A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

25/05/2012 13:25

Busca de namorada para cão, dor da perda...Facebook escancara paixão por animais

Ângela Kempfer
Calvin, o solitário em busca e amor.Calvin, o solitário em busca e amor.

O Facebook tem exibido muito do que antes ficava restrito aos grupos de amigos. Um dos temas que tem se evidenciado via mídia social é a paixão que leva ao engajamento em defesa dos animais.

Veja Mais
Despedida dominou a web na semana em que todo mundo coloriu de verde o coração
Datilografado, pedido de casamento revelou primo apaixonado em 1980

Tem gente falando sobre saúde, apresentando bichinhos que precisam de adoção, procurando animais perdidos, dando dicas e naquele típico papo de mãe coruja.

Ontem me deparei com “classificado” em busca de um amor para o Golden Retriever Calvin. Aos 2 anos, ele anda bem nervoso sem alguém para namorar e antes que o rapaz deixe a dona louca, a fotógrafa Vânia Jucá resolveu apelar para a coletividade.

“As pessoas pensam que é brincadeira, mas é verdade. Ele precisa de alguém com urgência para cruzar”, explica. Com 3 cães e 5 gatos em casa, os bichos são os filhos que Vânia escolheu ter.

Mas Calvin anda sem delicadeza alguma com as visitas e, a condição de virgem é apontada como motivo para alguns atentados ao pudor protagonizados pelo cão.

“Ele está enlouquecido. A noiva dele, a Vick, ainda não entrou no cio e ele precisa namorar para não ficar agressivo”, apela Vânia.

Pelo Facebook, a fotógrafa passou a conhecer muito mais gente com a mesma paixão, mas o contato é só virtual. “Trocamos muitas informações, conheço muito mais gente, mas não pessoalmente. Fica só na internet mesmo”, comenta Vânia.

Foto divertida compartilhada no Facebook.Foto divertida compartilhada no Facebook.

As informações são, na maioria das vezes, divertidas. Hoje, por exemplo, há o anúncio do 1º Arraiá Auau, promovido pelo Abrigo dos Bichos.

A resposta foi imediata, já foram 130 compartilhamentos. O convite é para o dia 9 de junho, no bairro Miguel Couto, mas a cachorrada vai ficar de fora.

“É muito frio para os animais e o evento é mesmo para recolher doações para o Abrigo”, justifica Thályna Zueiwsky, da organização da festa.

Dona de 3 gatos e 5 cadelas, a jovem de 20 anos é uma das que se surpreende com a defesa dos animais vinda de pessoas que ela nunca imaginou ter afinidade com o assunto. “No Facebook, descobri gente até da época de escola, que nunca falou que gostava de bicho e agora compartilha e debate o assunto”, comenta Thályna.

As mensagens têm sempre um carinho explícito na postagem. “Este poodle ja esta há mais de 30 dias com nós,como não apareceu o dono estamos doando para alguem que esta disposta a dar muito amor e os cuidados necessários”... “Gente, achamos uma cachorrinha da raça sitzu perto da região do Strike .. Por favor me ajude a divulgar para ela volte para a sua verdadeira casa”, escrevem alguns dos membros da enorme rede de proteção.

Para informações sobre Zuma, o telefone é 92074497.Para informações sobre Zuma, o telefone é 92074497.

O lado triste dos compartilhamentos é o deseperao de quem perdeu alguém. Amanhã, o desaparecimento de Zuma completa um mês. Desde que sumiu de casa, a jornalista Luciane Mamoré passou a ter outra relação com o Facebook. “Fiquei amiga de todas as páginas sobre animais, comecei a me relacionar com pessoas da rede de proteção e descobri que um monte de gente está na mesma situação que a minha”.

Além de divulgar a foto, pedir a colaboração de todo e ganhar uma torcida, a página virtual também virou alento. “Olhem gente...o Toddy foi encontrado muuuito tempo depois! Por isso não perco a esperança de reencontrar minha Zuma! Espero que não demore tanto assim. Nossa casa está vazia sem nossa bichinha e ela vai voltar! Volta Zuma”, postou Luciane depois de ler uma reportagem sobre cão encontrado 4 anos do desaparecimento.




"Nós seres humanos, estamos na
natureza para auxiliar o progresso
dos animais, na mesma proporção
que os anjos estão para nos auxiliar.
Portanto quem chuta ou maltrata um
animal é alguém que não aprendeu a
amar"
Chico Xavier
 
DOUGLAS MACHADO em 25/05/2012 08:26:58
Eles são tudo de bom, não existe nada melhor depois de um dia cansativo voltar do trabalho e encontrar eles la com aquelas carinhas alegres e cheios de amor pra dar, eles não pedem nada em troca apenas nos amam e pronto, mas pelo menos aqui em casa são tratados com todo amor, cuidado, carinho e respeito.
Nino e Meg são nossos dois amores.

 
Ana Cristina em 25/05/2012 07:21:44
Amo cães, quando eu era mais jovem tinha preguiça em cuidá-los hj tô mais amadurecido, sei o que quero, mais incrivel nao sei o quanto amo minhas cadelas, uma Pitbull e uma poodle toy branquinha sao as coisinhas mais docil e linda do mundo, jamais terei coragem em perde-las.
 
Celso Soares de Souza em 25/05/2012 06:26:00
Eu sou apaixonada por animais, em especial cães... antes de ontem tive uma notícia tão triste.. minha cachorrinha pintscher sumiu, e eu e as crianças estamo muito tristes com isso... já postei várias fotos dela em vários sites, mandei também para programas de tv, e agora vou espalhar cartazes com a foto dela... ela é tão dócil, tão pequenininha... fico tão preocupada.. pedindo a DEUS q a encontre.
 
Keli Aguiar em 25/05/2012 04:49:27
Amo animais, tenho 3 cachorros, são a alegria da casa. Principalmente a Jully um bebê cão de 4 meses, da um trabalho mas muita alegria. Só quem tem e ama esses bichinhos sabe como eles são anjos em nossa vida.
 
Sueli Pinheiro em 25/05/2012 04:44:44
Adoro cães e gatos.Ando mto pela cidade de carro.2 meses a trás, deixei minha filha no trabalho aprox. as 6:50 hs da manhã e ao virar na Rua Argemiro Fialho, presenciei 1 Pit Bull agonizando.Parei o carro indaguei d quem era no bar ao lado ninguém soube dizer de quem era.O dono d 1 mecânica m ajudou a socorrer,até água a cadela bebeu aos poucos na minha mão.Levamos p/ hospital,o dono apareceu.
 
NOELINA MARQUES DIAS em 25/05/2012 03:53:00
Cachorros!!! Quem tem sabe a delícia que é tê-los. Sempre atenciosos e verdadeiros companheiros. Num tempo em que, atenção e companheirismo andam ausentes no nosso dia a dia. Cuide bem do seu companheirinho(a) de quatro patas.
 
Paulinho Barbosa em 25/05/2012 02:47:00
Amo animais, sempre que posso os acolho em casa, ou ajudo a procurar um lar por ele, e me corta muito mais o coração ver um deles na rua do que pessoas, pessoas s eviram como podem, eles, como ninguém respeita ficam a esmo por ai. E concordo que devem ser punidos aqueles que abandonarem seus companheiros.
 
Maria Fernanda em 25/05/2012 02:21:02
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.