A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

30/05/2012 13:39

Desafio quer 200 mil queimando calorias em Campo Grande

Luciana Brazil
No Belmar Fidalgo professores davam alongamento para os participantes do desafio. (Foto:Minamar Júnior)No Belmar Fidalgo professores davam alongamento para os participantes do desafio. (Foto:Minamar Júnior)

No Dia do Desafio, data internacional criada para estimular a prática de atividades físicas, cerca de 200 mil pessoas, em Campo Grande, devem participar de eventos que acontecem durante todo dia na cidade, segundo o coordenador de esporte e lazer da Funesp (Fundação Municipal de Esporte), José Eduardo Amancio da Motta.

Veja Mais
Uber multado, reajuste de ônibus e cidade sob chuva bateram recordes nas redes
Do Corinthians ao canteiro de obra, zagueiro que virou servente tem nova chance

“A data é uma forma de fazer com que a população entenda a necessidade dos exercícios físicos. As pessoas precisam entender que é necessário tirar algum tempo por dia para fazer a atividade física. A nossa estimativa é que cerca de 200 pessoas participem das atividades”, ressaltou Motta.

Ele ainda frisou que para fazer a atividade física não é necessário ir para a academia. "Em qualqer lugar, as pessoas podem fazer exercício. Um pátio, um estacionamento ou até em casa".

No Brasil, a campanha contra o sedentarismo chegou há 17 anos, mas em Campo Grande acontece pela primeira vez. A cidade compete com Vitória (ES), que tem aproximadamente o mesmo número de habitantes. Segundo Motta, ganhar simboliza apenas um conceito. “A competição é para definir qual cidade consegue levar mais pessoas para a prática de atividade física”.

Além das 100 instituições particulares e públicas de Campo Grande, participam do desafio universidades e escolas municipais estaduais e particulares.

Três Lagoas e Dourados, distantes a 338 e 233 km de Campo Grande, respectivamente, já participam há três anos do evento. A data é coordenada, em todo país, pelo Sesc (Serviço Social do Comércio). Em Campo Grande a iniciativa é da prefeitura, por meio da Funesp.

Atividades: Logo pela manhã, aproximadamente 500 funcionários da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), que realizam serviços gerais pelas ruas da cidade, se concentraram no pátio da secretaria para, atentamente, seguir os movimentos de alongamento da educadora física, Sabrina Angoleri.

Acostumados a varrer, pintar faixas de pedestre, capinar, entre outros trabalhos, os funcionários da Seintrha aprovaram a iniciativa. Depois dos exercícios, Elenir Alexandre, 60 anos, que limpa diariamente as ruas de Campo Grande, afirmou que seria excelente se o evento fosse feito todos os dias. “Seria muito bom se tivesse sempre. Se a gente pudesse fazer todo dia as atividades seria ótimo. Agora eu estou me sentindo mais leve. Muda tudo”, disse.

Militares também fizeram atividades no Belmar Fidalgo. (Foto:Minamar Júnior)Militares também fizeram atividades no Belmar Fidalgo. (Foto:Minamar Júnior)

Cerca de 70 funcionários da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) também se juntaram aos funcionários da Seintrha para os exercícios. Segundo o presidente da Associação dos Funcionários da Agetran, Claudio Ferreira de Barros, já existe uma solicitação dos funcionários para que seja dada continuidade na iniciativa.

Belmar Fidalgo: Na praça Belmar Fidalgo a expectativa é que passem quase 3 mil pessoas durante todo o dia, segundo Motta. Na manhã de hoje, 100 militares do CMO (Comando Militar do Oeste), 600 alunos da Escola Municipal Prof° Arlindo Lima, 50 bombeiros, além de frequentadores e grupos da terceira idade, estiveram na praça participando das atividades físicas.

“A ação incentiva a prática de atividade física, gerando qualidade de vida. Nós estamos aqui para demonstrar também nossa rotina de exercícios”, explicou o Coronel José Antonio Pereira dos Santos, subcomandante dos Bombeiros.

Eu já faço exercício todo dia. Adorei a ação. Muito legal. Espero que outras pessoas levem para vida um dia como esse", disse a administradora Vivian Rosa, 33 anos.

Ao todo 200 militares puxaram um tanque blindado com quase 52 toneladas.Ao todo 200 militares puxaram um tanque blindado com quase 52 toneladas.

Militares no Desafio: A todo, 200 militares do 20° Grupamento do Exército, puxaram com uma corda um tanque blindado M6, de quase 52 toneladas, por cerca de 30 metros. O veículo é usado em situações de combate, em operações ofensivas.

Apesar dos treinamentos diários, os militares fizeram um teste na segunda-feira para saber quais seriam as condições ideais para realizar a atividade.

Após o trabalho concluído, o grito “Cavalo, Aço, Fogo e Balaço”, deixava claro que o desafio havia sido vencido.

A maior dificuldade, segundo o comandante Alexandre da Hora, é retirar o veículo de 51, 4 toneladas da inércia. No pátio do Regimento de Cavalaria Blindado, o comandante reafirmou que o preparo físico dos militares capacita-os para o desafio proposto.




Já que as entidades públicas desejam que a população pratique atividade física poderiam então arrumar um lugar específico para a ginástica feita ao invés de ocuparem a quadra de Basquete do Belmar Fidalgo. Várias vezes os praticantes de basquetebol, inclusive eu, tivemos que encerrar as nossas atividades para uma dezena de pessoas fazerem ginástica na quadra de Basquete. Nada contra a ginástica.
 
Régis Marlo em 30/05/2012 05:31:00
Essa de puxar o blindado foi boa, os caras tiveram que fazer força mesmo... Fizeram revezamento ou foram os mesmo que puxaram por trinta metros o tanque?
 
jose carlos em 30/05/2012 02:21:00
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.