A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

02/10/2013 06:11

Grife nos matrimônios, "Os Trovadores" tem agenda fechada até outubro de 2014

Paula Maciulevicius
Inspirado nos trovadores do século XI, grupo migrou para o mercado matrimonial e hoje se tornou grife. (Fotos: Arquivo/Trovadores do Tempo)Inspirado nos trovadores do século XI, grupo migrou para o mercado matrimonial e hoje se tornou grife. (Fotos: Arquivo/Trovadores do Tempo)

Com 15 anos de estrada, o quarteto vocal Trovadores do Tempo agregou instrumentos à música a cappella e passou a ter a agenda pautada em tocar e cantar Ave Maria de Gounod. Nos últimos cinco anos, quase todos os finais de semana se resumem a trabalhos em grandes casamentos.

Veja Mais
Uber multado, reajuste de ônibus e cidade sob chuva bateram recordes nas redes
Do Corinthians ao canteiro de obra, zagueiro que virou servente tem nova chance

O grupo inspirado nos trovadores do século XI, que difundiam a música popular cultivada pelos nobres em castelos e pelo povo nas ruas, migrou para o mercado matrimonial e hoje se tornou grife nos casamentos.

“O primeiro que a gente fez foi na igreja Cristo Luz dos Povos, na Bandeirantes, era ainda a primeira formação. Convidamos uma pianista e um violinista para tocar com a gente porque a noiva queria esses instrumentos além do quarteto vocal. Ali a gente viu que tinha um mercado para isso e foi quando começou”, conta a meio-soprano do grupo, Miska Thomé.

Pela qualidade do som e cuidado musical, não é difícil colocar o quarteto como um dos melhores do Estado, também no quesito apresentações em casamentos. Com o trabalho voltado ao mercado do ‘sim’, eles realizam uma média de duas audições por mês para mostrar o repertório às noivas. Depois, de fechada a data, o quarteto parte para a seleção de músicas segundo as solicitações dos noivos, que podem incluir clássicas, brasileiras, em inglês, italiano e até alemão.

Com o trabalho voltado ao mercado do ‘sim’, eles realizam duas audições por mês para mostrar o repertório às noivas.Com o trabalho voltado ao mercado do ‘sim’, eles realizam duas audições por mês para mostrar o repertório às noivas.

Especificamente para atender às cerimônias, a pianista e co-repetidora Simone Carvalho Gomes entrou para os Trovadores. Os casamentos com músicas ao vivo sempre estiveram em alta, no entanto, o aumento na demanda pelo quarteto se deve ao nome de peso, bagagem e histórico do grupo, explica Simone.

Os contratos são fechados com a mesma antecedência que os primeiros preparativos começam. “Eu já fechei casamento para outubro do ano que vem e já perdi casamento para o mês de junho porque a agenda está lotada”, comenta Simone. Reflexo de uma logística que varia e muito.

Quanto aos preços, Simone responde que tudo é relativo e se tratando do quarteto, quem escuta, não se importa em pagar. “Os Trovadores estão há 15 anos na estrada. Eu digo não somos careiros e nem barateiros. Se a noiva quiser uma orquestra, eu tenho músicos para isso”.

Em cada cerimônia estão os quatro vocais, que pela formação atual são compostos pelos músicos: meio-soprano Miska Thomé; a contralto Adriane Cação; o tenor Daniel Nogueira; o barítono Rodrigo Bueno e a pianista e diretora musical Simone Vieira Carvalho Gomes. Além de equipe de som, incluindo a mesa, técnico e microfones próprios que o grupo leva para onde for se apresentar.

Quando se fala em Trovadores como grife, Miska ri pela brincadeira, mas atribui o conceito à paixão com que todos eles levam as músicas para o altar. “Em primeiro lugar tem a consciência muito profissional do trabalho. A gente ensaia toda semana e faz de corpo e alma. Estuda em casa as músicas e prima por essa qualidade. Essa paixão pela música faz isso um diferencial”, avalia.




Matéria excelente! Parabéns aos "Trovadores" é um bem para a alma. Campo Grande merece um grupo musical de alto nível não só para casamentos mas para outros os eventos sociais.
 
Elizabeth Prestes em 02/10/2013 15:50:33
PARABÉNS!!! PARABÉNS!!! PARABÉNS!!!
Conheço muito bem o trabalho de vocês, o amor e a dedicação que o grupo tem para com a música. O entusiasmo e constante...desejo que o sucesso seja uma constante na vide de vocês...AMO ESSAS PESSOAS!!!
 
Cesar A I Gomes em 02/10/2013 13:40:42
Os Trovadores são profissionais, competentes, artistas que cantam e tocam com a alma. Parabéns pela matéria, você merecem!
 
Luciene Ferreira em 02/10/2013 11:06:21
Que delícia de matéria!
É muito legal vocês falarem sobre isso, pois infelizmente, existe preconceito com quem canta em casamentos, embora o esforço e o preparo seja rígido, pois a responsabilidade de cantar em um momento tão especial é enorme!
Cantei há alguns anos no "Quarteto Quatro Cantos", que não existe mais, mas definitivamente era uma delícia de "trabalho"!
As pessoas se emocionam com a gente cantando e isso nos estimula a dar o nosso melhor e seguir fazendo isso.
Melhor ainda é quando a gente encontra os noivos depois, e eles falam carinhosamente sobre o dia de seu casamento e as lembranças que têm da nossa atuação!
Os Trovadores são maravilhosos, e com certeza ainda farão muito, mas muito sucesso!
 
Mériele Oliveira Pereira em 02/10/2013 08:53:51
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.