A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

01/11/2015 07:57

Sobrinha prometeu ver em pacientes a própria tia e reconstrói auréolas de graça

Paula Maciulevicius
Na segunda solidária, micropigmentadora pinta auréolas em mulheres que tiraram mama pelo câncer. (Foto: Gerson Walber)Na "segunda solidária", micropigmentadora "pinta" auréolas em mulheres que tiraram mama pelo câncer. (Foto: Gerson Walber)

Na virada do ano, Cristine fez uma promessa que deu certo. Não foi nada voltado a si, além do compromisso de olhar para as outras mulheres enxergando nelas a tia materna. Prestes a iniciar o trabalho dentro da micropigmentação, a farmacêutica prometeu que se tudo desse certo, ela abriria a semana com a segunda solidária.

Veja Mais
Casal queria poetizar início, mas soube rimar como ninguém o "fim" do amor
Monogâmico ou não, gays e lésbicas querem o direito de viver a afetividade

A ideia é fazer, de graça, a reconstrução de auréolas em mulheres que perderam a mama no tratamento de câncer. A proposta já circulava pelo País até ser reproduzida aqui. Por enquanto a procura não é das maiores, mas já realizou Rose, paciente que há 12 anos retirou toda mama direita. 

A promessa, segundo explica Cristine, não teve uma motivação específica. "Era mais para agradecer, por fazer alguma coisa de bem. Se cada profissional tirasse um momento do seu tempo para um trabalho solidário... Achei que agora era minha vez", conta Cristine Vieira, micropigmentadora e proprietária da franquia Vanessa Silveira em Campo Grande.

Micropigmentação usa cores para fazer pintura mais próxima da realidade. (Foto: Gerson Walber)Micropigmentação usa cores para fazer pintura mais próxima da realidade. (Foto: Gerson Walber)

Desde o início da "segunda solidária" foram três pacientes que tiveram a micropigmentação da auréola. "Na hora a gente faz e já nota a diferença no semblante delas. Elas te dão abraço, agradecem. Eu acabo ganhando mais que elas", comenta Cristine.

Na clínica, o que geralmente as pacientes contam é o quanto sentem vergonha de tirar a roupa até mesmo na frente do marido. "Uma voltou aqui e me disse que ficou mais segura, é um trabalho que a gente vê melhorando a autoestima delas", completa Cristine.

Rose Helene dos Santos foi uma delas. O trabalho da micropigmentação reconstruiu a auréola de forma a dar a sensação 3D no desenho. "Eu já tinha visto esse projeto em outros lugares, quando vi aqui, minha filha marcou para mim e foi tudo de bom", diz. Aposentada, Rose tem 59 anos, há 12 retirou a mama e da metade deste tempo para cá é que fez a reconstrução.

Na foto, auréola foi micropigmentada na mama esquerda. (Foto: Arquivo Pessoal)Na foto, auréola foi micropigmentada na mama esquerda. (Foto: Arquivo Pessoal)

"Foi radical, eu nem me olhava no espelho. Por que? Não gostava da imagem que eu via", descreve Rose. Hoje? Ela faz questão de mostrar o quanto ficou "legal", como define. "Melhora 100% a autoestima, apesar de ninguém ver, para a gente é tudo".

Por ter feito a mastectomia radical, ela não tem sensibilidade no seio, logo não sentiu dor alguma. O câncer que ficou no passado foi descoberto "ao acaso". Apesar de todos os exames de rotina não apontarem que os nódulos eram malignos, a médica pediu uma punção que constatou que a notícia não era positiva. "Aí ao invés de tirar só o nódulo, tirei a mama todinha. Depois foi quimio e radio..." narra Rose.

E a tia que motivou toda ação por parte da sobrinha deve ter a auréola desenhada no final desse ano, quando a micropigmentadora for até o Paraná visitar a família. A micropigmentação vai além da estética e pode corrigir, amenizar ou disfarçar cicatrizes. "Neste caso, o procedimento é feito através de várias cores de pigmento fazendo uma pintura que se aproxima muito do que realmente é auréola", explica Cristine.

Para agendar horário é necessário ligar e marcar. O processo dura 1h30 para cada auréola. Os telefones de contato são: 8156-8584 (WhatsApp), 3022-1167 e 9905-1112. A Clínica de Micropigmentação Vanessa Silveira fica na Rua Dom Aquino, 2265, no Centro.

Conhece bons exemplos assim? Curta o Lado B no Facebook e conte pra gente lá.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.