A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

27/03/2014 06:56

Primo faz maratona para reunir vídeos de artistas e fazer jovem sorrir

Anny Malagolini
Estephanie e o primo, Rafael. Estephanie e o primo, Rafael.

Enfrentar um câncer exige muito de todo mundo, não apenas do paciente. Mas Stephanie Shimabukuro, de 24 anos, tem sorte. 

Veja Mais
Datilografado, pedido de casamento revelou primo apaixonado em 1980
Super-heroi, Pedro precisa de ajuda para continuar salvando a alegria da família

Rafael Talamask é daqueles primos que poderia ser irmão. Também cumpre todos os requisitos de um melhor amigo. Para alegrar a prima, fez uma maratona e conseguiu que artistas como Caio Castro, Zeca Camargo, Luciano Huck e até o jogador Neymar, gravassem vídeos com palavras de apoio e esperança em relação ao tratamento.

Ele trabalha com produção de eventos, por isso fez contatos no meio artístico nacional, conheceu gente famosa e assim levou a história da prima até eles. Os vídeos são encaminhados a Rafael por whatsapp e dali, vão direto na página de Stephanie no Facebook. As mensagens falam do poder da fé e desejam força.

O primeiro foi gravado, nada mais, nada menos, que pela estrela pop do momento. Anitta fez a homenagem no dia 14 de dezembro do ano passado, quando veio a Campo Grande.

Há mensagens do apresentador Rodrigo Faro, da panicat Nicole Bahls, das atrizes Sophie Charlotte e Giovanna Lancelotti. A lista é poderosa, tem ainda os músicos Michel Teló, Luan Santana, Gustavo Lima, João Neto e Frederico, Thiaguinho, Thaeme e Thiago, Cristiano Araújo, Restart, NX Zero, Lucas Lucco, João Bosco e Vinicíus.

A ideia de Rafael não é muito audaciosa, ele só quer ver a prima sorrir a cada vídeo postado. "Ver ela sorrir faz dos meus dias melhores."

Para Estephanie, o que mais vale nem é a dimensão do sucesso do artista em questão, mas o que foi dito. "O vídeo mais importante foi o de Maria Cecília e Rodolfo", comenta a jovem tímida e de bem poucas palavras.

"Fiquei mais feliz e o emocional ajuda no tratamento", avalia Estephanie. Depois de 4 anos de luta contra a doença, ela ainda faz quimioterapia, mas de forma mais leve, e os cabelos que perdeu ao longo do tratamento voltaram a crescer.

Ela tem formação em Recursos Humanos, mas passa os dias em casa, sem exercer a profissão. "Ela não pode trabalhar por conta da doença, está com ossos fracos e qualquer esforço cansa muito", explica Rafael. 

Então, os vídeos são a forma de animar o seu cotiano. "Agora a gente brinca com ela, falamos que está famosa e ela se diverte", comemora o primo.

Rafael continua na ativa e adianta que está preparando mais surpresas para Estephanie. “Ainda tem os artistas que vão se apresentar na Expogrande”, comenta.

Para assistir aos vídeos, clique aqui. 

Vídeos também foram divulgados no Instagram de Estephanie. Vídeos também foram divulgados no Instagram de Estephanie.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.