A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

28/07/2015 12:20

Precisa de uma roupa? Então pegue de graça em cabides na Praça do Rádio

Paula Maciulevicius
Roupas penduradas na Praça chamavam atenção. (Foto: Marcos Ermínio)Roupas penduradas na Praça chamavam atenção. (Foto: Marcos Ermínio)

Na manhã desta terça-feira a grade do parquinho da Praça do Rádio Clube exibia amor em cabides. As três calças e duas camisetas estavam à disposição de quem precisasse, junto do aviso no banner: "pegue ou deixe seu amor (também conhecido como agasalho) aqui neste cabide".

Veja Mais
Despedida dominou a web na semana em que todo mundo coloriu de verde o coração
Datilografado, pedido de casamento revelou primo apaixonado em 1980

A ideia vem do movimento "amor no cabide", que convida quem puder doar agasalhos em bom estado e quentinhos em pontos espalhados pela cidade. O projeto nasceu em Porto Alegre, mas já se estendeu a vários outros municípios. No Facebook do "amor no cabide Campo Grande", a descrição fala que este é um movimento para adesão da população: doe amor através de agasalhos em bom estado e quentinhos. O objeto é espalhar cabides pela cidade e promover a doação a quem mais precisa. 

Pegue ou deixe seu amor (também conhecido como agasalho) aqui neste cabide, diz banner. (Foto: Marcos Ermínio)Pegue ou deixe seu amor (também conhecido como agasalho) aqui neste cabide, diz banner. (Foto: Marcos Ermínio)

Semelhante à ideia da praça, Campo Grande recebeu em junho a ideia do "Lojinha 0800", movimento que reuniu doadores de roupas, calçados e agasalhos nos arredores da antiga rodoviária. O projeto tem bis e uma nova edição acontece neste sábado, a partir das 15h, no mesmo lugar, na Rua Dom Aquino, 764.

Para fazer o "Amor no Cabide", basta só colocar roupas em cabides e pregar o bom senso, para que os mais necessitados se apropriem das doações. O passo a passo inclui:

- Escolha um ponto.

- Pegue um cabide.

- Separe algumas peças quentinhas (vale tudo que aquece).

- Faça uma plaquinha.

- Pense em uma forma para prender os cabides e as plaquinhas no ponto selecionado (usamos presilhas de plástico).

- Espalhe a ideia para mais pessoas.

Na Capital, o projeto se organiza pelo Facebook, e distribui pontos de arrecadação, siga a ideia lá clicando aqui.

Para fazer o Amor no Cabide, basta só colocar roupas em cabides e pregar o bom senso, para que os mais necessitados se apropriem das doações.(Foto: Marcos Ermínio)Para fazer o "Amor no Cabide", basta só colocar roupas em cabides e pregar o bom senso, para que os mais necessitados se apropriem das doações.(Foto: Marcos Ermínio)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.