A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

24/07/2015 11:20

Mais um site promete mostrar “Tudo sobre Todos” na internet, até nome do vizinho

Ângela Kempfer
Mais um site promete mostrar “Tudo sobre Todos” na internet, até nome do vizinho

Com as redes sociais aí, é quase impossível guardar segredo. Mas ainda dá medo descobrir serviços como o tudosobretodos.se. Na página, basta digitar o nome completo de uma pessoa para saber, por exemplo, o endereço e a data de nascimento.

Veja Mais
Casal queria poetizar início, mas soube rimar como ninguém o "fim" do amor
Monogâmico ou não, gays e lésbicas querem o direito de viver a afetividade

Esse tipo de divulgação não é novidade, apesar de acabar com a privacidade garantida pelo Marco Civil da Internet e pelo Código de Defesa do Consumidor, sem falar na Constituição. Como é muito complicado identificar os responsaveis fora do país, já inventaram uma série de serviços semelhantes pelo mundo. E como a concorrência pede um plus, o Tudo sobre Todos informa até os nomes dos vizinhos, graças aos aplicativos de localização.

Se o cliente pagar, o negócio fica ainda mais cabuloso. É possível saber CPF, RG, profissão, registro profissional, local de trabalho, estado civil, todos os endereços de redes sociais e tantos outros dados pessoais que em algum momento foram divulgados pelo cidadão, em cartórios, ou decisões judiciais publicadas, diários oficiais, bureaus de informação, redes sociais e até digitados em sites públicos na internet. 

Para ter acesso aos dados mais detalhados, é preciso pagar R$ 9,90 por cada uma das perguntas extras, ou R$ 79,00 pelo pacote de 100 créditos.

Os criadores dizem que não fazem nada além de compilar os dados que já estão aí, informados publicamente e agora reunidos por eles em um único ambiente virtual, sem que seja preciso percorrer órgãos oficiais. Encurta o trabalho de quem teria de suar um pouco, por exemplo, para descobrir o CPF de outro.

Para fazer o cadastro no site a pessoa já é obrigada a fornecer informações importantes, que depois são compartilhadas para os clientes da página.

Na divulgação do serviço, o grupo lava as mãos e diz que “tem a única função de apresentar para o contratante informações reunidas de diversas fontes públicas, as quais devem ser utilizadas respeitando a legalidade e licitude.” Para quem romper tal regra, a pena é somente a exclusão do cadastro. 

“O uso das informações apresentadas para prática de atos ilícitos, discriminatórios ou ilegais é de inteira e exclusiva responsabilidade do contratante... a divulgação das informações obtidas através do serviço é vedado, assim como a comercialização das mesmas. O contratante deverá manter o sigilo das informações obtidas.”, avisa o site, como se isso fosse convencer alguém.

O grupo garante não repassar informações que não são públicas, como raça, etnia, religião, opinião política, orientação sexual, histórico médico e dados considerados “sensíveis”.

Os dados são usados para pesquisas, mas o site afirma que os estudos nunca serão divulgados, mesmo lembrando que pessoas e empresas pesquisadas não são comunicadas das pesquisas feitas.

O serviço é administrado pela Top Documents LLC, e aponta como sede as Ilhas Mahé, na República das Seicheles, que fica no Oceano Índico.Pelo conteúdo de risco e a exigência de pagamento, um abaixo-assinado já foi enviado à Policia Federal para que os efeitos do site sejam investigados no Brasil. Mas é competência do Ministério Público entrar com ação para remover o serviço do País, por atingir direito coletivo e prejudicar várias pessoas.

No ano passado o brasileiro Fonedados, por exemplo, foi alvo de ações na justiça por conta do banco de dados com informações como números de telefone fixo e de celular, endereços e CPF. Em maio deste anos, o "Nomes Brasil" também saiu do ar depois que o Ministério Público notificou os responsáveis.

O que complica é o uso do domínio ".se”, de países pequenos, considerados paraísos fiscais dos domínios, incontroláveis.




NO momento n tenho comentarios
 
MARZINHO em 25/07/2015 20:32:16
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.