A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

10/09/2016 07:15

Noivo e bombeiro, soldado usa farda e caminhão em ensaio pré-casamento

Paula Maciulevicius
Weverton e Kamilla fotografaram contando com a sorte. Caso tivesse alguma ocorrência, viatura seria deslocada. (Foto: Top Studio Fotografias)Weverton e Kamilla fotografaram contando com a sorte. Caso tivesse alguma ocorrência, viatura seria deslocada. (Foto: Top Studio Fotografias)

Weverton tem um ano de corporação, metade dele vivido ainda na academia. Quando ganhou as ruas, teve a ideia de unir a paixão pelo Corpo de Bombeiros e pela noiva, Kamilla, nas fotos do ensaio pré-casamento.

Veja Mais
Datilografado, pedido de casamento revelou primo apaixonado em 1980
Super-heroi, Pedro precisa de ajuda para continuar salvando a alegria da família

Numa manhã desta semana, ele vestiu a farda e foi até o 6º GB, no Parque dos Poderes, para fotografar. Correndo o risco, claro, de ver o caminhão ABT, usado no combate a incêndios, ser deslocado para atender uma ocorrência.

"Desde quando eu passei no concurso, já tinha essa ideia, de tirar a foto. E quando ela falou, bateu nossas ideias. Eu achei diferente, nunca tinha visto assim", conta o soldado do 7º SGB, em Chapadão do Sul, Weverton William Neris da Silva, de 23 anos.

Bombeiro uniu paixão pela noiva e pela corporação em ensaio. (Foto: Top Studio Fotografias)Bombeiro uniu paixão pela noiva e pela corporação em ensaio. (Foto: Top Studio Fotografias)
Para ela, homenagem também se estendeu ao pai, bombeiro aposentado. (Foto: Top Studio Fotografia)Para ela, homenagem também se estendeu ao pai, bombeiro aposentado. (Foto: Top Studio Fotografia)
Casal está junto há quatro anos, depois de se conhecerem na igreja. (Foto: Top Studio Fotografias)Casal está junto há quatro anos, depois de se conhecerem na igreja. (Foto: Top Studio Fotografias)

A motivação pelo ensaio temático, além de ser a realidade dele, tem a ver com ver um objetivo alcançado. "Gosto de ser militar e realizei o sonho de ser bombeiro, então achei interessante fazer assim", completa. "Por sorte, não teve ocorrência", brinca.

Ele e Kamilla se conheceram na igreja que frequentam. À época, Weverton era cabo do Exército. E por indicação do sogro, que falou do concurso, prestou a prova para ser bombeiro.

"Meu pai é bombeiro, já se aposentou e ele quem falou do concurso", conta a estudante de Odontologia, Kamilla Oliveira Correia de Souza, de 20 anos. O casal já está junto há quatro anos e de noivado, tem oito meses.

"Eu sempre gostei muito do militarismo e foi a primeira ideia que a gente teve. Não deixa de ser uma homenagem também ao meu pai, porque ele é o meu orgulho. Sempre foi uma vontade minha, eu falava: 'ainda vou casar com um militar' e vou mesmo", brinca.

Curta o Lado B no Facebook.

Ideia partiu dos dois e ensaio trouxe a essência de quem ele é para as fotos. (Foto: Top Studio Fotografias)Ideia partiu dos dois e ensaio trouxe a essência de quem ele é para as fotos. (Foto: Top Studio Fotografias)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.