A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

09/04/2015 10:23

Templo faz Festa das Flores e comemora nascimento de Buda com banho de chá

Elverson Cardozo
O banho de chá na imagem de Buda. (Foto: Alcides Neto)O banho de chá na imagem de Buda. (Foto: Alcides Neto)

Budistas do mundo todo comemoraram na quarta-feira (8) o nascimento de Buda. Em Campo Grande, não foi diferente. O Templo Nambei Hongandi, que fica no bairro Cidade Jardim, promoveu mais uma edição da “Hana Matsuri”, a Festa das Flores.

Veja Mais
Casal queria poetizar início, mas soube rimar como ninguém o "fim" do amor
Monogâmico ou não, gays e lésbicas querem o direito de viver a afetividade

Na celebração, a divindade, representada por uma estátua, ganha um banho de chá adocicado, o “amachá”. É que, segundo a história, Buda, quando nasceu, recebeu dos céus uma suave chuva de néctar que, hoje, é representada pela bebida.

O evento é gratuito, aberto ao público, e acontece uma vez por ano - sempre no dia 8 de abril - há pelo menos 4 décadas aqui em Campo Grande. Mesmo assim, pouca gente conhece. Este ano, a divulgação, feita no Facebook, atraiu cerca de 40 pessoas, sendo a grande maioria senhores e senhoras descendentes de japoneses.

O altar foi decorado com flores. É outra forma de lembrar do nascimento de Siddharta Gautama, o Buda, como era chamado na infância. “É que, quando ele nasceu, jogaram pétalas nele”, explica o comerciante Hitoshi Sakai, de 64 anos, que é budista há dois anos.

Cerimônia reuniu cerca de 40 pessoas. (Foto: Elverson Cardozo)Cerimônia reuniu cerca de 40 pessoas. (Foto: Elverson Cardozo)

A estátua fica em destaque, em um espaço colorido, dentro de uma espécie de vasilhame onde o líquido é colocado. A cerimônia demora aproximadamente duas horas.

Além do banho de chá, dado pelos próprios participantes, a festa também teve a presença de um monge japonês radicado em Araçatuba (SP), o reverendo Goto, além do reverendo Ueno, responsável pelo templo budista em Campo Grande.

Na celebração é feita a leitura de Sutras e Mantras, escrituras do Budismo. Tudo lido e repetido em japonês. Geralmente é assim, explica Edson Issao Ueno, de 54 anos, filho do reverendo Ueno.

Quem vai pela primeira vez e não tem familiaridade com o assunto costuma ficar perdido, mas isso não é um problema, garante Edson.

Todo quarto domingo de cada mês, das 9h às 11h, o templo promove, com o apoio da Escola Terra Pura, um encontro de introdução ao budismo. Já os cultos acontecem sempre nos dias 8 de cada mês, das 14h às 17h.

Serviço – O Templo Nambei Hongandi fica na Rua Carvalho, 319, no bairro Cidade Jardim, em Campo Grande. Outras informações podem ser obtidas pelo Facebook ou no site http://amida.org.br/




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.