A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

25/02/2013 09:19

O rapaz que deixou o body piercing para seguir o ofício tradicional de barbeiro

Anny Malagolini
Renan atende na varanda de casa. (Fotos: JOão Garrigó)Renan atende na varanda de casa. (Fotos: JOão Garrigó)

Aos 26 anos, o body piercing Renan Reggiani resolveu trocar de profissão. Deixou a estética dos estúdios de tatuagem e segue no sentido clássico, resgatando miúdas tradições, como o ofício de barbeiro.

Veja Mais
Astrologia védica mostra o futuro, mas também ensina a aceitar o destino
Como mágica, o amor encontrou o palhaço e romance vive liberdade em belas fotos

Adolescente ele já trabalhava com piercing. A pele, toda tatuada, é lembrança desse tempo. Mas como achar alguém que corte o cabelo como queremos não é um problema restrito às mulheres, um dia ele resolveu experimentar a função e há dois anos Renan começou pelo próprio cabelo. “Peguei a tesoura e comecei a cortar como eu sempre imaginei, e ficou do jeito que eu queria, fiquei surpreso”.

A descoberta fez o rapaz investir na profissão, mas de forma bem caseira. Renan assistia tutoriais no youtube, mas precisava ganhar experiência e lá estavam os amigos para servir de cobaia para o novo barbeiro.

Um deles é o biólogo Thom Rech, de 26 anos, que até hoje só corta o cabelo com o amigo. “Sempre cortei em salão, não é a mesma coisa. Agora só corto com ele e não é só porque é meu amigo não”, garante.

Os cortes “Tape Fade”, inspirado no estilo “Rockabilly”, populares nos anos 50, são os mais pedidos pelos clientes. São cerca de 30, a maioria jovem. No cabelo ou na barba, o valor é o mesmo, 10 reais.

Até o espaço foi criado por Renan para ser original. Apesar da caveira como adorno sobre a mesa de tesouras e outras ferramentas de trabalho, há detalhes clássicos de uma boa barbearia.

O ponto fica e uma varadas dos fundos da casa dos pais, mas Renan incrementa com elementos retro. A cadeira vintage, por exemplo, a alma do negócio, foi descartada por um barbeiro que estava fechando seu negócio. Renan conseguiu comprar a reliqueia por 400 reais. "No mercado ela chega a custar R$1.500,00", comenta.

O salão do novo barbeiro de Campo Grande fica na rua Santa Helena, 125, bairro Jacy.

Cadeira original de barbeiro foi um investimento.Cadeira original de barbeiro foi um investimento.



Parabéns pela atitude. É o que esperamos de todos nossos jovens. É uma pena que seu salão fica tão longe da minha casa.
No meu caso você cortaria por menos de 1 real, já que me chamam de "aeroporto de mosquito", rrrrsss!!!
 
Toninho Oliveira em 26/02/2013 08:17:17
Muito bom! Isso sim que é ter visão de negócios! Parabéns! Jovem empreendedor!
 
andreia nantes flores em 25/02/2013 23:43:33
Pago R$ 30,00 para cortar meu cabelo, num salão tradicional da Maracaju, perto do Extra, mas acho muito caro! Gosto de meu cabelo bem cortado, estilo social... Já aviso, experimentarei ir nesse jovem... Caso eu goste, viro cliente!
 
Danilo Aquino em 25/02/2013 21:02:13
Parabéns pelo secesso que vc prospere cada dia mais ...
 
Paticia lopes em 25/02/2013 16:29:38
Conheci o Renan e pude perceber sua paixão pelo seu trabalho e a força de vontade no desfile realizado ART STREET FASHION no CENTRO COMERCIAL POPULAR no ano passado. Aceitou o desafio de algo novo e fez cortes de cabelo ao vivo enquanto público assistia o desfile. Muito sucesso Renan!!!! É oque merece pessoas de garra e coragem!!!
 
LINDA SILVIA TUFAILE em 25/02/2013 15:00:25
ah Renan que orgulho, parabéns, fico feliz em saber que está se realizando profissionalmente. sucesso
 
natalia borges em 25/02/2013 13:58:13
Comungo do seu pensamento Luciene Lopes. Parabéns ao jovem! Tenho certeza que irá prosperar no ofício que escolheu.
Abraços
 
Daniel Santos em 25/02/2013 13:02:46
Sempre bom ler reportagens de jovens , que trabalham
Parabéns Renan!
 
Luciene Lopes em 25/02/2013 11:02:49
Grande Renan, tenho que marcar aquela consultoria de novo hein x)
 
Allison Barros em 25/02/2013 10:11:27
O bom é que se pode ficar a vontade no salão.. O kra da foto esta sem camisa.. Vai que a moda pega...?!!!! hehehhe
 
Robson Rodrigues Pereira em 25/02/2013 10:10:45
Que legal!! achei a iniciativa muito bacana e corajosa, mudar de profissão sempre é fácil mas desejo toda sorte e sucesso a ele, com certeza aparecei na barbearia para dar um tapa no cabelo e na barba.
 
Juliano N. de Almeida - Biólogo e Professor em 25/02/2013 10:08:27
Parabéns, gostei, vou indicar para meus parentes e amigos!
 
Renata Justino em 25/02/2013 09:50:56
Aí sim, hein, mestre!
 
Yan Marcel Rodrigues Araújo em 25/02/2013 09:35:53
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.