A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

05/07/2016 06:15

Seu Jorge e Ana Carolina tem parceria além dos palcos, em quintal de Maria Elisa

Naiane Mesquita
Ana Carolina e Seu Jorge, a dupla inseparável (Foto: Alcides Neto)Ana Carolina e Seu Jorge, a dupla inseparável (Foto: Alcides Neto)

Seu Jorge e Ana Carolina são parceiros. Tem uma relação de amor e ódio, mas que dá muitos frutos para os fãs da dupla. Ao menos é o que a mãe deles, a estudante de psicologia Maria Elisa de Lacerda Faria, 23 anos, acha de tudo isso. Inspirado, claro, nos músicos brasileiros, o nome dos cachorrinhos faz tanto sucesso, que do Facebook a clínica veterinária, todo mundo comenta.

Veja Mais
Uber multado, reajuste de ônibus e cidade sob chuva bateram recordes nas redes
Do Corinthians ao canteiro de obra, zagueiro que virou servente tem nova chance

Seu Jorge chegou em 2011 e em agosto faz cinco aninhos (Foto: Alcides Neto)Seu Jorge chegou em 2011 e em agosto faz cinco aninhos (Foto: Alcides Neto)

A história começou em 2011, quando Maria Elisa estava desesperada atras de um cachorro para a priminha de dez anos. Entre encontros e desencontros, ela viu Seu Jorge pela primeira vez, um poodle preto, que cabia na palma da mão.

“Eu encontrei um cachorro na rua, era lindo, um poodle branquinho. Não tinha com quem deixar, minha mãe não queria. Eu perguntei para minha prima que tinha 10 anos na época se ela queria, mas eles acabaram desistindo e eu dei para outra pessoa. Uns dias depois, ela voltou dizendo que minha prima queria muito e eu fiquei louca atras de um cachorro. Quando eu encontrei Seu Jorge, ela desistiu de novo”, relembra.

Toda essa saga fez com que a mãe de Maria Elisa resolvesse aceitar o cachorro por uns dias em casa até que outra família adotiva se interessasse. Porém, o tempo foi passando e a lábia de Seu Jorge falou mais alto.

“O nome foi ideia da minha mãe. Ela é enlouquecida pelo Seu Jorge e a Ana Carolina. É fã mesmo, eu gosto, mas é normal. Agora o Seu Jorge nem é mais pretinho, ficou cinza com o tempo, mas adoramos o nome e não trocamos de jeito nenhum”, explica a estudante.

Ana Carolina é mais nova e inclusive está procurando um namorado (Foto: Alcides Neto)Ana Carolina é mais nova e inclusive está procurando um namorado (Foto: Alcides Neto)

Como Maria Elisa é apaixonada por animais, o jeito foi apelar pelo lado musical da mãe. Sem dúvidas, ela jogou a ideia de que Seu Jorge precisava de uma companheira, uma Ana Carolina. “Sempre gostei de cachorro peludo e fui atras de um assim. Achei ela que é da raça samoieda, chegou de avião aqui, linda. Procuramos raças que são amigáveis com o homem com outros cães e ela tinha todas essas qualidades”, indica.

O carinho entre os dois foi instantâneo, assim como as bagunças. Para relatar tudo que acontecia em casa, Maria Elisa até criou uma página no Facebook. Tem altas, pérolas, como o dia que Ana Carolina ficou presa em um banco de madeira. “Eles vivem como gente grande, tudo gira em torno dos cachorros, tem cama, comida, limpeza de dente, banho toda semana. Eles só comem quando tem gente em casa, para o Seu Jorge tem que dar comida na boca. São super mimados”, confessa.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.