A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

14/10/2013 06:22

Terapia para cães trata insegurança e medo no melhor amigo do homem

Paula Maciulevicius
Hoje tranquilos, Téo e Maitê, da raça West Highland White Terrier, até posam para a foto depois que a psicologia entrou na rotina da casa. (Fotos: Cleber Gellio)Hoje tranquilos, Téo e Maitê, da raça West Highland White Terrier, até posam para a foto depois que a psicologia entrou na rotina da casa. (Fotos: Cleber Gellio)

Insegurança, medo e ansiedade também cercam o psicológico no mundo canino. Mercado ainda tímido em Campo Grande, as terapias vem chegando aos poucos para mostrar que o emocional dos bichinhos também merece atenção. O melhor amigo do homem está sujeito ao mesmo estresse da rotina que o dono e os sintomas podem ser sentidos nos móveis e sapatos roídos ou no xixi fora de ordem pela casa.

Veja Mais
Uber multado, reajuste de ônibus e cidade sob chuva bateram recordes nas redes
Do Corinthians ao canteiro de obra, zagueiro que virou servente tem nova chance

Os problemas psicológicos não resolvidos no divã criaram as terapias voltadas às quatro patas. Massoterapia, ofurô, acupuntura e o psicólogo de cão, profissão de Antônio Moreira há sete anos. O adestrador fala que os sinais como cavar buracos no jardim, roer objetos e mobília e principalmente usar sofá, travesseiro e cama dos donos como banheiro são anúncios claros do desvio de comportamento e indícios de que as coisas entre animal e homem não vão muito bem.

A causa, segundo o adestrador, pode ser reflexo do nosso comportamento diante das quatro patinhas. "Hoje em dia as pessoas não estão dando conta de criar filho, imagina cachorro? Às vezes se mora em apartamento pequeno, o cão não tem companhia, não se exercita", atribui Antônio, que profissionalmente se apresenta como Toni Cão.

A psicologia aplicada no adestramento vai justamente trabalhar o comportamento canino. "A gente vai ver o que está acontecendo, faz uma avaliação dos donos quando eles estão em casa, o horário que têm para o cachorro e que tipo de animal eles têm", afirma.

O tratamento é feito em conjunto, com acupuntura, castração, tratamentos florais, homeopatia, passeios e adestramento. Toni sustenta que adestrar os cães inclui ensinar comandos para situações de ansiedade e que exijam autocontrole, por exemplo. "Faz ele deitar, solta um bife como petisco ou um brinquedo na frente dele. Você se afasta, mas ele vai ficar namorando e não pode pegar até que você autorize. Nisso ele vai trabalhando o autocontrole", resume.

Acupuntura vai trabalhar desequilíbrios de órgãos do cão e também o emocional. Acupuntura vai trabalhar desequilíbrios de órgãos do cão e também o emocional.

Dona de um casal de cães da raça West Highland White Terrier, Teresa Cristina Pinto Teixeira, conta que agora há tranquilidade em casa, depois que o adestramento e a psicologia entraram na rotina dos cachorros. "Eles são absolutamente hiperativos. São cães de caça, o macho só queria saber de morder e subir na gente o tempo todo", recorda. O adestramento ensinou com que eles segurassem a energia excessiva.

"Hoje eles brincam entre si e acabam não fazendo tanta bagunça. O adestrador ensinou o senta, deita, rola. Antes ninguém aguentava passear com eles, agora os dois obedecem ordens e se acalmaram", alega.

Médica veterinária de uma clínica especializada em tratamentos que seguem a linha oriental, Rosana Antunes Estrada, vê que os serviços aos poucos vêm sendo procurados para tratar do comportamento. Na clínica Zhenvet ela oferece acupuntura, massoterapia e até ofurô em conjunto com o manejo, que nada mais é do que praticar condicionamento com os cães em casa.

O ofurô, banho terapêutico trabalha toda a parte emocional do cão. Com sais relaxantes e energizantes, iguais aos voltados para nós, os bichinhos também se tranquilizam na água morna. Alguns chegam até a dormir, garante Rosana. “Durante o banho vai fazendo a massagem no corpo do animal junto com os sais”, completa.

A massoterapia pode ser feita tanto na clínica quanto em domicílio e consiste em massagem com óleos especiais. O preço de tais ‘luxos’ aos cães custam a partir de R$ 50.




Afonso, seu comentário foi no minimo....ridículo!!! Cada um da a devida importância a algo, respeite isso, animal também merece carinho e outros cuidados. Se vc não gosta tanto quanto os outros....respeite, ou fique quieto, até porque o dinheiro é dela e com ele faz o que bem entender.
 
Caroline Azevedo em 14/10/2013 14:08:13
"A psicologia aplicada no adestramento vai justamente trabalhar o comportamento canino"?!
Adestramento é técnica, não existe psicologia nisso.... É "pieguizar" a psicologia.
 
JESSICA MACHADO em 14/10/2013 13:32:31
Matéria muito incompleta. Terapias alternativas não tratam somente o emocional. O cãozinho da foto em acupuntura, sofreu um AVC com sequelas nas patas. E, neste caso, é para melhora do quadro clinico.
 
Lucia de Freitas em 14/10/2013 13:19:24
Publiquei na página sobre animais no facebook: www.facebook.com/euamoosanimais.iloveanimals e no grupo: www.facebook.com/groups/Euamoosanimais.Iloveanimals.Meencantanlosanimales
Quem quiser curtir e participar pode ficar à vontade
 
João Ferreira em 14/10/2013 12:46:30
Quanta frescura. Pega o dinheiro e gaste com algo útil, como por exemplo, ajudar uma família carente.
 
Afonso Netho em 14/10/2013 12:21:31
Lindaaaa Re....
 
Leticia Gutterres da Silva em 14/10/2013 11:49:45
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.