A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

24/04/2014 06:37

Jovem se veste de cachorro para reconquistar ex. Amor ou lorota de marqueteiro?

Elverson Cardozo
Flocos em mais uma ação pela cidade. (Foto: Divulgação)Flocos em mais uma ação pela cidade. (Foto: Divulgação)

A história é maluca e parece mais uma jogada de marketing. Imagine só: um homem quer reconquistar a ex-namorada e, para isso, adota o nome de Flocos e sai às ruas fantasiado de cachorro. Não bastasse o feito que, claro, atrai a atenção de muita gente, ele distribui abraços e tira fotos com desconhecidos. Coisa de louco, né?

Veja Mais
Astrologia védica mostra o futuro, mas também ensina a aceitar o destino
Como mágica, o amor encontrou o palhaço e romance vive liberdade em belas fotos

Não é assim que pensa o responsável pela ação - batizada de “C’Je t’aime” (Eu te amo), um jovem de 28 anos, morador de Campo Grande, que não revela o nome nem por decreto. Há mais um mês, o anônimo, que se diz administrador e funcionário de uma empresa nacional de grande porte, tem se dedicado à “campanha do abraço”. A ideia, embora inusitada, é simples.

Ele sai por aí vestido de cachorro, abraça, tira fotos com quem aparecer e, de quebra, se valendo da curiosidade alheia, se promove nas redes sociais. O objetivo é chamar a atenção da ex-namorada, com quem rompeu em 2013, jura, negando qualquer outra intenção. Bem, enquanto não temos a certeza sobre nada, vamos à versão dele.

Louco apaixonado - Ao Lado B, em entrevista por telefone, o rapaz disse que namorou a jovem, de 26 anos, também administradora, por mais de 4 anos, mas, “por vários motivos, muitos que envolviam aspectos pessoais”, a relação chegou ao fim.

Dedicado a reconquistar o amor, ele apelou para a ação. “Estava conversando com uma amiga fotógrafa e falei que queria lutar pela pessoa que eu amo. Ela conhecia uma publicitária e pediu para trocar uma ideia. Aí, em três cabeças, começamos a pensar”, conta.

Flocos queria algo inusitado e não um outdoor que, segundo ele, “é convencional”. Tudo foi bolado para que, em algum momento, a campanha chegue à amada, única pessoa, além da equipe de publicitários envolvidos, que seria capaz de entender toda ação, que conta, inclusive, com um site, uma Fan Page, e textos sem lógica aparente, como em uma mensagem subliminar.

Cachorro abraça desconhecidos. Tudo para reconquistar a ex. (Foto: Divulgação)"Cachorro" abraça desconhecidos. Tudo para reconquistar a ex. (Foto: Divulgação)

“No ano em que o primeiro astronauta brasileiro foi ao espaço, o país enfrentou fenômenos climáticos que também afetaram o resto do mundo e chorou pela derrota de uma copa em que jogou mal e foi eliminado pela França de Zidane. O inexplicável aconteceu em minha vida... O amor que, como cantou lindamente Piaf, não se explica. É uma coisa assim que vem não se sabe de onde, e te pega de uma vez”, diz um trecho.

O foco, disse, não é ir até ela, mas fazer com que a notícia da “C’Je t’aime” chegue ao conhecimento da amada. Só assim, relacionando tudo, ligando um ponto ao outro, ela chegaria à conclusão de que o responsável seria ele, isto porque das imagens que fazem parte do layout do site às cores escolhidas na diagramação, tudo tem relação com a história vivida pelo casal.

O problema é que a ex-namorada, contou, “não é muito envolvida com as mídias digitais” e, provavelmente, ainda não sabe de nada. Pode até ter visto, mas nem se tocou. “Acho pouco provável ela acreditar que eu faria isso, porque sou um cara muito tranquilo”, supõe.

Mas esse cenário de incerteza deve mudar neste domingo (27). Após a “distribuição” de abraços no centro, Flocos segue para o Shopping Campo Grande, onde, às 17h, realiza mais uma ação com direito a passeio de bicicleta e entrega de rosas. Será algo mais “agressivo”, garante.

Campanha chama a atenção. (Foto: Divulgação)Campanha chama a atenção. (Foto: Divulgação)

Desta vez ele espera que a ação, se ainda não teve efeito, chegue ao conhecimento da jovem, porque, a cada dia que passa, a “brincadeira” fica mais cara. “Já gastei mais de R$ 3,5 mil, porque tenho que pagar as impressões dos cartazes, alugar a fantasia, preparar o making off... Mas ainda tenho o carro para vender. Dinheiro nenhum paga a pessoa amada ao seu lado”, discursa.

Ação comercial ? O esforço do anônimo já soma mais de um mês e só deve terminar com o “sim” ou “não” da ex-namorada. Enquanto isso, a ação continua atraindo a atenção de curiosos e, claro, levantando suspeitas sobre uma possível campanha comercial.

Em março, Luis Eduardo Kodjaoglanian Bacchi fez algo semelhante. Colocou um adesivo no carro com o anúncio “Vendo-me”, seguido pelas indicações: “Procuro uma namorada que goste de ver filmes, da natureza, de amar, de malhar e de sorrir”. A propaganda era, na verdade, uma campanha para divulgar a própria agência de publicidade.

Flocos, no entanto, garante que a intenção não é essa: “A ideia é, realmente, compartilhar abraços e o amor para que as pessoas curtam a nossa Fan Page”. Responsável pela ação, Lauren Feder reforça: “Nossa campanha não tem nenhum fim lucrativo. Não é nenhum produto ou serviço. Ele só quer reconquistar a menina”.

Agora é só esperar para ver se tudo é realmente amor, ou lorota de marqueteiro.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.