A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

02/08/2014 12:24

Para ter a benção de Deus, 73 casais dizem "sim" em casamento coletivo

Luciana Brazil
Casamneto coletivo no Santuário Perpétuo Socorro. (Fotos: Marcos Ermínio)Casamneto coletivo no Santuário Perpétuo Socorro. (Fotos: Marcos Ermínio)
Elenílson e Priscila, juntos há quatro anos, queriam receber o sacramento. Elenílson e Priscila, juntos há quatro anos, queriam receber o sacramento.

A vontade de oficializar a união na Igreja Católica levou 73 casais na manhã de hoje até à Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Campo Grande. O casamento comunitário foi realizado em comemoração aos 73 anos de inauguração do santuário. A maioria dos pombinhos já divide o mesmo teto, mas segundo eles, sem o principal, a benção de Deus. Os noivos lotaram a igreja e até um telão precisou ser montado no Centro de Apoio aos Devotos para que parentes e amigos pudessem acompanhar a cerimônia. Para o reitor do santuário, padre Dirson Gonçalves, a satisfação é poder possibilitar a tantos casais o sacramento do matrimônio.

Veja Mais
Uber multado, reajuste de ônibus e cidade sob chuva bateram recordes nas redes
Do Corinthians ao canteiro de obra, zagueiro que virou servente tem nova chance

Entre tantos vestidos e buquês diferentes, a alegria tinha a mesma forma. A justificativa para o tempo perdido, vinha em coro, todos culpando a falta de oportunidade. “A gente se enrolou e acabamos deixando. Agora resolvemos aproveitar essa grande oportunidade”, disse o noivo Elenílson de Arruda Azevedo Leite, 30 anos. Há quatro, ele e Priscila são casados no civil e para ela será, a partir de agora, uma vida nova. “Agora muda tudo. Vamos estar ainda mais na presença de Deus porque nossa união está recebendo a benção Dele”, disse a noiva de 28 anos.

Entre os amigos e parentes a felicidade também era nítida. “Chorei quando vi eles entrando, foi maravilhoso. Ainda mais porque ela entrou com os dois filhos”, contou a designer Claudia Jussara da Silva, 44 anos, que acompanhava o casamento do primo. Há 25 anos casado no civil, o primo de Claudia sonhava em receber a benção na Igreja. “Eles sempre quiseram, mas nunca dava. E esse casamento está sendo muito bom. Mesmo com muita gente, esse é o seu momento, é muita emoção”, opinou a designer.

Reitor do santuário celebra casamento coletivo em Campo Grande.Reitor do santuário celebra casamento coletivo em Campo Grande.
Felizes, casais recebem o sacramento do matrimônio.Felizes, casais recebem o sacramento do matrimônio.

Ver o filho de 37 anos casar, depois de 11 anos morando junto com a mulher, foi a alegria da dona de casa Dalva Maria Claro Pires, 57 anos. “Eles fizeram um retiro para casais e isso despertou neles a vontade de casar na Igreja. Logo depois surgiu a oportunidade. Meu filho não tinha crisma, correu atras de tudo para poder estar aqui hoje”. Para amanhã, a família já programou um almoço onde irá festejar o casamento.

Alguns casais pareciam se emocionar mais com os juramentos de eternidade, outros, mais descontraídos, levavam o momento com mais sorrisos do que lágrimas. Talvez, o tempo de relacionamento ajude a deixar os casais "controlados", como disse a atendente Sonia Garib, 34 anos, que acompanhava o casamento da amiga. "Tem gente que chora, tem gente que ri, mas sei que o mais importante eles estão fazendo", disse ela.

Pela terceira vez a Paróquia realiza o casamento coletivo. Na primeira oportunidade, 32 casais disseram "sim", no ano passado, o número aumentou para 43 e agora 73 casais trocaram aliança.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.