A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

29/10/2015 15:00

Se motorista estaciona errado até na cara da Justiça, vai cumprir a lei aonde?

Ângela Kempfer
No Parque dos Poderes, os motoristas deixam os carros até em frente ao Tribunal de Justiça.  (Foto: Direto das Ruas)No Parque dos Poderes, os motoristas deixam os carros até em frente ao Tribunal de Justiça. (Foto: Direto das Ruas)

Não é de hoje que o Campo Grande News exibe imagens de carros estacionados em local proibido. Mas o desrespeito chega a tal ponto que o condutor folgado não respeita nem o lugar que deveria ser o oásis da lei em uma cidade (Pelo menos, né).

Veja Mais
Casal queria poetizar início, mas soube rimar como ninguém o "fim" do amor
Monogâmico ou não, gays e lésbicas querem o direito de viver a afetividade

No Parque dos Poderes, os motoristas deixam os carros até em frente ao Tribunal de Justiça. A faixa amarela, devidamente pintada na via, não aciona a civilidade de muitos condutores que insistem em desrespeitar as regras.

Daí, fica a pergunta: Se a lei não é cumprida nem na fachada da Justiça, onde é que vai valer alguma coisa?

Também tem muito folgado estacionando em local indevido em frente à Assembleia Legislativa.

Então, partindo da premissa de que as pessoas que vão até estes locais devem ter alguma função relacionada ao Legislativo ou ao Judiciário, o conhecimento da legislação, de trânsito, ou de qualquer outra, deveria ser maior.

Se não tem estacionamento por ali, se as vagas são apenas para autoridades, é melhor alguém providenciar uma solução porque pega mal para quem deveria dar exemplo.

Como as vistas grossas prevalecem, as imagens devem continuar sendo veiculadas aqui, para desprestígio das instituições. Se vale alguma coisa lembrar, estacionar em local horário proibido pela sinalização significa R$ 85,12 de multa.

Se a lei não é cumprida nem na fachada da Justiça  (Foto: Direto das Ruas)Se a lei não é cumprida nem na fachada da Justiça (Foto: Direto das Ruas)
onde é que vai valer alguma coisa?  (Foto: Direto das Ruas)onde é que vai valer alguma coisa? (Foto: Direto das Ruas)



Hipocrisia pois todos sabemos que " Auto de Infração e sua Notificaçã. O Auto de Infração é lavrado quando há uma infração de trânsito, ou seja, quando alguém quebra uma regra de circulação ou conduta. A infração de trânsito pode ser comprovada por declaração do agente de trânsito ou por informações registradas em equipamentos eletrônicos ou fotográficos. O agente de trânsito competente para lavrar um Auto de Infração pode ser um servidor civil ou um policial militar, desde que devidamente designados para o trabalho.
Quando o Auto de Infração é lavrado na presença do infrator e nele constar sua ciência (assinatura), o mesmo já valerá como notificação do cometimento da infração. Quando o Auto de Infração não for lavrado na presença do infrator ou acontecer em decorrência de informação obtid
 
Paulo Moises Honorato Pereira em 29/10/2015 16:48:07
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.