A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

20/07/2015 06:46

Maquiagem de 2 horas e peruca de 3 mil são parte da rotina de Miss Gay MS

Naiane Mesquita
Nicolly Estefanelli mostra Campo Grande em ensaio especial (Foto: Frank Rossatte)Nicolly Estefanelli mostra Campo Grande em ensaio especial (Foto: Frank Rossatte)

A maquiagem demora 2 horas para ficar pronta e a peruca perfeita pode custar até mais de R$ 3 mil. Essa é uma parte da rotina da Miss Gay Mato Grosso do Sul, Nicolly Estefanelli, eleita no ano passado para representar o Estado no concurso nacional, que acontece dia 25 de julho, em São Paulo.

Veja Mais
Caligrafia da escola rendeu à Marystella a profissão de designer de lousas a giz
Luis ganhou o título de presidente e hoje é dono da própria cadeira no bar

Quem dá vida a miss gay é Gillian Marques, 24 anos, que normalmente não tem nenhum cuidado adicional com a beleza.

“No cotidiano eu me visto como homem. Apenas no concurso que preciso me arrumar. Na verdade, essa é a proposta do concurso Miss Gay, somos apenas transformistas, não há intervenção cirúrgica, como silicone, nem uso de hormônio”, afirma Gillian.

Miss precisa desenvolver ações para o púbico LGBT no Estado que representa Miss precisa desenvolver ações para o púbico LGBT no Estado que representa

Para ficar com tudo em cima, Gillian precisou fazer uma dieta de engorda e investir em exercícios aeróbicos. “Eu sempre fui magrinho, então engordei de propósito. Lógico que foi tudo com saúde, com a inclusão de frutas e verduras. Não posso fazer musculação porque ganho massa magra rápida. Faço caminhadas, exercícios leves, só para ganhar curvas, formas femininas”, explica.

Essa não é a primeira vez que ele participa do concurso. Gillian é Miss Três Lagoas, mas já representou Jardim e Vicentina. “Eu nasci em Campo Grande e nunca tive pretensão de ser miss, foi uma coisa que aconteceu. Hoje, é um sonho”, acredita.

Segundo ele, essa correria, cheia de limitações físicas e de dinheiro compensa. “É super cansativo, se não fosse o prazer de ter seu sonho realizado. Tem teste de maquiagem, ensaio em cima de salto alto, cuidado com a alimentação, perucas que precisam estar super hidratadas, você demora horrores, ainda tem quem usa unha postiça, é uma preparação enorme”, aponta.

Antes, ele afirma que só cuidava da pele. “Usava produtos para deixar a pele bonita, no máximo algo para preparar a pele. Agora maquiagem é algo que eu nunca usei. Meu cabelo natural é curto, de menino, também não tinha grandes necessidades”, explica.

Já no palco, Gillian lembra que uma miss precisa ter desenvoltura. “Você aprende a caminhar, mexer o quadril, usar o salto. É como uma miss dos concursos tradicionais”, diz.

Concurso nacional será no dia 25 de julho na escola de samba Rosas de Ouro em São Paulo Concurso nacional será no dia 25 de julho na escola de samba Rosas de Ouro em São Paulo

Com inscrição a R$ 800 reais, ele diz que sofreu para participar do concurso nacional e não conseguiria sem a ajuda do coordenador regional, Frank Rossatte.

“Tem desfile de traje típico, traje de gala e eles avaliam ainda postura, elegância, simpatia e a beleza mesmo. Além disso, a miss precisa ter um trabalho social onde vive, voltado para as questões e o público LGBT”, enumera. Mesmo sem um projeto específico, a miss diz que já realizou ações e sempre lutou pela causa em Mato Grosso do Sul. 

Emotivo, “eu choro sempre”, Gillian afirma que tem sido difícil aguentar a pressão de concorrer com o Brasil inteiro. “Se no Miss Mato Grosso do Sul eu chorei, imagina o nacional. Mas, também no regional deu tudo errado. Meu vestido que era para vir de fora não chegou a tempo, fui um dia antes comprar o de gala. E eu fiz tudo quietinho, sozinho, sem ninguém para auxiliar nisso”, relembra.

Para dar conta dos gastos, ele colocou um notebook e perucas à venda.

“Não temos patrocinadores, então é mais difícil. Minhas família e os meus amigos me dão muito apoio. Eu choro, fico nervoso, mas eles já dizem que sou um vencedor, que nada vai dar errado, sempre me motivando, me dando força, é bem bacana”.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.