A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

08/02/2014 07:25

Para equilibrar energias, grupo trabalha com pedra, foto de animal e 8 moedas

Paula Maciulevicius
Juntos, os participantes trabalham objetivos e metas pessoais para equilibrar quatro áreas da vida. Juntos, os participantes trabalham objetivos e metas pessoais para equilibrar quatro áreas da vida.

“Meditação de Abundância”, o nome chama atenção. O anúncio diz que “a luz da lua cheia traz o poder da abundância e os grandes presentes, é a máxima expressão da magia e do amor”. Neste sábado e domingo, o grupo da organização Condor Blanco realiza dois encontros da tal meditação em Campo Grande, onde o objetivo é trabalhar sonhos e projetos pessoais.

Veja Mais
A pé, Tulia faz percurso de 10 km até biblioteca onde aprendeu a ser feliz
Passada "nuvem negra" que trouxe o câncer, rosa tatuada no braço une 4 mulheres

Vinda do Chile, a organização se define como uma escola de autoconhecimento. A líder do movimento na Capital tem dois nomes, de registro é Lizandra Salvadore, de seguidora da Condor, Yanima. “Não é religião, a gente gosta de deixar bem claro isso, não é ceita, é uma organização que tem sede no Sul do Chile. Nosso objetivo é formar seres integrais, é uma formação interna”, explica.

A meditação é realizada ao longo do ano e em 2014 a primeira acontece agora. Yanima conta que juntos, os participantes trabalham objetivos e metas pessoais dentro de uma cerimônia, usando elementos da natureza, além de música, meditação e dança. Tudo isso para equilibrar, segundo ela, as quatro áreas da vida: prosperidade, felicidade, cultura e liberdade.

Na Capital são poucos os participantes da organização Condor Blanco. Na Capital são poucos os participantes da organização Condor Blanco.

“Escreva seu projeto e divida. A pessoa tem que deixar claro o que ela quer na atividade”, descreve a responsável. No momento da meditação, é explicado que a vida se divide entre o profissional, a parte financeira e física, relações, cultura e viagens e por fim, a filantropia. “A meditação de abundância é uma vivência de autoconhecimento para unificar nossas energias e atrair abundância em todas as áreas da vida”, completa.

Aqui em Campo Grande são poucos os participantes da organização, um grupo relativamente fechado de mais ou menos 20 pessoas. Para o evento, já são mais de 35 participantes confirmados. 

O espaço da meditação foi escolhido a dedo, pela energia do local, informou Yanima. "Namastê”, na esquina das ruas Antônio Maria Coelho e Bahia.

Para participar é preciso se inscrever na hora. A meditação está programada para começar às 18h30, tanto no sábado, como no domingo. O valor da inscrição é de R$ 30. Também é preciso levar: uma pedra pequena, uma foto de animal, uma bandana e oito moedas para uso em determinada parte da cerimônia, de modo a representar uma área da vida.

“A pedra é a estrutura, a base, tem relação com o quadrante da prosperidade. A foto do animal é porque cada animal tem característica que pode apoiar nas nossas metas e as moedas, para trabalhar o fluir do dinheiro”, detalha Yanima.

A meditação será neste sábado e domingo, às 18h30. O telefone para contato é o 8132-1021.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.