A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

23/08/2011 09:19

Ex-BBB, no ar com “Malícia”, Priscila Pires não diz porque quer ser vereadora

Ângela Kempfer
Foto de divulgação de ensaio sensual no site Paparazzo.Foto de divulgação de ensaio sensual no site Paparazzo.
Em modelito comportado para assinatura de ficha de filiação.Em modelito comportado para assinatura de ficha de filiação.

Minutos depois de assinar a ficha de filiação no PTdoB, a sul-mato-grossense Priscila Pires é sincera. “Ainda não conheço nada do partido. Foi ele (o partido) quem me escolheu”.

Na Assembleia Legislativa, ela dá a primeira entrevista sobre um novo caminho: a Política. “Todo mundo é um pouco político, como todo mundo é um pouco juiz de futebol no Brasil”, justifica, mas sem falar o que pretende com o cargo público. “Ainda é cedo para apresentar minhas propostas”, justifica.

Vice-campeã do BBB Brasil 9, ela diz que não se arrepende de nada feito durante a vida. Acha que pode repetir a votação do programa em Campo Grande e entrar para política, porque não vê diferença entre eleitorado e tietagem. “As pessoas perceberam que eu sou guerreira e me respeitam por isso”, avalia.

Entre uma pergunta e outra, a moça - que hoje mora no Rio de Janeiro com o marido, deixa escapar interesses diversos. “Tenho uma bolsa igual a sua”, comenta com a repórter.

Articulada, a ex-BBB volta ao assunto em pauta e diz que vai estudar antes de oficializar candidatura à Câmara de Vereadores e por isso “ainda não vou falar das minhas bandeiras ou propostas”.

Ela também tenta se cercar de bons apoiadores para ganhar segurança no projeto ousado.

O primeiro passo foi uma conversa com o governador André Puccinelli (PMDB) na manhã do dia 12 de agosto, na Governadoria. Ao ver a porta do gabinete a modelo diz que sentiu medo. “Fiquei pensando: o que vou falar para esse homem”, lembra.

Depois de uma hora de conversa, a sensação é outra. “Nossa, ele me recebeu tão bem, que sai de lá animada. Depois da conversa com o governador acho que posso até ser presidente”, sorri.

Em 2009, durante evento em Campo Grande, Priscila conheceu o presidente Lula, mas diz que nunca votaria em alguém do PT. "Fiquei feliz porque ele disse que eu representei muito bem o meu estado no BBB, mas o PT não tem nenhuma relação comigo", justifica.

Priscila ao lado de Lula em evento em Campo Grande em 2009.Priscila ao lado de Lula em evento em Campo Grande em 2009.

Formada em Jornalismo pela UCDB, Priscila jura que fez faculdade pensando em trabalhar como jornalista política, mas nunca conseguiu emprego na área. “Quiseram me namorar, me paquerar, mas nunca me deram emprego”.

Com a tia e um assessor ao lado, a ex-BBB tenta mostrar que conhece bem a cidade. A repórter pergunta qual o bairro mais populoso de Campo Grande. Priscila estala os dedos e responde: “Aero Rancho. Estudei isso hoje cedo”, revela.

Há pouco tempo, as Moreninhas eram conhecidas como região mais populosa, mas os dados recentes do IBGE mostraram outra realidade.

Independente das estatísticas, Priscila diz que conhece muito bem os dois bairros. Filha de pais separados, ela cresceu entre as casas das avós materna e paterna. “Uma mora na Moreninha e outra no Aero Rancho”.

Com sotaque bem carioca, a moça jura que nunca deixou Campo Grande por completo. “Venho sempre nos finais de semana, tenho família e muitos amigos aqui”.

Lançamento do programa Malícia, do canal Multishow.Lançamento do programa Malícia, do canal Multishow.

No ar - Pensando no futuro, Priscila diz que não quer deixar a vida artística, mesmo se for eleita. Nos planos está a possibilidade de apresentar um programa de TV regional, mas “com charme. Como o do Picarelli não”, comenta sobre o programa policial apresentado pelo deputado estadual Maurício Picarelli.

Hoje ela é parte de elenco de um seriado nada familiar do canal por assinatura Multishow. Priscila aparece seminua em episódios ao lado da também ex-BBB Fani.

“Eu não faço um programa erótico, tenho uma personagem. Você já assistiu Thelma e Louise?”, questiona, comparando as tramas do seriado “Malícia” com o filme premiado da década de 90, com Susan Sarandon e Geena Davis.

O canal coloca o programa como “conteúdo adulto”. São 4 amigas que saem pela estrada em um conversível vermelho aprontando todas, sempre com histórias picantes e pouca roupa.

Em um dos episódios, Priscila aparece fazendo leilão de si mesma, em outro faz strip-tease para caminhoneiros, depois troca selinhos com as amigas, carícias, tapinhas no bumbum e por aí vai.

São 36 episódios já gravados. O contrato terminou e Priscila entrou em período de férias. Sobre o saldo da “atuação artística”, a morena diz ter certeza que não haverá danos as pretensões políticas, apesar do campo-grandense considerado conservador.

“O programa é bonito”, resume.

Priscila pode enfrentar outro ex-BBB na campanha em 2012. Dilsinho Mad Max já se candidatou nas eleições estaduais pelo PTC, perdeu, mas tem dito que não vai desistir.

Já o vencedor da quinta edição do programa, Jean Wyllys, é deputado federal pelo PSOL




Bom não tenho nada contra a candidatura desta linda moça, ela é uma pessoa simples, batalhadora, corre atrás de seus objetivos ate alcança-los, creio que como vereadora não será diferente, já que será uma pessoa do povo, Meu Voto ela já tem... Palhaçada por palhaçada, vamos embelezar ao menos nossa camara....
Agora se ela nao fizer por merecer, botamos para fora....
 
Camilla Souza em 23/08/2011 12:17:26
CONCORDO PLENAMENTE COM O JOÃO PEDRO. É A TREVA MESMO!!!
 
NARCISA SILVA em 23/08/2011 11:49:32
Na minha opinião essa camera de vereadores em nada representa a população de Campo Grande, a camara de vereadores deveria ser composta por pessoas da população, que representassem verdadeiramente o povo, mas infelizmente isso não acontece, agora com a possibilidade de eleger uma pessoa que vive uma vida totalmente aternativa onde o trabalho passa longe, não condiz com realidade vivida pela população.
 
Marcel Souza em 23/08/2011 10:48:00
acho que temos muita gente competente que vive o nosso dia dia, mas como o eleitor nao escolhe por capacidade mas sim por outros motivos quem sabe esta jovem que vive em outro estado nao pode ser melhor que os erdeiros ou erdeiras do eleitorado que aqui vivem.
 
valdecir garcia fernandes em 23/08/2011 09:50:57
Se esta moça de comportamento questionável for eleita, certamente não estranhará nem causará qualquer estranheza na Casa de Leis de nossa Cidade Morena, por motivos óbvios. Quem pensar um pouco, entenderá...
 
Paulo Amaral em 23/08/2011 09:37:14
A moça é gos.....prá caramba...Mas, entrar no mundo da política para representar o povo é prá acabar.
Existem muita gente boa, que fazem muito pelo povo, sem pensar em nada de troca.
Conheço uma moça, que vive ajudando as pessoas e a comunidade onde mora, onde têm amigos e outros.
Conseguiu muita coisa para o pessoal da Cel. Antonino e imediações, coisa que político nunca fez nada. Esta sempre preocupada com o bem estar das pessoas e dos animais. Ajuda a todos, dentro das suas possibilidades e nunca ouvi falar em virar política. É de boa família, inteligente, comprometida com suas obrigações, possui um excelente carater, estudou em boas escolas e cursou boas faculdades. É meiga e de uma humildade invejável, só é muito brava se alguém pisar no seu calo.
Gostaria de entregá-la aqui, mas acho que ela me mata. Vou dar uma dica, é leitora assídua do campograndenews, faz muitos comentários, acho que todos os dias. Só vou dar as iniciais NO.
Voltando a bela Priscila, deve fazer novela , filme, jornalismo, mas deixa a política para outros. O povo têm que aprender a votar, escolher seus candidatos com carinho e muita responsabilidade, para não ficarmos reféns da burocracia, roubalheira e descaso com a nossa realidade brasileira. Precisamos de boa saúde, educação, trabalho e habitação.
Falta alguém de pulso firme, para tirar essas mordomias existentes para esses políticos que muito ganham e pouco fazem...O cara que têm um salário bom, possui um cargo de confiança têm que pagar gasolina com seu dinheiro, usar seu próprio carro e não mamar nas tetas do município, estado ou união. Esse povo, vive para baixo e para cima, com carro oficial, queimando gasolina pública a nossas custas. isso é só um pequeno exemplo.
Pensem bem nas próximas eleições e não venda seu voto, nem dê a uma gatinha ou gatinho . O resultado vêm a galope e não podemos reclamar mais das nossas escolhas.
 
juan charlymoon em 23/08/2011 07:55:31
Infelizmente nossa política está regredindo cada vez mais. Uma pessoa como essa que se filia a um partido sem nem conhecer sua diretrizes, que após ficar famosa mudou-se de Campo Grande para o Rio de Janeiro e agora ao cair no esquecimento, quer voltar a sua cidade e viver a custa do povo. Ela jamais disse na TV ter orgulho de ser sul-matogrossense ou campo-grandense, pelo contrário tinha vergonha queria ser carioca. Acho que pelo jeito que anda a politica, logo Fernadinho Beira-Mar vai virar candidato a prefeito.
 
João Pedro em 23/08/2011 04:59:25
Com certeza Ela descobriu que pode ser eleita, até porque o povo não sabe nem porqure votou e em quem votou; também quer saber para que votou, se não não votaria em um bando de inútil. Eu nunca vi um Vereador no meu Bairro. É uma casa de esconderijo da marajá do dinheiro do povo.
 
luiz alves pereira em 22/08/2011 09:26:29
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.