A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

30/11/2016 06:15

No "grand finale", bailarina é pedida em casamento no palco, após apresentação

Paula Maciulevicius
Anunciado no palco, Thiago subiu com buquê de flores para bailarina Paula. (Foto: Marcelo Erick)Anunciado no palco, Thiago subiu com buquê de flores para bailarina Paula. (Foto: Marcelo Erick)

Difícil separar Paula da bailarina que a acompanha desde os 4 anos de idade. Hoje assessora jurídica, ela se despediu dos palcos - ainda que temporariamente - com uma homenagem para lá de emocionante. Bailarina do Dom Bosco, a jovem foi pedida em casamento pelo namorado no final da apresentação no último domingo. Com a permissão do público, o conhecimento dos pais e a cumplicidade das professoras, Thiago pediu para escrever mais um capítulo do diário de uma das bailarinas ali.

Veja Mais
Uber multado, reajuste de ônibus e cidade sob chuva bateram recordes nas redes
Do Corinthians ao canteiro de obra, zagueiro que virou servente tem nova chance

De namoro, o casal tem dois anos, mas se conhecem desde 2008, quando se encontraram num retiro da Igreja Católica. Casamento já era assunto que os dois vinham conversando no início do ano, só faltava mesmo o pedido oficial.

"Ela faz balé desde os 4 anos de idade, é o hobby preferido dela. E eu queria que fosse algo bem especial", conta o engenheiro Thiago Nascimento de Moraes, de 29 anos. A apresentação de final de ano é o momento mais especial na vida de uma bailarina. É quando os pés esticados e as mãos nas posições mostram ao público o que foi ensaiado e aprendido ao longo do ano.

Engenheiro, ele disse que não tinha projeto de vida completo sem ela e que se Paula permitisse, queria escrever mais um capítuloo do diário da bailarina.  (Foto: Marcelo Erick)Engenheiro, ele disse que não tinha projeto de vida completo sem ela e que se Paula permitisse, queria escrever mais um capítuloo do diário da bailarina. (Foto: Marcelo Erick)

Nos espetáculos, Thiago quase nunca conseguia comparecer por ser um período de muitos compromissos na fazenda onde trabalha, fora de Campo Grande. Neste especificamente, o namorado ainda tinha mais, que na verdade foi "armado" só para Paula não desconfiar.

"Coincidiu da minha sobrinha fazer crisma e me convidar para ser padrinho", conta. Acontece que a crisma era no dia anterior ao da apresentação e para ser surpresa total, Thiago pediu que ela mentisse a data junto com ele.

Em setembro, o rapaz foi até os pais de Paula, pediu a mão da namorada e comprou as alianças. Na mesma época, também combinou com a professora Larissa e a diretora do balé, Suzana, de fazer o pedido.

"Ela ficou triste, pediu para eu fazer um esforço, mas tinha certeza de que eu não ia participar", fala Thiago.

No final de semana, Thiago foi para Corumbá, cidade onde crismaria a sobrinha no sábado e veio para Campo Grande no domingo pela manhã. Chegou a tempo de comprar um buquê de flores e ainda assistir aos passos de Paula no palco. "Ainda consegui com que alguns amigos em especial estivessem na apresentação. Foi uma coisa bem simples", sintetiza o namorado.

Casal ficou noivo depois de dois anos juntos.  (Foto: Marcelo Erick)Casal ficou noivo depois de dois anos juntos. (Foto: Marcelo Erick)

A diretora do balé, Suzana Dolabani Leite, já havia dito ao público que a noite seria de surpresas e ao final do espetáculo, depois da apresentação de Paula e nos agradecimentos finais, ela voltou a reforçar.

"Ela disse agora vocês vão entender, vamos apresentar uma história de amor e me chamou..." Thiago estava na plateia, subiu ao palco e só ali foi visto por Paula, a namorada bailarina. "Quando ela percebeu, chorou e chorou", descreve. Mas sem perder a postura.

"Eu subi no palco, peguei o microfone e entreguei as rosas para ela e contei um pouquinho da nossa história para o público", fala.

Hoje já com aliança nas mãos e o título de noiva, Paula fala que não tinha outro lugar para ser pedida em casamento. "É onde eu me sinto bem, é uma paixão", define a dança. Thiago já tinha avisado que quando fosse pedir Paula em casamento, a faria passar um pouquinho de vergonha. "Ele disse e eu falei: olha lá, só um pouquinho", brinca Paula da Cunha Bulhões, de 27 anos.

A bailarina talvez se distancie dos palcos no próximo ano para se voltar aos estudos e trabalho. Ao longo dos 20 anos, foram poucas as vezes que isso aconteceu. "Acho que ele viu ali uma oportunidade de juntar tudo, mas eu não esperava que fosse ali, porque tinha um monte de gente e eu fiquei realmente surpresa", afirma.

Como num conto de fadas, Paula recebeu o buquê dentro de um enredo todo especial. O tema do espetáculo deste ano era "Diário da bailarina". "E de repente ele apareceu no final, falando que estava ali para escrever mais uma página do diário de uma das bailarinas. Eu fiquei sem reação na hora, ele não estava na cidade...", repete. 

Pedido foi feito no palco, ao final da apresentação do balé Dom Bosco.  (Foto: Marcelo Erick)Pedido foi feito no palco, ao final da apresentação do balé Dom Bosco. (Foto: Marcelo Erick)

As colegas levaram Paula até mais adiante no palco, de onde ela ouviu pertinho tudo o que toda bailarina gostaria de ouvir. "Contei da minha felicidade, que eu sou engenheiro e o maior projeto da minha vida nunca vai ser só eu. E sim eu e ela, com ela, com a nossa família e ajoelhei, pedindo ela em casamento", reproduz o noivo.

"Ele perguntou se eu queria fazer cumprir os planos de Deus nas nossas vidas e se queria construir esse projeto família e se eu queria casar com ele", conta ela. 

Como um príncipe que até hoje abre a porta do carro para Paula, a menina mulher até agora não acredita. "Eu acho que não poderia ter imaginado outro momento, outra forma, foi realmente um conto de fadas, incrível, maravilhoso!", vibra. 

Nem precisa dizer que o público aplaudiu o último capítulo do diário da bailarina Paula, de pé. 

Curta o Lado B no Facebook

 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.