A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

16/08/2013 07:11

No estacionamento, bilhete surpreende com desculpa para não pagar parquímetro

Anny Malagolini
Bilhete escrito por motorista. palito de picolé esconde telefone.Bilhete escrito por motorista. palito de picolé esconde telefone.

Cenas no cotidiano, mas nada comuns, servem para mostrar como as pessoas (definitivamente) não são uma massa. A surpresa desta vez surgiu com um bilhete em um carro no Centro de Campo Grande, a espera de um fiscal de parquímetro que se solidarize com a falta de créditos para estacionar.

Veja Mais
Uber multado, reajuste de ônibus e cidade sob chuva bateram recordes nas redes
Do Corinthians ao canteiro de obra, zagueiro que virou servente tem nova chance

O entusiasmo com a vinda do primeiro neto, que se adiantou, fez com que a advogada Valdirene Santos, 39 anos, se lembrasse, mesmo no meio da correria, de deixar um recado aos fiscais, com nome e telefone.

Foi uma tentativa de se livrar da multa, já que esqueceu de abastecer o chaveiro de créditos. "Não tinha onde eu comprar. Nem tinha cabeça pra isso”, justifica.

O bebê chegou 3 dias antes do previsto. A mãe teve de correr com a filha para a maternidade Cândido Mariano, já em trabalho de parto. Antes, catou um papel e deixou o recado: "Urgente: mulher em trabalho de parto. Não deu tempo do parquímetro".

Depois de 3 horas, a advogada voltou ao carro, que estava estacionado na rua 25 de Dezembro. "Bem, se algum fiscal viu o bilhete, se comoveu. Pelo menos não fui multada", conta.

Ela lembra, é claro, que a ideia de escrever o bilhete foi pelo medo da multa, que apesar de ser de um valor baixo, cerca de R$ 80,00 "gera dor de cabeça". Mas também apostou na reação do outro lado. "Com fé no ser humano" resolveu tentar se livrar de qualquer autuação.

“Ainda acredito na solidariedade humana, é imprevisível, pode acontecer com qualquer pessoa", explica, sem multa e com um novo integrante na família, o neto Bernardo.




Muito bem Guilherme. Aqueles que trabalham no comércio vão deixar o carro aonde. Sugiro que você disponibilize a garagem da sua casa para tal. Tenha paciência, vá defender esse roubo institucionalizado em outra freguesia.
 
Tereza Cunha em 16/08/2013 22:42:24
Eu não entendo, pagamos iptu e ipva então qual seria a razão para eu pagar para parar em via pública? Imagina quem mora no centro e não pode para em frente sua casa? O nome já diz, "via pública"! O dinheiro paga nos parquimetros só serve para manter os desvios(roubos) nos cofres públicos.
 
Alexandre de Souza em 16/08/2013 18:40:44
Para aqueles que desconhecem, o motivo da regulamentação do estacionamento na região central é garantir que todos possam estacionar e permaneçam ali o menor tempo possível. Se for gratuito, o condutor deixa o veículo de manhã e só retira no final da tarde. Já o problema do vandalismo e furtos na região central é problema de segurança pública da qual o estado é responsável.
 
Rodrigo Alberto em 16/08/2013 17:43:40
Muito bonita a história, ainda bem que o fiscal foi humano.

-------------
Arnaldo Saracho e Tereza Cunha, o parquímetro não é pra garantir a segurança do carro, mas para assegurar que ninguém vá "monopolizar" a vaga o dia inteiro, justamente porque ela é pública.

Tem locais em Campo Grande em que o comércio sofre com a falta de vagas, pois um ou outro empreendimento não tem estrutura para comportar os veículos de todos os seus funcionários e estes ficam estacionados o dia inteiro nas ruas próximas. Daí os clientes dos comércios em volta não têm onde parar e desistem de frequentar o local.
 
Guilherme Arakaki em 16/08/2013 17:30:33
O cidadão paga tanto imposto, no meu ver o estacionamento ja esta bem pago.......
 
Joeli Mello em 16/08/2013 15:01:37
Como todo bom advogado,a replica é tudo!!!!!
 
theomario da silva chaves em 16/08/2013 14:05:22
Tive meu carro danificado em estacionamento de parquimetro, chamei a fiscal, ....bem resumindo sabem o que aconteceu ??? Nada fiquei com o preju. não uso mais, prefiro pagar garagem.
 
arnaldo saracho em 16/08/2013 13:51:25
Sou a favor da cobrança do parquímetro e considero uma maravilha que temos na Capital, pois foi uma medida muito interessando, inteligente e eficaz que resolveu de vez o problema de estacionamento em via pública. Agora, sem o parquímetro na nossa cidade estaremos ao sabor da bandidagem que se apoderam das ruas e cobram o que querem e ainda nós somos ameaçados pelos bandidos, os chamados flanelinhas.
 
Delavi Cicon em 16/08/2013 12:23:25
Extorsão legalizada. As autoridades políticas deveriam se envergonhar de cobrar do cidadão, estacionamento em locais onde ele já paga muito caro, através de impostos, para circular e estacionar o carro.

 
Tereza Cunha em 16/08/2013 09:55:26
Mandou bem, Luiz Alves...maior roubalheira descarada!!
 
Jeanne Couto em 16/08/2013 09:53:20
Um belo exemplo de "consideração" na relação entre pessoas! Que bom o LadoB estar atento a esses pequenos acontecimentos do cotidiano!
 
beth saltão em 16/08/2013 09:46:23
A pessoa recebe uma advertência em papel amarelo. Procura o fiscal e adquire 10 horas de crédito no chip. Paga R$15,00. Porém, se um policial do CIPTRAN encontrar a advertência no parabrisa de seu carro, poderá ser expedida a multa.

De qualquer modo, a consideração da advogada, e feliz avó, com o funcionário do parquímetro é admirável e exemplar.
 
Carlos Cordeiro em 16/08/2013 09:31:39
Essa minha mãe é uma figura mesmo! Tudo por uma boa causa, tudo por amor. ♥
 
Jéssica Martins em 16/08/2013 09:10:15
Qual estacionamento? Essa roubalheira legalizada? Estacionamento é um lugar aonde vc estaciona o carro e tem um guarda para cuidar e cobrar pelo serviço prestado.
 
luiz alves em 16/08/2013 08:59:10
Nem esquenta, nessa região perto do fórum os fiscais só ficam na quadra do prédio do fórum onde tem MUUUITOS advogados que não colocam parquímetro. Eu mesmo já vi vários advogados saindo dos carros e não colocaram parquímetro.
Provavelmente o fiscal nem passou perto de seu carro. heheheheheh
 
Afonso Netho em 16/08/2013 08:57:30
Eh Val, vc não mudou nada com esse jeitinho perfeccionista,inteligente e meigo, parabéns pelo primeiro neto e felicidades a vcs.
Mauricio.
 
Mauricio Tome em 16/08/2013 07:59:24
Na correria, eu nem bilhete deixaria.
 
Romeu Luitz em 16/08/2013 07:38:11
Procurou depois o fiscal pra pagá-lo? hehehe!!! Brincadeira. Ai, se a moda pega.
 
Fernando Sanches em 16/08/2013 07:19:27
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.