A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

13/06/2015 08:00

No lançamento de livro de radialista, fãs revelam até fotos no guarda-roupa

Naiane Mesquita
Alessandra conseguiu uma foto com ídolo, que provavelmente vai ser pregada em algum lugar do quarto (Foto: Marcos Ermínio)Alessandra conseguiu uma foto com ídolo, que provavelmente vai ser pregada em algum lugar do quarto (Foto: Marcos Ermínio)

Ele é o dono de uma das vozes mais famosas das ondas radiofônicas de Campo Grande, além de conselheiro amoroso, escritor e cupido. Ao acumular todas essas funções, o radialista Lucas de Lima, do programa "Amor sem fim", também coleciona fãs, que enviam mais de 20 mil mensagens por mês por e-mail, celular e até as tradicionais cartas.

Veja Mais
Caligrafia da escola rendeu à Marystella a profissão de designer de lousas a giz
Luis ganhou o título de presidente e hoje é dono da própria cadeira no bar

Na fila do lançamento do seu quarto livro de mensagens e reflexões com o nome sugestivo de "O Último Romântico", várias mulheres e até homens marcaram presença para pegar um autógrafo e uma selfie com Lucas.

Dia de autógrafos foi realizado no Shopping Norte SulDia de autógrafos foi realizado no Shopping Norte Sul

Para Alessandra Amorim Vieira, 27 anos, a foto vai para a coleção de imagens que ela guarda do radialista em casa, mais precisamente, na porta do guarda-roupa. "A voz dele mexe comigo, as mensagens, o programa todo", afirma, eufórica.

O jeito de armazenar bem no estilo poster dos anos 90, segundo ela, é para poder olhar todos os dias para o ídolo."Além disso eu guardo os recortes de reportagens, revistas, jornais. Tudo que sai dele eu tenho. Escuto o programa há mais de três ou quatro anos, todos os dias, tanto o da manhã, quanto da noite", explica.

Campo-grandense, ela conta que já cansou de brigar com amigos que insistiam em falar com ela bem no horário do programa. "Agora eu durmo com o fone no ouvido, para dormir escutando a voz dele. Se alguém me ligar eu fico brava, muitos amigos já sabem", diz.

Mas nem só de mulheres é feita a fila de fãs de Lucas Lima. O moto-entregador Celso dos Santos, 42 anos, é outro que defende com unhas e dentes o radialista. "Corri aqui rapidinho para pegar o livro dele e um autógrafo. Lá em casa a gente ouve ele todo dia, as orações, as reflexões, gosto bastante da poesia também", pontua.

Já a dona de casa, Giselda Cristina Ferreira, 36 anos, estava na fila por causa do marido. "Se eu não viesse aqui ele me matava, inclusive, ele acabou de ligar para saber se eu já tinha chegado", conta.

Celso dos Santos era um dos poucos homens da filaCelso dos Santos era um dos poucos homens da fila

Fãs incondicionais do programa, os dois já se identificaram com problemas apresentados no ar e adoram as mensagens de incentivo de Lucas. "Uma vez, nós tivemos um problema de saúde e o que ele falou no ar combinou muito com o que vivíamos", acredita.

Para Lucas, todo esse carinho é uma recompensa do trabalho que ele desenvolve na rádio desde 1987. "Comecei no mesmo mês de inauguração da rádio Cidade. Sempre recebi muitas cartas e agora chega tudo por whatsapp. Já fiz muitos casais pelo Amor Sem Fim", brinca.

Praticamente o primeiro aplicativo de paquera de Campo Grande, o radialista recebe mensagens de gente que procura a cara metade e fala as qualidades do moço ou da moça no ar.

"Lembro de um médico que estava de plantão e ligou para a gente no estúdio. Nisso tinha uma enfermeira que estava na maternidade Cândido Mariano. Coloquei os dois em contato e um dia ele foi no estúdio me agradecer. Deu tão certo que eles casaram e tiveram duas filhas. Ganhei um whisky como agradecimento", diz, bem humorado.

Com dois programas no ar, de manhã e à noite, Lucas conta que o sucesso também tem seu lado ruim. Quando eu pergunto se tem muita fã exagerada, ele é direto. "É o que mais tem", ri.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.