A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

31/12/2014 08:45

Sobre coisas que couberam em 2014 e tudo o que levarei para 2015

Mariana Monge
E não é que em 2015 coube coisa pra dedéu?! (Foto: Roberta Lopes)E não é que em 2015 coube coisa pra dedéu?! (Foto: Roberta Lopes)

Sou dessas que lê frases alheias e depois fica caraminholando-as na cabeça. E esses dias li na página de uma amiga a seguinte pergunta: "quanta coisa cabe dentro de um ano?" Foi, então, que parei para fazer um balanço de tudo o que vivi em 2014. E não é que coube coisa pra dedéu?!

Veja Mais
Despedida dominou a web na semana em que todo mundo coloriu de verde o coração
Datilografado, pedido de casamento revelou primo apaixonado em 1980

Confesso que este ano que fica para trás não foi nada fácil, e quem sabe seja por isso mesmo ele foi incrivelmente incrível. Temos a mania de achar que para algo valer a pena tem que ser inteiramente bom. E eu discordo desta opinião quadrada, pois foi enfrentando as dificuldades que me fiz forte e pude dar ainda mais valor ao que veio com graça.

Superei medos, desafios, problemas, mas acima de tudo, superei a mim mesma e não perdi a oportunidade de ser uma pessoa melhor. Mudei de opinião, me reciclei, me renovei e recomecei várias vezes. Fechei e abri diversas portas. Tropecei no acaso. Muitos dizem que foi sorte, outro dizem que foi o destino se cumprindo. Mas nada me tira da cabeça (e do coração) que em todos os momentos teve o dedo de Deus.

Que 2015 seja um ano feliz (Foto: Roberta Lopes)Que 2015 seja um ano feliz (Foto: Roberta Lopes)

E assim, é a vida. A gente coleciona acontecimentos, momentos, experiências, em ciclos que terminam e começam outra vez. Mas descobri que o ano não precisa completar 12 meses para que eu própria resolva mudar e recomeçar.

Me despeço de 2014 com com algumas pendências, admito, mas com o coração cheio e transbordando de esperança. Na minha lista de objetivos para o novo ano, o primeiro item é arriscar-me ainda mais em busca dos meus sonhos. Quero que ele seja igualmente de muitos aprendizados.

E como canta Raul Seixas: "Coragem, coragem, se o que você quer é aquilo que pensa e faz... Coragem, coragem, eu sei que você pode mais". Que 2015 seja uma ano feliz.

*Mariana Lopes é jornalista e colaboradora do Lado B. Mais textos na página da autora - Mariana Monge.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.