A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

06/08/2012 10:58

Horas de fila nas noites de sexta-feira são boa propaganda em Campo Grande?

Ângela Kempfer e Anny Malagolini
No Miça, mas de 130 pessoas esperavam na fila até a meia noite. (Fotos: Minamar Júnior)No Miça, mas de 130 pessoas esperavam na fila até a meia noite. (Fotos: Minamar Júnior)

Pode ser qualquer estilo, do rock ao sertanejo, nas noites de sexta-feira quem quiser ir ao bar da moda vai enfrentar fila e em alguns casos a espera não tem qualquer lógica, reclamam os cansados mais irredutíveis frequentadores das casas noturnas da cidade. Quem decide ficar horas em pé, tem de estar fisicamente disposto e ter bom humor para enfrentar, inclusive, alguns barracos.

Veja Mais
Caligrafia da escola rendeu à Marystella a profissão de designer de lousas a giz
Luis ganhou o título de presidente e hoje é dono da própria cadeira no bar

“Nem está tão cheio, deixam a fila ficar grande para parecer que está legal”, reclama Pedro João moura, 22 anos, técnico de informática, durante uma longa espera de 50 minutos no Miça, bar na avenida Afonso Pena.

Ele e os amigos Nicollas e Gustavo reclamam da fila “sem noção”, já que dentro do bar ainda há muito espaço de sobra. “Tem fila diferenciada”, indica sobre alguns privilegiados na lista VIP dos donos da balada.

A fila virou propaganda em Campo Grande. Mônica Garcia, 30, funcionária pública, diz que só parou no Miça porque viu a concorrência.” O movimento aqui na frente nos chamou a atenção, é o marketing das casas noturnas em Campo Grande. Vamos ficar aqui no máximo 20 minutos, se não entrarmos, atravesso a rua e vou no bar da frente”, garante.

A dica de Mônica não é nada politicamente correta: procurar algum amigo para furar a fila. “Ou então chegar depois da 1 da manhã. Já não tem ninguém”. Perto da meia-noite, a espera no bar tinha mais de 130 pessoas.

No caso do Miça, a concorrência era pelo pagode, a R$ 15,00. Mas a aglomeração na porta está, inclusive, na periferia, como no sertanejo do bar Santa Fé, na rua Brilhante.

Valley é recordista no tempo de espera.Valley é recordista no tempo de espera.
Juliete encontrou amigos e furou a fila.Juliete encontrou amigos e furou a fila.

Na cidade toda, ninguém bate o recorde da Valley Pub, da avenida Afonso Pena. Há sextas em que 2 horas da manhã é pouco para quem não arreda o pé na tentativa de entrar no bar da moda.

A estudante Juliete Blois, 22 anos, chegou tarde, mas conseguiu um amigo na fila para superar algumas posições no ranking de chegada. Problema de quem ficou para depois. “Isso sempre acontece, não tá certo”, gritava o coro de meninas revoltadas pela ultrapassagem de Juliete. “É comum isso acontecer, de ter alguém esperando você na fila”, justificava a estudante.

O que mais chama a atenção é que a revolta existe por vários motivos, mas ninguém desiste de frequentar o lugar. A maior parte das reclamações é sobre o tratamento diferenciado aos que compraram acesso aos camarotes. No local há duas filas, uma para clientes da pista e a outra é para os VIPs que pagaram mais caro, uma anda bem, a outra nem se mexe por horas.

“Tendo reserva tudo bem, mas o problema é que os conhecidos têm preferência na entrada e isso incomoda”, protesta Andrea Souza, 24. A estudante Lais Maluf, de 22, garante que é diferente da maioria e jura que nunca mais volta a enfrentar fila. “Eu vim aqui só pra conhecer, mas pela fila que estou enfrentando já adianto que não quero voltar. Só continuo porque já comprei os ingressos”.

A hostess da Valley, Eduarda Ribeiro, explicou que a demora ocorre porque a casa só tem espaço para 370 pessoas. Sobre adiferença entre as filas, ela garante que só tem prioridade que fez reservas, porque o número de lotação já inclui essas pessoas. “Quem não quer enfrentar as longas filas, tem que chegar cedo”, avisa.




A lei da fila bancária estipula em 30 minutos o tempo máximo de espera em fila. Poderíamos cobrar dos políticos uma lei específica, reclamar no Procon. Se a entrada é paga então há contratação de um serviço. Outra solução seria "boicotar" o local que pratica esse ato. Basta utilizar as redes sociais e se mobilizarem. Agente só reclama mas não lutamos pelos nossos direitos.
 
Sandro Barros em 10/08/2012 04:00:47
Agora então o novo problema é a fila?????? É simples, vai onde não tem ninguem... fácil....
Esse pessoal que comenta aqui são aqueles que nunca saem de casa e querem dar opiniões sobre a noite, uma comédia.....
 
Pedro Rosas em 07/08/2012 09:48:05
Uma vez acabei sendo atraído pela 'fila' e fui no Miça. A casa estava VAZIA, e a 'porteira' estava conversando com a colega ao lado. eles foram instruídos a segurar a fila, e dão como desculpa a lotação da casa. Não volto mais lá, nunca mais,e não recomendo também. Prefiro mil vezes ser bem atendido em um lugar menos conhecido do que frequentar bar da 'moda'.
 
Thiago Mendes em 07/08/2012 09:15:55
A verdade é: fica na fila quem quer, não adianta ficar aqui no site reclamando, se está na fila é por vontade própria!
 
Deivison Medeiros em 07/08/2012 09:09:12
Olhem pelas fotos...bombadinhos e menininhas com meio quilo de pó na cara... como a notícia nos fala...barzinhos da moda...da moda. Essa turminha ai não tem nada na cabeça, só querem entrar para tirarem fotos e postarem nas redes sociais na segunda feira dizendo que estão abalando nas baladinhas... quanta bobeira e cabeça vazia...tem que ficar na fila mesmo.
 
Marcos Ramos em 07/08/2012 08:12:53
Isso é uma vergonha! Eu sempre tive vontade de ir à Valley Pub, ao Miça, mas NUNCA fui, jusamente porque quando chego em frente vejo aquelas baitas filas! Isso não é pra mim... sai fora!!!
 
Priscila Barcelos em 07/08/2012 08:08:41
É isso que é interessante, os proprietarios formam filas enormes para parecer que está superlegal, se os frequentadores simplesmente entrassem em outro lugar que esteja sem fila ou com uma fila menor, os proprietarios das baladas com filas grandes tentariam evitar formar filas e agilizar a entrada dos fregueses, mas o povo acha legal ficar na fila, então fiquem, eu não fico em fila nem de cinema
 
Maximiliano Nahas em 06/08/2012 12:57:40
Eu prefiro ir em um buteco e escorar o cotovelo no balcao e tomar uma gelada,tem muita gente que vai atras do modismo apenas para dizer que esteve em tal lugar.
 
Eduardo Kotlevski em 06/08/2012 12:28:40
Todo mundo reclamando das filas mas todo mundo firme e forte na fila. Esse trem nao tem logica nao ... Campo Grande tem umas coisas esquisitas.
 
Diego Silva em 06/08/2012 12:25:10
Tem casa noturna que deixa formar fila,só abre depois de formada,atrasa bem a entrada,pra fazer propaganda de que está com muita procura.Simplesmente ridículo,mas as pessoas continuam frequentando,então acham que ficar na fila é bom ou sinônimo que tá "bombando".
Fila também significa incapacidade de fazer fluir entrada de quem prestigia o evento,ou seja DESRESPEITO, de propósito ou não.
 
Adriano Magalhães Menon em 06/08/2012 12:22:43
Fila em QUALQUER SITUAÇÃO é , no mínimo, desrespeito ao seu frequentador... Depois perde público e vem ficar bravinho dizendo que campograndense só gosta de dormir...
 
Fernanda Lins em 06/08/2012 12:01:06
Empresarios usam essa estrategia de "marketing" para ao final de seis meses se verem obrigados a fechar o estabelecimento; consequencia de um modismo que eles mesmo alimentam.
 
Fernando Maciel em 06/08/2012 11:37:50
Propaganda idiota né. É um tiro no pé. Se vejo fila no bar, vou para o próximo buscar conforto.
 
Leonardo Reis em 06/08/2012 11:36:07
Deu pra ver que fila em frente da balada não é sinônimo de "urraa que lugar maneiro", mas sim de desrespeito com seus frequentadores.Depois como disseram em comentários abaixo, fecha o estabelecimento e a culpa vem pra cima da cidade e dos frequentadores????!!!! Me poupem, se organizem e façam planejamentos para atuarem nesse ramo.Fica a dica.
 
eliany amaro em 06/08/2012 09:09:00
olha na boa corro de fila mas tem pessoas que adoram fila eu particularmente detesto mas concordo com varios comentarios é melhor ir ne um boteco e tomar umas cerveja bem gelada e ser bem atendido num lugar que valorizam meu dinheiro
 
igo guimaraes lopes em 06/08/2012 07:47:45
As pessoas sempre falam mal sobre filas, sobre casa lotada e tal, mas quem é que sai de casa pra ir para balada ruim? Se ta cheio, é porque ta bom a balada pow... ou vocês saem para ir em baladas ruins? Para ir em lugar que não tem ninguem? Existem bares em CG especificos para isso, onde o povo fica sentado e tal, não tem música não tem muvuca, criticar é muito fácil. O mania do povo de CG viu!!!
 
Thiago Koala em 06/08/2012 07:27:39
A pessoa fura fila e ainda acha que conseguiu alguma vantagem! é esse tipo de gentinha que depois reclama da corrupção na política. Como reclamar de corrupção quando você está corrompendo o sistema? mude-se pra depois mudar o Brasil.
 
robson olivieira em 06/08/2012 07:24:34
Não é melhor ir na MISSA, do que ir no MIÇA???Fila é sinônimo de Propaganda?...Por isso que o SUS faz SUCESSO!!!KKKK...Respeito com cliente vale mais.
 
FABIO RODRIGUES em 06/08/2012 05:43:25
Não espero mais de 5 minutos em uma fila, passou disso chega a ser falta de respeito. Só existe essa atitude pois tem gente que espera.
 
Fernando Silva em 06/08/2012 05:28:00
To tentando achar o certo ou errado, em furar a fila ou esperar na fila.
 
Marcelo dos Santos Cabral em 06/08/2012 04:50:41
Gente!!! Eu pensei que o povo saia para se divertir! Como pode ficar em fila! Ora o dinheiro é de vocês deixem de valorizar lugar só porque é moda! Façam moda dos lugares que respeitam seus clientes. Só louco pra sair e ficar em fila no lugar de se divertir. KKKKKKK
 
marta fran em 06/08/2012 04:22:28
Muita gente reclama de fila em banco... concordo!!! Agora gostar de ficar na fila em frente das casas noturnas, bares e restaurantes para entrar porque o lugar é bacana? É trouxa quem fica em qualquer fila desse mundo esperando mais que 1h para entrar em algum lugar ou ser atendido!!!
 
Alberto Trindade em 06/08/2012 04:15:30
Quando vejo FILA corro longe!!!!O que adianta ficar na fila tanto tempo,sendo que gasta o que tem na entrada, e não sobra nem pra agua....pra depois ficar falando pros outros na faculdade ou no trabalho que foi na BALADA!!!...Tantos lugares pra ir, e prefere passar a noite na FILA!!!
 
fabio rodrigues em 06/08/2012 03:59:51
O coração de uma casa noturna é a presença dos clientes. Vcs reclamam da fila, mas ficam nela todo final de semana e gastam seu dinheiro ali sem pensar duas vezes. De que adianta reclamar ? É o que merecem mesmo.
 
Everton Rodrigues em 06/08/2012 03:46:36
e pior e que eu conheço alguns que vao la gastam todo dinheiro na entrada e num sobra nem pra toma uma agua.kkkkkkkkkkkkk. como falow a leticia nogueira nada melhor que senta num buteco conta uns "causo" toma uma gela trincando e ouvi aquelas moda ajeitada.
 
fabio carvalho em 06/08/2012 03:46:13
Se observarmos veremos que nessa fila só tem rapaziada jovem, rapaziada que enfrenta o batidão da semana e ainda tem gás pra "ATURAR" fila no final de semana.

Quando é novão assim, neguinho não preza muito a qualidade e sim a quantidade...

Hoje por exemplo, depois de viver tudo isso, não troco meu conforto por camarote nenhum, por entrada VIP nenhuma...
Tudo é fase gente
 
Fabiano Pontes em 06/08/2012 03:06:28
Gentiii é um absurdo tanta fila, mas brasileiro gosta né, que falta de respeito com os clientes...
 
suellen da silva em 06/08/2012 03:02:55
Fila?? Barzinho da modinha?? kkkkkk pra quê? Prefiro parar em um buteco no bairro onde moro mesmo, curto meu som, cerveja geladíssima amigos ...mtooo melhor
 
Leticia Nogueira em 06/08/2012 02:58:16
Ridiculo. Esse tipo de coisa é uma vergonha para Campo Grande.
 
Tiago Nunes em 06/08/2012 02:35:56
Tem que ser muito masoquista para ficar numa fila dessas, plantado, passando essa imensa falta de respeito... Vou lá no boteco mesmo, ou compro e levo em casa! Fui UMA única vez o Miça, e achei tão, mas tão babaca, que nunca mais!!! Detesto esse tipo de "coisinha" daqui. Igual o Lendas Pub. Lugar super legal, mas só vou se meus amigos estiverem tocando! Fui 1 vez e fiquei 1h na fila!
 
Liziane Berrocal em 06/08/2012 02:25:28
Como o Eduardo Kotlevski prefiro ir num buteco e tomar minha gelada tranquilo, essas modinhas ai, não tão com nada !
 
Danilo Rodrigues em 06/08/2012 02:20:35
Eu prefiro...chegar em um boteco tranquilamente e tomar minha cerveja, do que ficar horas em uma fila esperando, só pra dizer que fui no bar da "moda". campo Grande não vai pra frente por conta deste tipo de coisa!! O que me importa é o ambiente ser legal e a cerveja gelada... se tem pessoas descoladas ou não isso não me importa, pq quem faz minha festa sou eu!!
 
Fran Dutra em 06/08/2012 02:17:00
Eduardo Kotlevski, você falou tudo.

Assino embaixo!
 
Marcio Brunholi em 06/08/2012 01:41:16
Pensa na vergonha alheia de ver esses cidadãos horas e horas numa fila de um bar, pq TÁ NA MODA. #vergonha do povo dessa cidade.
 
Rose Mônaco em 06/08/2012 01:22:00
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.