A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

01/11/2013 06:25

Rádio tira sarro de gordinhos e abre polêmica sobre limite entre piada e ofensa

Ângela Kempfer
Foto de gordinho no Facebook em postagem sobre enquete.Foto de gordinho no Facebook em postagem sobre enquete.

Quando novamente o humorista Danilo Gentili provoca ira nas redes sociais por ter chamado uma doadora de leite de “vaca”, por aqui o debate sobre o limite entre os conceitos de “piada” e “ofensa” ganha repercussão graças à enquete de emissora de rádio de Campo Grande.

Veja Mais
Astrologia védica mostra o futuro, mas também ensina a aceitar o destino
Como mágica, o amor encontrou o palhaço e romance vive liberdade em belas fotos

Na página pessoal do locutor Robson Ramos, apresentador do Bom Dia Mega, ontem ele anunciou a pergunta do dia seguinte “Considerando que Campo Grande é a capital dos gordos, segundo reportagem recente do Fantástico, você diria que reduzir o valor da passagem de ônibus apenas para magros poderia servir de estímulo para que os campo-grandenses façam regime e percam peso? Você concorda que gordo(a) ocupa mais espaço e causa maior desgaste ao transporte coletivo e por isso deveria pagar até mais para andar de ônibus?”.

Sem medo de ser politicamente incorreto, fez outra postagem ainda pegando no pé dos gordinhos, mas também tirando um sarro da administração Alcides Bernal que ainda não conseguiu reparar danos em avenida movimentada da cidade.

“Você acha que a Prefeitura deveria proibir a passagem de gordos(as) pela Avenida Norte Sul para evitar o risco de desmoronamento? A medida deveria atingir apenas os obesos motorizados ou a vibração causada por um gordo a pé também pode comprometer a segurança da Ernesto Geisel?”

Duro é quando ninguém acha graça do humor. Pelo menos no Facebook as reações foram as piores. “Cara, que idiotice, seu babaca, porque não poupa o mundo dá sua existência, pule do pontilhão”, atacou uma seguidora, com reforço de mais gente indignada. “Acho que a Prefeitura deveria proibir a passagem de imbecis por lá. Tem muita gente que ia ser barrada.”

Uma pessoa até tentou amenizar “Isso é uma piada”, mas a resposta foi imediata. “A piada com gordo vale então? Nossa, que graça, um prêmio pra vocês que adoram piada com gordo. Pode isso?”

Página de Robson no Facebook.Página de Robson no Facebook.

Para Robson Ramos, o propósito é bom, arrancar um sorriso da cara sisuda das pessoas. “O Bom Dia Mega é um programa de humor, que provoca as pessoas com frases e pensamentos sem noção”, admite.

Em defesa dos que apelam para o “politicamente correto”, ele argumenta que, neste caso, está “zoando” dele mesmo. “Também sou gordo. Meu peso oscila entre 112 e 120 quilos. Por trás da brincadeira, tem o fato de estar sendo arriscado passar pela Norte Sul”, justifica.

Robson conta que já perdeu até amigos com as brincadeiras matutinas. Um dia, tirou sarro do “apego” do vereador Chocolate com o prefeito Alcides Bernal e nunca mais conversou com o parlamentar. “Por trás da piada havia a critica sobre o fato de que vereador deve fiscalizar o prefeito e não servi-lo com motorista. A piada custou uma amizade. E olha que meu filho segurou a Bíblia no casamento do Chocolate”, comenta.

Segundo ele, o que mais gera confusão entre os ouvintes é piada de futebol e com referência religiosa. “Irrita um ou outro evangélico mais radical. Mas o espaço para a réplica ameniza o impacto. O cara liga e diz que não gostou ou manda torpedo.”

Apesar dos xingamentos no Facebook, ele não se arrepende e recorre até a Jesus. “Fiz teologia, além de Jornalismo e Direito. Digo que Jesus era piadista também. Ele se referiu aos líderes religiosos como sepulturas caiadas, bonitinhas por fora e podronas por dentro”.

Ele garante que tem gente que gosta do tipo de humor feito pela rádio. "Tenho um ouvinte que é cego e ficou feliz da vida por ganhar o apelido de Kid Bengala".




Calma gente. A Dilma vai lançar o Bolsa Academia.
 
ORLANDO SANTOS em 02/11/2013 05:57:49
Fazer piada com o oprimido é um humor pobre, pouco inteligente, clichê.. Sobre isso, um texto muito interessante:

http://www4.cinemaemcena.com.br/diariodebordo/?p=3301
 
Tiago Martins Pitthan em 01/11/2013 15:53:45
Dilma assina decreto que proíbe quaisquer manifestações de riso, eis que sempre haverá alguém para ser o alvo das risadas e isso é bullying!
Notícia do JN em breve se as pessoas continuarem tão chatas
 
Gabriel Freitas em 01/11/2013 14:22:39
Júnior Silva, se todos os gordinho processarem a Mega, nenhum vai ganhar.
 
Gabriel Freitas em 01/11/2013 14:20:59
Fazer piada de gordo não pode, mas mandar o cara pular do pontilhão e morrer pode.....//// Pode também chamar o cara de imbecil, mas não pode fazer piada de gordo........ /////// tá certinho, como sempre, a hipocrisia reina.......
 
Antonio Cesar em 01/11/2013 13:58:31
Uns comentaram que tem saudades de Chico Anísio (que realmente era um gênio), mas esquecem de que o próprio Chico Anísio fazia piadinhas de gay's por exemplo. Se fosse hoje, falariam que o Chico Anísio era homofóbico. ///// Falaram ainda que tem que ajudar os gordinhos que não podem pagar "spá" ou academia, mas o problema não é Não poder pagar, e sim a falta de força pra fazer os exercícios perder peso.
 
Antonio Cezar em 01/11/2013 13:54:07
Nossa nada ver isso que ele falo... Sem noção de tudo , "piada é piada" mas isso ai
ja virou meio que discriminação.. Q Absurdo grande "locutor" este senhor.. É pra acaba viu
 
monica benites em 01/11/2013 13:51:14
Então olha vamos parar de falar de políticos , de GORDINHOS , de gravidas , pessoas que amamenta e Vanessa Camargo também. Pow , sou publicitário e a" democracia" é o nosso direito . Regime militar acabou em 1985 gente , temos coisas melhores para se preocupar . # Acorda gigante , vamos atrás das coisas que vai trazer realmente valor a nós brasileiros
 
Mauricio Augusto em 01/11/2013 13:44:20
O problema é que ao fazer esse tipo de piada em um meio de comunicação, faz parecer que é lícito e até bonito fazer piadas inconvenientes, o que incentiva esse comportamento nas massas.

Aliás, qual o limite entre piada e crime? Até uns tempos atrás, usar termos pejorativos contra afro-descendentes era "piada", hoje é crime. Hoje em dia, contra asiáticos ainda é "piada". Bullying era considerado piada. Perseguições e humilhações no trabalho era piada.

E porque a pessoa sente-se ofendida ela é sisuda e de mal com a vida? Essa descrição deve ser atribuída a quem precisa humilhar terceiros para rir e sorrir, pois não conseguem fazê-lo com o azul do céu, o canto dos pássaros e da família.

Então, aos defensores da piada, no dia em que forem humilhados publicamente, lembrem-se, é só uma piada.
 
Guilherme Arakaki em 01/11/2013 13:42:57
Isso é uma falta de respeito com os outros se ele acha isso guarda pra ele, eu acho que o melhor a fazer é todos pararem de escutar o programa dele e com isso ele vai aprender a não falar bobeira..
 
Ricardo Oliveira em 01/11/2013 12:33:42
Tudo tem limite,a partir do momento que a piada passa a ofender a parte contraria isso passa a não ter graça e diminuir o humorista,passa a imagem que o humorista não tem capacidade de fazer os outros rirem.
 
marcos cesar em 01/11/2013 12:18:37
eh tem q abolir td tipo de piada de gordo,mulher ao volante,de portugueses, de mulher loira, de negro, cara!!!preconceito esta na cabeça de quem eh franco...mais hj em dia eh assim td se resume em abuso,bullin....
 
maria helena ferreira em 01/11/2013 11:04:22
Sou gordo, não ouvi a piada, mas achei engraçada ao ler a matéria. Mistura piada com critica. É para rir, sentiu-se ofendido não ouve, o problema é que vão privar quem gosta de liberdade de expressão e piadas por mente pequena que não entende. Lamentável.
 
Vinicius Medeiros em 01/11/2013 10:56:39
Sr. Helio Guedes, não perca seu tempo ouvindo rádios com esse tipo de notícias, melhor escutar outras rádios, com noticias bem mais interessantes.
 
jose carlos em 01/11/2013 10:52:02
A melhor defesa é o ataque. Se esse tal radialista é gordo, ele nunca se aceitou e, pra disfarçar, faz piadas de gordos.Por que não faz uma campanha e ajuda as pessoas que precisam emagrecer e não podem pagar uma academia e nem ir pra um SPA,como certa pessoa disse? Eu não perco meu tempo ouvindo esses "programinhas". Ocupo minha cabeça com coisas importantes. Que saudade do Chico Anizio!
 
TEREZINHA ANTUNES em 01/11/2013 10:51:43
Quanta gente de mal com a vida, o humor não deve seguir essa linha idiota do "politicamente correto", parabéns ao radialista por ter conseguido sair dessa linha estúpida e aos gordinhos (as) que se sentiram ofendidos, vão pra um spa tenho 130gk nem ligo kkkkkkkkk.
 
Reny miranda em 01/11/2013 10:35:01
Torço pra que essa onda do politicamente correto seja algo passageiro. Não aguento mais esse pessoal se fazendo de vítima por causa de uma piada.
 
Leandro Batista em 01/11/2013 10:09:26
Quanta gente de mal com a vida, o humor não deve seguir essa linha idiota do "politicamente correto", parabéns ao radialista por ter conseguido sair dessa linha estúpida e aos gordinhos (as) que se sentiram ofendidos, vão pra um spa!
 
Lucas Sarcozi em 01/11/2013 09:55:38
Império do Grotesco entreter as pessoas moralmente sadias com o sarcasmo de frases infelizes, insanas e praticar bullying em plena campanha de educação sobre o tema. Estou muito feliz em ser gordo, obeso, mórbido e outras frases infelizes imorais. Caso a ser estudado psicótico, pessoa non sense e boicotado, já não perdia meu tempo em academias com pessoas drogadas, famintas, demasiadas fisiculturais e bombadas com suplementos shakes importados sem registro. Infeliz deste personagem tolo, num mundo bipolar e drogado, para mim serei menos 11 pessoas a ouvir está rádio, comentários deste e pessoas sem noção da realidade. Num mundo onde tentamos pregar o amor ao próximo ficam escondidos atrás de suas fraquezas depreciando pessoas. Isto revela o quanto é inútil e pobre moral deste tolo.
 
carlos alberto catalani em 01/11/2013 09:54:09
Sou gordo, faço piadas sobre peso e tudo mais. Porem, nem todas as pessoas com problemas de obesidade conseguem levar no humor. Uma coisa e fazer piada comigo mesmo ou com um amigo, outra coisa e fazer uma piada sobre milhares de pessoas sobre uma doença muito seria, a grande maioria diz que nao liga para as brincadeiras mas no fundo magoam e pode causar uma depressão que é outra doença perigosa, ja nao basta as piadas de infancia, ja nao basta nao caber em uma roupa que gosta, as pessoas olhando com desprezo, nao conseguir um emprego por causa do seu peso, a sociedade se sentir superior a um gordo???? e outra coisa as pessoas acham que gordo nao sabe que e gordo, todos sabem nao precisa ficar lembrando de hra em hra.
Respeito em primeiro lugar independente de qualquer coisa.
 
Gilnei de Oliveira em 01/11/2013 09:47:04
um cara que se diz tão culto que só fala bobagens....
 
Maud Teixeira em 01/11/2013 09:38:34
O cara pode até ser gordo e achar que tem direito de zombar com os outros gordos. Ele é gordo e aceita, mas tem muita gente que sofre com os quilos a mais, que sofre preconceito, com inúmeras doenças relacionadas à obesidade, que lutam para conseguir emagrecer, que não conseguem um relacionamento, então algumas pessoas não levam na brincadeira da mesma forma, pois a visão de obesidade é diferente para cada pessoa. Tem quem aceite e tem quem sofra com isso.
 
Fernando Valença em 01/11/2013 09:29:27
O fim justifica os meios, vale tudo pela audiência, inclusive o escracho, o desrespeito e o ridículo.
 
Fernando Valença em 01/11/2013 09:24:11
Não gosto de nenhum tipo de piada que tenha a intenção de ofender a pessoa, existem outras formas de fazer humor sem denegrir. Assim como tem outros meios de chamar a atenção para esta questão de obesidade.
 
KELLY CRISTINA DA SILVA FERREIRA em 01/11/2013 09:18:06
Assuma a Bobagem (Pra não dizer outra coisa) que vc fez, Sr. Jornalista, Desculpe-se e pare de fazer coisas do tipo.
Simples assim, para de tentar justificar o Injustificável.
 
antonio lucas em 01/11/2013 09:11:26
Não venha falar que também é gordo e por isso tira sarro.
PRECONCEITO É PRECONCEITO não importa de quem venha, gordo, magro, alto, baixo, branco, negro, amarelo ou cor-de-rosa... tanto faz!!!
O pior preconceito é de pessoas que se dizem iguais como o radialista
" ah faço piada de gordo porque sou gordo".
Como tem uma profissão que pode incitar discussões faça com que seja temas construtivos e não as idiotices que são faladas no rádio e televisão.
Por causa desse tipo de "cidadão" - se é que se pode chamá-lo assim - é que o Brasil é o país do FUTURO e não do PRESENTE.
 
Nadia Santos em 01/11/2013 09:08:03
O sucesso incomoda, piada de português pode, show do Ari Toledo, do Magela, do Tom Cavalcante é caro e pode.
 
João Tomas em 01/11/2013 08:58:14
Seis tem tempo ne... eu sou gordo e to mais que acostumado a receber piadas... nao é uma piada que vai me fazer menos que ninguem... o que mais me indigna e que ninguem nesse mundo nunca fez uma piada com a pessoa do lado ne... mas como a piada ai foi no facebook e a do Gentili na TV ta todo mundo se sentindo revoltadinho... Vao trabalhar que seis ganha mais.
 
Andre Luiz em 01/11/2013 08:25:15
Hoje em dia não se pode fazer nenhuma piada, que todo mundo acha ruim, já mete processo e já se fala em bulling, as pessoas perderam o bom senso, o bom senso em saber quando esta brincando e em rir das coisas, poderiam se preocupar mais com outras coisas mais importantes, se continuar assim daqui uns dez anos, não vai existir piadas e vamos todos ser carrancudos, mal-humorados por que não se pode falar mais nada! Parabéns ao Robson, ao seu Inácio, ao Reinaldo e a Jessica que todo dia alegra nossas manhãs, com o único programa que nos faz dar umas boas risada logo cedo!!!! Diferente dos outros, que só fala de politica, só fala de bernal... já faz mais de um ano que o papo é só esse e estamos cansado de tanta politicagem
 
kamila Rezende em 01/11/2013 08:22:22
Isso é uma falta de respeito. Independente se ele é gordo ou não há pessoas que se ofendem com isso. Eu já me machuquei na catraca do ônibus, pense no meu psicológico. Fiz redução de estômago 60 quilos emagreci em dez meses e outra vida gordo sofre na sociedade que vivemos. .. agora fazer umas piadas dessas cara totalmente sem noção. .. um B.O e um processo seria bem-vindo.
 
carla Cristina em 01/11/2013 08:19:12
Concordo com o Felipe, não gostou troca, não acho errado fazer piada de coisa alguma, acho que se voce tiver uma boa tirada e ela vier na hora certa, coloca pra fora, mas o nosso amigo precisava de boas piadas, tem que produzir um material melhor, se a piada é boa e todo mundo ri, ninguem pensa no preconceito, agora se a piada é ruim, vai todo mundo virar para o outro lado e aí aguenta, no caso deste locutor, tá terrível, as piadas são muito ruins, tem que comprar um livrinho de piada e ler ao vivo, vai ser melhor do que ficar inventando coisa besta.
 
Maximiliano Nahas em 01/11/2013 08:18:13
Bom dia...Isso é bullying, quem assistiu o programa “amor e sexo” na emissora Globo ontem pode ver muita coisa sobre esse assunto..a apresentadora levou homens que se acham feios, e elegeu o homem mais feio do Brasil, o ator ALEXANDRE NERO, NÃO QUIS VOTAR DISSE QUE ISSO, MESMO SENDO LEVADO COMO HUMOR, FERE A ALMA DA PESSOA.. FERNANDA LIMA FALOU SOBRE GORDINHOS E ANÕES, E NO FUNDO TODOS SE SENTEM OFENDIDOS, MESMO QUE FAÇAM COM HUMOR...PORTANTO SENHOR RADIALISTA EMBORA VC ESTEJA ACIMA DO PESO COMO DISSE, ANALISE SEUS SENTIMENTOS MAIS ÍNTIMOS SEM FALSIDADE E PENSE BEM ANTES DE FAZER SUAS ENQUETES ...
 
DEUSA SOUSA em 01/11/2013 08:11:20
Pior de tudo e o cara achar que fazer piadas com coisa séria vai ajudar em alguma coisa,é só ver o caso de muitas pessoas que tem doenças por causa disso,ja não basta as pessoas com problemas de verdade,ai vem um sem noção achar que e bonito ofender as pessoas de bem!!
Lamentável,Campo Grande precisa urgente rever os conceitos de educação e cidadania!!
 
Franciele Jung em 01/11/2013 08:10:42
Fico triste em ver um profissional da qualidade que tem o Robson apresentando uma porcaria como esse programa, com os outros apresentadores sofriveis um sujeito e uma mulher anarfa. Eu tentei ouvir mais de uma vez porem nada havia de aproveitável, somente um amontoado de asneiras. Alem disso, fica uma tal de mega, mega, mega, a todo momento como uma lavagem cerebral. Professor Robson, comece a apresentar um programa a altura de sua capacidade e deixe essa para os enganadores de velhinhas.
 
Horlando P. de Mattos em 01/11/2013 08:08:54
Eu não tinha visto essas ainda hahahah... Mas vamos la... então pode chamar gordo de gordo é ofensa, mas magros sempre foram chamado de palito, vara-pau, chassis de grilo, etc e nunca foi ofensa, não é? Viva a ditadura das minorias.
 
Ronaldo Castor em 01/11/2013 08:01:15
Prezados, quando se extrapola o direito da liberdade já começa a libertinagem, o bom caráter e a dignidade ficam esquecidos e começa-se então a ser uma pessoa desagradável e irritante. A libertinagem é o uso da liberdade sem o bom senso, acabando por transformá-la em um veículo para prejudicar a si próprio ou aos outros. Portanto, na minha opinião e acredito que seja o pensar da maioria, o comentário do referido locutor foi muito infeliz mas se era para trazer holofotes às suas palavras, parabéns conseguiu e partir de hoje irei pensar algumas vezes antes de sintonizar a emissora da rádio. Os ouvintes gostam de participar de enquetes que venham a colaborar para uma formação de opinião e não para zombar ou até mesmo praticar o "bullying".
 
Junior Costa em 01/11/2013 07:55:19
O respeito ao próximo acho que é acima de tudo, porque isso não se compra se conquista.
Expor a pessoa ao ridículo tem certeza que é constrangedor.
Não sou gordo mas respeito porque faz parte da lei de Deus.
 
Rudiney de Almeida em 01/11/2013 07:40:55
Se todos os " gordinhos" processarem a "Mega" tenho certeza que esse vai pensar duas vezes antes de fazer qualquer piada ofensiva.
 
Júnior Silva em 01/11/2013 07:33:57
o programa desta radio é o mais tosco que já vi, por acaso ouvi um dia para nunca mais, nada á ver
 
helio guedes em 01/11/2013 07:19:28
Quem não gostou que não dê Ibope. É simples assim...
 
Filipe Alberto em 01/11/2013 07:12:18
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.