A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

29/04/2013 06:24

Rampa do Morenão agora é lugar de festas, algumas dispostas a causar polêmica

Anny Malagolini
Festa tem diversidade musical e está aberta a todos os cursos. Festa tem diversidade musical e está aberta a todos os cursos.

A rampa de acesso principal ao Estádio Morenão agora é ponto de balada. Nos finais de semana, o lugar de rara movimentação enche, com festinhas próprias de ambiente universitário. O que os acadêmicos de diferentes cursos querem é ouvir música, conversar, curtir sem censura.

Veja Mais
A pé, Tulia faz percurso de 10 km até biblioteca onde aprendeu a ser feliz
Passada "nuvem negra" que trouxe o câncer, rosa tatuada no braço une 4 mulheres

Estudantes de Arquitetura começaram com a “brincadeira” e hoje o espaço é de qualquer curso. Na sexta-feira passada, por exemplo, um grupo de acadêmicos organizou a festa da “Hempa”, para arrecadar dinheiro e realizar em Campo Grande a “Marcha da Maconha”.

O evento está marcado para o dia 25 de maio, mas a erva já transita com tranquilidade nas festas de quem defende a legalização da maconha. Tudo é na base da paz e do amor, sem tumulto e até "familiar" para alguns.

Ingrid, de 23 anos, levou o filho pequeno à rampa. Apesar de dizer que só deu uma "passada", ela fala que acha importante marcar presença "nessa batalha em favor da descriminalização da maconha".

Como o lugar não tem iluminação o jeito quase sempre é improvisar com jogos de luz emprestados. A diversidade musical inclui bandas de rap, rock e reggae. Há cerveja, drinques e comidas para vender, tudo normal, se não fosse a fumaça no ar de sexta-feira.

Sergio, de 26 anos, é acadêmico do curso de Biologia e um dos idealizadores da “festa protesto”, já um ensaio para a marcha pela liberação da maconha. Segundo ele, para defender tal bandeira, estudou a respeito do assunto e procura sempre promover palestras sobre o tema.

Já sobre a rampa do Morenão, ele lembra que não há nenhum pedido legal para a ocupação nos fins de semana, mas como o espaço é público, nada mais justo que seja ocupado pelos universitários. “Nunca reclamaram”, diz Sérgio.

E até quem não fuma se diverte pela função do evento. “Aqui não é balada, é um encontro de diversidades”, explica Amanda, de 19 anos.

Ela e a amiga Débora, de 24 anos, já se divertem na “rampa” pela segunda vez. “Viemos pela curiosidade, aqui tem história, tem pessoas e o espaço é diferente, exótico”, resume Débora.

Entrada da festa.Entrada da festa.



é polemico esta questão, pois uma vez legalizando creio eu que vai infraquecer o trafico vai haver cobraça de impostos e o comercio vai ficar mais facil pois vai ser vendida em farmacia, pelo outro lado pode aumentar a violencia, problemas sociais pois ja agora o individuo ja rouba ate mata para poder comprar a maconha imagina se legalizar o uso isso vai ser facil ser encotrando em qualquer lugar e a dependecia só aumenta !
 
adonis dias em 30/04/2013 08:37:25
Há aqui uma visível contradição: a sociedade compreende os males do tabagismo e o desestimula. Os fumantes são banidos de vários locais, inclusive por imposição de leis. Fumar faz mal, independente do conteúdo do cigarro. Mas a maconha é consumida sob a forma de cigarros, portanto, fumada como qualquer cigarro de tabaco, e pedem sua liberação. Como ficamos diante dessa contradição? Detalhe: não sou fumante.
 
Davi Garcia da Silva em 30/04/2013 07:35:16
Isso ai pessoal, brasil ta virando um palco de pessoas que se prendem por dogmas religiosos, MACONHA nao e liberada pq nao paga IMPO$$TO$$, deixa começar a pagar que ja liberar, alcool mata mais que isso cigarro mata mais e isso ninguem fala.... Bebados atraz de volantes matando as pessoas, façam uma pesquiça holanda,australia entre outros, mas o Brasil como um pais retrogrado, ta mais facil ter uma crise religiosa, isso porque se diz um pais LAICOOOO, isso ai mae que levou a filho ai ta de parabens, acompanhado o filho desde pequeno a menor que foi no baile funk de 15 anos e morreu no acidente ninguem perguntou se a mae dela estava acompanhado ela, Brasil retrogrado sempre e campo grande infelizmente uma capital com cara e costumes de interrior.. acostumados com o boys afonso pena....
 
Humberto Bueno em 30/04/2013 06:14:01
Sou administrador e usuário da Cannabis! e pago meus impostos igual a vocês!

Graças a Jah saindo de Campo Grande tive a oportunidade de conhecer inúmeros usuários GÊNIOS não só em suas vidas profissionais, mas também como em seus lados pessoais, pessoas com a mesma humildade, dignidade e conduta como a minha, que não utiliza da erva, e o mais engraçado, é que a maioria de seus filhos não fumam por opção, por educação dentro de casa, mas a educação imparcial que ensina seu filho a analisar e ponderar os lados, não essa 'educação' que severamente é imposta.
Conheço vários que estiveram nesse movimento e posso afirmar que são pessoas de BEM, e que, SIM, lutam por mudanças na sociedade? e você que só fica sentado reclamando? levanta pra fazer algo a mais? porque.. trabalhar é o mínimo né?
 
Yuri Murakami em 30/04/2013 00:40:31
Pessoas que julgam quem defende a legalização/descriminalização devem pelo menos ter bons argumentos e não ser mais um alienado da mídia. E eu rezo para que as pessoas parem de generalizar usuários de outras drogas com usuários de maconha. Só quero descobrir quem ensinou o que é ''certo'' e ''errado'' a essa sociedade tão preconceituosa!!
 
Guilherme Braga em 29/04/2013 23:30:13
Estes são os profissionais do futuro, deveriam se envergonhar disso. Uma mãe que leva o filho em um local deste, o que podemos esperar? Esta é a geração do futuro!
 
paulo coutinho em 29/04/2013 22:58:48
Sou Advogado Criminalista há 12 anos, com especialização em defesa de Tráfico e Homicídio. Portanto, com experiência de profissão posso afirmar que qualquer droga deve por todos nós ser plenamente combatida, pois conquanto a Maconha possa "não causar" danos a curto prazo no usuário, o fato é que o Tráfico desta Droga tem causado milhares de mortes e prisão de inocentes usuários que se sujeitam a transportar a droga em troca de um pouco da droga. Isso sem deixar de citar que, todos os dias, cidadãos de bem trabalhadores morrem por causa dos pequenos roubos que os usuários cometem para conseguir dinheiro para o sustento do vício. Acredito piamente que somente os viciados de plantão é que se sujeitam para defender o uso da maconha, sob o pretexto de que a mesma não é nociva. É UMA VERGONHA.
 
Márcio Dutra em 29/04/2013 22:57:10
O Estado erra, a pouco era a favor da Escravidao, Mulheres nao "podiam" votar, Homoafetivos nao podiam oficializar sua Uniao etc etc.. Graças a pessoas como "nós" que lutamos pelo secularismo progressista a humanidade tem garantida sua quase total liberdade.
Sempre e sem hipocrisia referenciamos nossas opiniaoes e ate ações baseado :) em dados racionais e cientificos (voce pode rezar mas na doença procura um Medico suponho..) Sendo assim, quero alicerçar minha LUTA PRÓ-LEGALIZAÇÃO DA MACONHA, referenciando algumas pessoas que sao POSITIVAS a DESCRIMINALIZAÇÃO-LEGALIZAÇÃO&CONSUMO da maconha.. Dr. Drauzio Varella, Dr. Fernando H. Cardoso, Dr. Richard Dawkins, Sr. Barack Obama, Eike Batista, George Soros, Bill Gates... (LEGALIZA BRASIL) Jorgge dawkins.
 
Jorgge Dawkins em 29/04/2013 21:30:29
Eu sou contra o uso do cigarro, do abuso do álcool, narguilé, maconha etc, e sem legalizar as pessoas não respeitam as outras e fumam em qualquer lugar, espero que legalize mas que tenha uma lei de onde se possa usar, de preferencia dentro da sua casa, sofro com rinite e é insuportável quando tem pessoas fumando cigarro ou outras coisas, ai sou eu que tenho q ficar dentro de casa, acho q as pessoas tem que ser livre para fazer o que quiser desde que só prejudique a si mesmo, então não me importo se legalizar ou não só espero que pensem em quem não usa, pq ela não faz mal só p quem usa.
 
Ana Vasques em 29/04/2013 19:16:55
Sou médico e defendo a descriminalização!

Maconha, 10.000 anos de uso, sem se quer uma morte documentada! No último plantão de 12 horas posso citar no mínimo três mortes envolvendo o álcool, sem falar nos incontáveis acidentes que esta droga causa.

Já ouviram falar de redução de danos? Sabem como está o cenário mundial em relação a política de drogas? Pesquisaram sobre os danos cardíacos, vasculares, hepáticos, renais e cerebrais que o álcool causa? Estudem, se informem, antes de vir vomitar ideologias que são repetidas à vocês há anos, sem nenhum questionamento.

Hipocrisia, a gente vê por aqui.
 
Daniel Neves em 29/04/2013 18:26:23
É incrivel como ainda tem gente que tenta explicar (justificando)
o uso da maconha.. não é questão de tabu, nem de política nem de
uso liberado, seja de droga, cigarro ou bebida alcólica.. é questão
de principios, ética e educação familiar..
Drogados não defendam a maconha, muitas familias perdem seus
entiqueridos por causa dela e de outras drogas!!!!!!!!!
 
Kátia Costa em 29/04/2013 17:22:04
Vocês não tem vergonha não?

1. O estádio é da Universidade, o uso não é aberto a todos os cursos, necessita-se autorização para realizar um evento.

2. Não são "todos os cursos" que usam o espaço, quem usa é o pessoal de arquitetura em conjunção com os acadêmicos do DCE.

3. Há sim falta de segurança e iluminação no local, porém não é proibido, é gratuito, vai quem quer e eu que já fui em todas as edições nunca vi briga ou qualquer outro ato condenável.

4. Estar na rua de madrugada não é para adolescentes, mas se a mãe está presente e não se incomoda de acompanhar a filha, E DAI? O que isso muda na vida de vocês?

5. A arrecadação dessas festas são para melhorar as condições de estudo do pessoal, NÃO SEJAM IGNORANTES.
 
Diogo Zampieri em 29/04/2013 17:20:59
JUNIOR DISSE TUDO ......UMA ENXADA PARA CADA UM RESOLVERIA O PROBLEMA...PALHAÇADA ISSO ....E A MAEZONHA AINDA TEM CORAGEM DE FALAR QUE LEVOU A FILHA .....CONSELHO TUTELAR. NELA !!!!
 
rogerio carvalho em 29/04/2013 16:26:49
Como já disseram a cannabis é, cientificamente comprovada, menos nociva do que muitas drogas lícitas. Menos nociva que o álcool ou tabaco. Ninguém "perde" neurônio, mas sim, no caso de uso a longo prazo (leia-se no mínimo 20 anos) perde-se uma capacidade razoavelmente considerável do poder cognitivo. Pessoas que tem grandes perdas do poder cognitivo, em sua maioria, fazem uso da cannabis com outras drogas [lícitas ou não]. Não há relação do uso com o câncer. De qualquer forma, antes de qualquer coisa a luta pela descriminalização e, quem sabe legalização, é uma luta pela liberdade.
 
Patricia de Souza em 29/04/2013 16:17:26
Impressionante o preconceito. A causa da maconha é tão importante quanto a causa da corrupção, uma luta não anula/diminui a outra. E não, a criminalidade não vai aumentar, em países em que o uso é descriminalizado a criminalidade diminui, bem como o número de viciados (tanto em maconha como em drogas mais pesadas). A ideia não é só recolher imposto, mas impedir o contato com outras drogas. Traficantes lucram com drogas mais pesadas e essas que são oferecidas. No caso de se legalizar, nos postos de vendas não haverá esse problema. Incrível como o assunto é tabu por aqui.
 
Patricia de Souza em 29/04/2013 16:10:51
Liberdade demais vira libertinagem, é o caso desta gente estudam em universidades federais financiados pelos nossos impostos não fazem mais nada da vida alem de estudarem, o que falta é mais responsabilidade para esta elite fajuta que se acham inteligentes que fuma maconha e ouve fanck, é brabo ver a situação cultural deste pais onde pessoas favorecidas pela sociedade com toda liberdade para fazerem isto e com o aval do governo pt que só defende direitos humanos para bandido e casamento para pessoas do mesmo sexo, vamos ficar atentos e banir estes politicos corruptos e imorais que governam este pais, pois assim ainda tenhamos esperança numa sociedade melhor.
 
JAIRO BORGES em 29/04/2013 15:51:55
Sou Engenheiro e usuário da droga.

Parabéns a todos pela iniciativa.

Apesar de não frequentar o local, é muito mais seguro do que andar na afonso pena e cruzar com uma dodge ram e um playboy com wisky na cabeça. Pronto pra matar!

 
Gabriel Silva em 29/04/2013 15:37:36
Parabéns dona Ingrid, preparando o futuro do filho!

 
alice do nascimento em 29/04/2013 15:13:10
O que me deixa espantado é saber que um universitario desses .....vai se formar para uma determinada profissao e com essa mente .....que bom profissional nós teremos ......antigamente se sonhava em entrar numa universidade para se formar ....adiquirir conhecimento e pegar o entao sonhado diploma......e hoje nos vemos isso ......pessoas que deveriam estar preocupados com seu futuro em formar uma familia ....ter uma profissao .....engajados numa causa dessas .....fala serio !!!!! é uma barbaridade !!!!!
 
rogerio carvalho em 29/04/2013 10:55:09
Que maravilha hein !!!!!!!
 
rogerio carvalho em 29/04/2013 10:29:19
É.. ja esta na hora da policia tomar uma providencia antes que fique mais dificil de controlar.
 
Lucas da Silva em 29/04/2013 10:27:17
Maconha causa danos irreverssíveis ao cérebro como perda de memória,dificuldade no aprendizado(o cara fica burro) além de deixar brocha e causar mau hálito!Que onda hein!
 
Joelcio Fernandes em 29/04/2013 10:20:45
Esse pessoal da maconha deveria mesmo é fazer algo de bom para o mundo, como ajudar os mais necessitados, e não ficar divagando sobre ideologias e incentivando o tráfico de drogas. Uma enxada para cada um resolveria o problema. Trabalho é o remédio!
 
Júnior Almeida em 29/04/2013 09:45:13
Gente q mundo é esse uma mãe levar um filho em um ambiente desse nível, fiquei chocada!!!! que absurdo " MARCHA DA MACONHA" que exemplo p/ os nossos jovens!!!
 
CRIS. ALVES em 29/04/2013 09:08:42
A inversão de valores estão ate em pessoas que se dizem "classes acadêmicas"; são classe que deveriam estar com projetos que pudessem ter aproveitamento para nossa sociedade; e portanto estão com ideias absurdas que mostra a falta de responsabilidade.
 
jeremias barros em 29/04/2013 09:02:37
Marcha contra a Corrupção ninguém faz né...
 
Maria Oliveira em 29/04/2013 08:59:02
Já foi provado cientificamente que erva é a droga menos nociva entre as drogas LICITAS E ILICITAS, sua cervejinha de final de semana também é droga amigo, vc que é contra a descriminalização da maconha saiba que ALCOOL FAZ MTO MAIS MAL DO QUE MARIJUANA! Alcool destrói células e neurônios, Maconha NÃOOO mata neurônios nem células, pesquisem sobre!
 
José da Silva em 29/04/2013 08:58:36
"ESSE POVO EM VEZ DE IREM ESTUDAR!!"
É ASSIM MESMO, OS FILHOS DESDE PEQUENO JÁ APRENDEM O QUE É ERRADO.....CERTINHO DONA INGRID.
 
igor gomes lima em 29/04/2013 08:39:16
E cada vez mais estão saindo das universidades profissionais sem competência e descomprometidos.
 
walter oliveira em 29/04/2013 08:26:31
Esse é o futuro do Brasil!!! E é esses msm estudantes que vao estar, quando formados, pregando moral e decência aos outros.
 
adriano agneli lemes em 29/04/2013 08:09:17
O que falta para o jovem hoje em dia, é ter algo produtivo que ele possa fazer, como por exemplo, ater-se as causas sociais, de buscar auxiliar o próximo que muitas vezes, e seu irmão ou mesmo seu melhor amigo . Não tenho dúvida que o consumismo e a falta de educação de jovens fazem com muitos se apegam a causas ridículas e sem futuro como essa de descriminalizar o uso da maconha.
 
Flávio Márcio em 29/04/2013 07:55:56
marcha pela maconha nnnnnnn se for pra ouvir qualquer tipo de musica tudo bem. arrecadar dinheiro pra formatura tudo ok. mas maconha nao isso so vai fezer com que o menores tambem usam sem conta que quem ta la sem querer tambem fuma pela fumaça do ar so contra.
 
adriana elias em 29/04/2013 07:52:50
Pelo estilo das pessoas e seus ideais, dar para ter idéia de seus futuros. É um assunto tão vulgar no sentido de liberação, que não merece comentário aprofundado do assunto.
 
luiz alves em 29/04/2013 07:39:00
Pedir que se libere o consumo da maconha no Brasil é o mesmo que pedir para aumentar o numero da criminalidade. O usuario que nao tem dinheiro para comprar maconha vai roubar, matar e tudo mais de ruim. Crimes como o da dentista de Sao Paulo que foi queimada porque tinha apenas 30 reais são exemplos. Na maioria dos crimes cometidos no Brasil o miliante esta sobre o efeito de algum tipo de droga. E nossas crianças como irão ficar... to jeito que ta esta tão dificil, imagine com a maconha liberada..
 
Roberto Menezes em 29/04/2013 07:04:56
Tantos problemas na saúde, na educação e na segurança pública, tantas pessoas morrendo nas mãos de bandidos e nos corredores dos hospitais e a nossa "elite intelectual" pensando na maconha! E ainda levam crianças ... _ Que cheiro é esse mamãe? _ Nada não filho, é só um cigarro de maconha! _ Ah tá, posso experimentar?
 
george conrado em 29/04/2013 06:58:09
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.