A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

27/10/2016 06:10

Pedido de casamento dura 5h com pegadinha que levou até aliança na loja

Paula Maciulevicius
Casal na loja onde foi feito o pedido de casamento, no último sábado. (Foto: Arquivo Pessoal)Casal na loja onde foi feito o pedido de casamento, no último sábado. (Foto: Arquivo Pessoal)

Em uma semana deu tempo de Thomas planejar exatamente o que queria. Um pedido de casamento que realmente fosse surpresa e chegasse até a frustrar a noiva no meio do caminho. No sábado que passou, Maísa, a namorada, fez aniversário e de presente, ele que tanto falava do tamanho das alianças, chegou com um relógio.

Veja Mais
Astrologia védica mostra o futuro, mas também ensina a aceitar o destino
Como mágica, o amor encontrou o palhaço e romance vive liberdade em belas fotos

Depois de três anos juntos, a maratona do pedido começou às 8h da manhã, quando o casal acordou. "Ele foi fazendo um caminho na casa dele, com umas cartinhas: 'agora vai até a geladeira', 'agora até a máquina de lavar'", conta Maísa Lopes Gonzaga, de 23 anos. As dicas terminam no último local: o carro do namorado.

"Lá dentro tinha uma sacolinha da loja e eu achei que era a aliança. Abri e era um relógio, ele até notou a minha decepção", descreve. Como o assunto já era discutido entre o casal e a loja do relógio era a mesma das alianças de compromisso, a frustração foi enorme.

Thomas e Maísa junto da cúmplice, a vendedora Luana quem preparou tudo na loja. Thomas e Maísa junto da cúmplice, a vendedora Luana quem preparou tudo na loja.

"E essa era a intenção, ela achar que não ia ser dessa vez", comenta o namorado Thomas Almeida, de 26 anos. De propósito, ele combinou com a loja de deixar a pulseira do relógio larga para que Maísa precisasse ir para ajustar.

Entre encontrar o relógio, se arrumar e ir ao shopping, o casal chegou até o Norte Sul Plaza por volta das 13h. Lá, Thomas falou que precisava ir ao banheiro e Maísa seguiu, junto de uma amiga para a loja

"Fui entrar e a moça apontou: por gentileza, por aqui... E um caminho de pétalas de rosas até o balcão e lá tinha um buquê em cima, música de fundo e velas. Ali eu já perguntei: o que está acontecendo?", recorda. 

No balcão, recebeu um buquê de rosas e quando se virou, Thomas estava ajoelhado perguntando se ela gostaria de se casar com ele. "Ele tirou as alianças super nervoso, tremendo. Eu não estava acreditando, quase não consegui responder", conta.

Quem conhece a jovem sabe o quanto ela queria responder a essa perguntar. "É difícil hoje em dia as pessoas acreditarem no amor, no romantismo e quando se deparam com um gesto desse, ficam surpresas", avalia. 

Os dois se conheceram no feriado de 7 de Setembro, três anos atrás, depois que Maísa encontrou um velho amigo na conveniência e o chamou para ir até a casa dela. "Foi bem ao acaso mesmo, eu tinha saído recentemente de um namoro de cinco anos, estava na época da curtição", conta.

Thomas estava junto deste amigo e acabou indo parar na casa dela. O trio ainda saiu mais duas vezes até rolar o primeiro beijo entre os dois. "Meu sonho se realizou e agora é o próximo passo: da casa e do casamento", comemora Maísa.

Curta o Lado B no Facebook. 

Noivado chegou depois de três anos de namoro. Noivado chegou depois de três anos de namoro.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.