tem coisa que o Ensino Médio não preparou a gente", conta. 

Por experiência própria, ele resolveu ajudar quem precisa. "São macetes que simplificam muito a vida da pessoa e quando a gente pode ajudar, o que custa dedicar 10 minutos para alguém que pode ser justamente uma questão, um ponto a mais? Isso faz diferença", avalia. 

No inbox ele pretende tirar as dúvidas das disciplinas que podem surgir na hora de resolver algum exercício. "As pessoas devem mandar quando começarem a estudar. Matemática e física são assim, você só vai perceber na hora de desenvolver um exercício, aí bate de frente com alguma dúvida", exemplifica.

Que tal entrar para a corrente do bem? De que forma você pode dar uma mãozinha no Enem?

Curta o Lado B no Facebook. 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.