A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

05/11/2012 08:00

Por amor à filha, ele agora só anda descalço

Elverson Cardozo
Adriano Adames prometeu andar descalço por um mês. (Fotos: Rodrigo Pazinato) Adriano Adames prometeu andar descalço por um mês. (Fotos: Rodrigo Pazinato)

No dia em que decidiu andar descalço, o apicultor Adriano Adames de Souza, de 43 anos, estava dentro de um CTI (Centro de Terapia Intensiva), ao lado da filha de 2 anos, Luiza Lemos, que havia sido internada após apresentar um quadro infeccioso.

Veja Mais
Astrologia védica mostra o futuro, mas também ensina a aceitar o destino
Como mágica, o amor encontrou o palhaço e romance vive liberdade em belas fotos

Pela gravidade da situação e com suspeita de bradicardia – diminuição dos batimentos cardíacos, a menina, segundo os médicos, poderia ser submetida a uma cirurgia para colocação de marca-passo.

A notícia, como era de se esperar, abalou toda a família. Foi quando Adriano, no desespero, prometeu a Santo Expedito, "das causas justas e urgentes", que andaria descalço, no sol e na chuva, durante um mês, se a menina se livrasse do procedimento.

O alívio não demorou a chegar. O diagnóstico de braquicardia não foi confirmado pelos médicos. O problema de Luiza, que ainda está sendo investigado, refere-se a uma alteração no sistema nervoso central, o que pode ser controlado com medicação e até desaparecer com o tempo.

O pedido de intercessão ao santo foi atendido e a promessa começou a ser cumprida, acredita Adriano. “Na porta da Santa Casa eu tirei o sapato”, contou. Desde o dia 14 de setembro, ele anda 24 horas descalço, independente do local.

Da padaria ao supermercado, da fila do banco ao atendimento na operadora de saúde, tudo é feito sem sapatos. A penitência chama a atenção, mas ninguém, até agora, resolveu questionar o apicultor, ao contrário dos olhares desconfiados, que ocorrem com frequencia.

Da padaria ao supermercado, Adriano agora só anda descalço. (Foto: Minamar Junior)Da padaria ao supermercado, Adriano agora só anda descalço. (Foto: Minamar Junior)
Descalço, Adriano chama a atenção por onde passa. (Foto: Minamar Junior)Descalço, Adriano chama a atenção por onde passa. (Foto: Minamar Junior)

A esposa, diz ele, às vezes se vê na obrigação de explicar o porquê do marido andar sem calçados. “É um tanto curioso. Não é uma coisa normal”, reconhece. No início, a decisão causou estranheza até para a família. “Eles entenderam meu desespero e ânsia de ver minha filha curada, normal. Faria tudo de novo”, contou.

E não é fácil pagar promessa em Campo Grande, ainda mais na época em que os termômetros estão registrando, todos os dias, calor acima dos 35ºC. “É terrível porque parece que vai sair o coro. À noite incha”, comenta.

Na hora do trabalho, o sacrifício consegue se tornar ainda mais difícil. As abelhas, durante as colheitas de mel, não perdoam. As ferroadas são certeiras. “O máximo que eu uso, às vezes, é uma meia, na hora de trabalhar. Tem dias que a noite a dor é insuportável”, revelou.

Quem vê de fora, ao descobrir o motivo da promessa, tece elogios ao pai. Para a auxiliar administrativa Maria Regina Amaral, de 41 anos, Adriano Adames teve “um ato de muita fé”, pensando na filha, o que torna a decisão dele ainda mais louvável.

“Quando você acredita naquilo vale a pena”, disse. E não é só acreditar, destacou o apicultor. Quem promete tem que pagar. É o que pensa a secretária Maria Martins, de 47 anos.

Em tempo: Na quinta-feira passada Adriano embarcou para São Paulo em busca de algum diagnóstico sobre a doença da filha. Conseguiu embarcar descalço.

Pai recebe elogios na rua. (Foto: Minamar Junior)Pai recebe elogios na rua. (Foto: Minamar Junior)

Católica “desde que nasceu”, a única promessa que fez até hoje foi em decorrência de um acidente sofrido pelo filho, que fraturou as duas pernas. Se conseguisse se recuperar, rezaria o terço por uma semana, sem intervalo. 

O compromisso foi cumprido, mas ela pensaria duas vezes em fazer uma promessa como a de Adriano. “Acho uma atitude bela, mas não sei se teria coragem”, revelou.

A diarista Edinalva Avani Pereira, de 27 anos, que já fez promessa para conseguir um terreno, afirma que por um filho “vale tudo”, mesmo os sacrifícios considerados mais difíceis.

Maria Regina concorda e diz que, se fosse necessário, não se importaria com as consequências de uma promessa pensada no desespero. “A gente faz tudo por um filho. A saúde fica para depois”, comentou.

Promessas exageradas - É preciso cuidado na hora de fazer uma promessa. As exageradas podem colocar em risco a própria saúde. Para o padre Wilson Cardoso de Sá, de 48 anos, promessas como essa são decorrentes do que ele chama de “ignorância religiosa”, de uma fé muito simples, em que o contato com Deus acaba virando uma troca.

"O problema das promessas é quando ela se torna um toma lá da cá, uma barganha com Deus”, afirmou.

A igreja, explicou, não é contra penitênicas, mas orienta seus fieis sobre as decisões exacerbadas que podem trazer graves consequencias. Não é necessário, por exemplo, subir a escadaria de uma igreja de joelhos ou caminhar quilômetros para alcançar uma graça, garante o padre.

“Pior ainda é quando o pai ou mãe faz para o filho pagar. Não vou cortar o cabelo do meu filho por tantos anos, ele vai fazer uma caminhada...”, exemplificou. “Será que Deus quer esse tipo de coisa? De repente não. Independente disso, Deus ama, quer bem”, completou.




cada coisa que a gente tem que ver..
 
Rafael Santos em 07/11/2012 08:07:15
Concordo com a opinião do Fernando Silva.
 
Karine Nabhan em 07/11/2012 08:05:45
Parabéns pai, achei muito lindo o que vc fez pela sua filha...a 9 anos fiz uma promessa para nossa senhora aparecida, minha irmã morreu depois do parto, fiquei com medo de acontecer o mesmo comigo. então fiz a promessa, colocaria o sobrenome em minha filha de maria ou aparecida. ocorreu tudo bem hoje ela se chama''Gabrielly aparecida''. uma promessa simples mas a cumpri...muitas felcidades e saúde a vcs!!!
 
rosana almeida em 05/11/2012 22:33:33
Entendo a atitude desesperada do pai, mas concordo com o Padre. Não devemos barganhar com Deus, pois Ele não nos deve e nunca nos deverá nada, tudo o que fazemos ou damos a Ele através da igreja é em gratidão ao que Ele já nos deu, e não por interesse, "Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie" Efes. 2:8-10. Deus concedeu a cura à criança, talvez por que esse era o Plano de Deus, talvez pela fé de seus pais, mas com certeza a promessa feita não é exemplo de fé."A fé é a certeza das coisas que se esperam e a convicção dos fatos que não se vêem" Heb. 1:1. Se temos tamanha fé, não temos por que vincular a benção a uma "penitência/pagamento", apenas pedimos a Deus e acreditamos que Ele nos concederá.
 
Thiago Ferreira em 05/11/2012 20:49:59
Troca é o que muitas das religiões fazem pedidindo dinheiro aos fiéis, em troca de promessas mentirosas. Parabens ADRIANO ADAMES, eu sei como é se doar ao amor de um filho. Ja fiz promessas na PERPETUO SOCORRO, recebi tantas graças DEUS sabe do seu CORAÇÃO E CONHECE SEUS PENSAMENTOS E SEUS PROPOSTOS.
 
Lenine Ferreira em 05/11/2012 18:55:53
Pai heroi e corajoso, admiro muito! Tambem tenho duas filhas, e o que a gente mais preza é a saude delas. Tenho certeza que naquele momento ele nem pensou em como iria pagar a promessa ele queria so a saude de seu filho. Que Deus abençoe vc e sua familia. Parabéns pela atitude. A fé move montanhas. Tenho certeza!
 
Silvana Cavalheiri Alberton em 05/11/2012 15:13:25
parabenss só sendo pai e mãe para um sacrificio desses!meus filhos ja são adultos mas faria o mesmo ou sacrificio maior tmbm! pela saúde e vidas deles. que Deus te abençoe sempre junto a ela.
 
edneia braga em 05/11/2012 14:45:08
FÉ não se discute apenas Vive-a, o que pedires com Fé, lhe atenderei.... Não barganhe a sua Fé, pois DEUS não aceita. O importante é que o papai pediu ao PAI e foi atendido, não importa o que ele ofereceu o andar descalço, tanto faz andar calçado pois DEUS não irá puní-lo papai. No momento do desespero prometemos o mundo e o fundo, mas DEUS que é Pai Misericordioso não exige nada em troca, apenas a nossa fidelidade.
 
Loenir Gomes de Arruda em 05/11/2012 14:30:00
parabéns a este pai que Deus e Nossa Senhora lhe carregue no colo neste periodo tão delicado de suas vidas,e não liga para o que o povo diz e sim o que o seu coração diz.
 
MARIA ELIZABETE em 05/11/2012 14:10:09
Religião é uma coisa, superstição é outra. Não repreendo o amigo... mas certamente fazer algo pelo social seria melhor visto, creio eu.

Agora, a opinião do Fernando Silva é péssima!
 
Bergo de Almeida em 05/11/2012 13:44:36
Os meus pedidos SEMPRE foram atendidos - alcancei todas as graças com muita fé em Nossa Senhora Aparecida - Eis o mistério da fé...
 
JOÃO CARVALHO em 05/11/2012 13:16:31
Apesar de tudo, o sentimento dele pela filha não deixa de ser lindo...
 
Erick Matrinez em 05/11/2012 13:08:24
O mesmo ser humano que enaltece a deus como benevolente, acredita que esse deus precisa de sacifício para fazer um favor. É o deus da troca então? No mínimo confuso...
 
Erick Martinez em 05/11/2012 13:06:55
Sou evangélico, mas fiquei emocionado ao ler este testemunho de fé deste Pai!
Afinal de contas, acreditamos no mesmo Deus... Vale ressaltar que este é o segredo do milagre: Pedir; Acreditar; Esperar e Receber!

 
Thiago Assis em 05/11/2012 12:57:52
parabens para este pai pelas minhas filhas faria a qualquer promessa a fé dele foi inabavavel


 
sueli gomes sousa em 05/11/2012 12:45:13
Lamentável é criticar os outros... Medidas desesperadas são tomadas quando se ama
 
Helen Rangel em 05/11/2012 12:11:51
Padre nunca entender por não ter filhos? Segundo a carne não, mas tem muitos segundo o Espírito (ou seja, os fiéis nas Missas)! E mais: padres não nascem por "geração espontânea", mas também têm um pai e uma mãe em quem se espelhar para dar conselhos às famílias! Por isso que antigamente os seminários católicos não aceitavam candidatos ao sacerdócio nascidos de mães solteiras ou mesmo órfãos; não por preconceito, mas para garantir um clero capaz de orientar bem as famílias, outrora numerosas e bem formadas, ainda que pobres.
E fé não é sentimento, nem se tem por via sentimental, é adesão racional à verdade sobrenatural revelada. O padre da matéria, apesar dos pesares, foi fiel a esse princípio, e em nenhum momento ele criticou o amor e zelo do pai pagador de promessas...
 
Marcel Ozuna em 05/11/2012 11:51:52
Com certeza Deus ouviu a aflição desse pai,abençoando sua filha,qua Deus maiór esteja sempre protegendo essa criança e abençoando não só o pai, mas tbm a mãe,pela fé que eles tem ,e esse padre que falou um punhado de besteiras,saiba que: A fé remove montanhas.se sua fé for do tamanho de um grão de areia,removeras o monte daqui para lá.
 
Teresa Moura em 05/11/2012 11:00:47
Vc agradeceu primeiramente a Deus ??? Claro que não né....
 
marcos smoliak em 05/11/2012 10:25:10
DEUS abençoe a sua família, parabéns pelo seu ato de nobreza, para muitos que tratam como “ignorância religiosa”, para mim tem a definição de fé, onde se apega ao criador onipotente brigando contra a ciência e contra todo mundo que só acredita no que vê.

 
PAULO CRUZ em 05/11/2012 10:16:10
Com um padre insensível desses, ninguém precisa de inimigos hein!
O pai simplesmente se desesperou... O padre nunca vai entender, ele não tem filhos!

Adriano, Deus conhece o que vai no seu coração... Fica gells! rs
 
Liziane Berrocal em 05/11/2012 10:07:25
Porque pela graça sois salvos...Efésios 2:8
Amigo, é admirável a manifestação de fé em um mundo tão materialista, mas é preciso atuar com entendimento, como disse o padre da entrevista, senão, uma coisa tão essencial pode cair em descrédito e com razão. JESUS disse "eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos" SE VC O BUSCAR, como Ele requer, verás..., independente da dor, ... QT felicidade terás!!!
 
elias antonio pereira em 05/11/2012 10:05:35
Sou pai de uma menina de 3 anos e faria o mesmo por ela. Parabéns PAI. Coragem, força e felicidades junto a sua garotinha.
 
Alexandre de souza braga em 05/11/2012 10:00:46
Isso é coisa que um padre fale? Ignorante é ele que ao inves de dar apoio ao fiel o critica falando sobre sua fe e ate msm das demais pessoas...........santa paciencia com esses padres
 
Elizabette Barcelos em 05/11/2012 09:51:51
Realmente foi a sua promessa que fez sua filha ser "saudável". Experimente outra promessa para essa condição dela se curar totalmente deixando-a sem ir em um hospital. Francamente. Religião é lamentável.
 
Fernando Silva em 05/11/2012 09:28:11
O padre da entrevista poderia ter dado um foco mais espiritual sobre essa questão de promessas. O problema pode ser nem tanto com a saúde física do fiel, mas com a saúde da alma.
Uma mortificação de sentidos (é o nome mais correto para esse tipo de gesto) por penitência ou gratidão a uma graça alcançada, é um bom costume que remonta aos monges do deserto dos primeiros séculos da era cristã. Mas muitas vezes pode induzir a pessoa à vaidade e ao orgulho.
Claro, o Antônio não teve má intenção, foi movido por um amor extremo ao próximo (no caso, a filha) para fazer isso. Mas o melhor, antes de rezar propondo-se "pagar uma promessa", é consultar um padre confessor para saber se convém fazer a mortificação. Às vezes, uma caridade aos pobres satisfaria mais a Deus e faria melhor à alma do fiel.
 
Marcel Ozuna em 05/11/2012 09:20:55
o seu ato foi nobre pai, eu faria o mesmo pela minha filha, parabens
 
vanderlei duarte em 05/11/2012 08:31:01
Parabens Adriano, tenho um filho de 3 anos que e a minha vida, tbem faria de tudo, o possivel e tentaria tbem o impossivel se precisasse para ve-lo curado. Gracas a Deus ele e uma crianca saudavel, mas se precisasse agiria da mesma forma, que Deus abencoe sua pequena.
 
Micheli Lima em 05/11/2012 08:19:05
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.