A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

21/11/2011 19:16

Pela preservação do planeta, ecologista chega à Capital após percorrer 25 mil km

Francisco Júnior

Ecologista aventureiro já percorreu 21 países da America Latina e pretende encerrar sua jornada em cinco anos

Aventureiro já percorreu 25 mil quilômetros. (Foto: Pedro Peralta)Aventureiro já percorreu 25 mil quilômetros. (Foto: Pedro Peralta)

Após 25 mil quilômetros percorridos a pé por vários países da América Latina, o ex-bombeiro e ecologista inglês, Martin Hutchinson, está de passagem por Campo Grande e aqui pretende deixar sua mensagem: “respeito ao planeta”.

Hospede na sede do Grupamento do Corpo de Bombeiros do Parque de Poderes, o aventureiro ambiental já está com a mochila arrumada para seguir viagem até Corumbá, de lá vai para a Bolívia.

Aos 50 anos, solteiro e sem filhos, Martin conta que começou sua jornada na cidade de Cancun, no México, há cinco anos, e desde então não “parou mais de caminhar”. Em todos esses anos, segundo ele, gastou 27 pares de calçados e com o último, que ainda resiste, percorreu os últimos cinco mil quilômetros.

Desde que começou sua jornada, Martin já esteve em 21 países. Ele pretende completar “sua missão” até 2016. “Eu sou um homem de 50 anos. Espero que minha saúde deixe”, brincou.

Natural de Machester, na Inglaterra, o ecologista diz que não tem um local fixo para viver e que considera cada lugar por onde passa como um lar. “O mundo é a minha casa”, diz.

Durante suas andanças, Martin conta que passou por vários apuros. “Roubaram minha barraca. Já tentaram roubar minha câmera”, lembra.

Ele revela que estranhou “um pouco” a população do Estado do Amazonas. Martin comparou o povo dessa região do País com a população da Argentina e Chile. “É um povo muito fechado”.

Aventureiro mostra o calçado com que percorreu os últimos 5 mil KM (Foto: Pedro Peralta)Aventureiro mostra o calçado com que percorreu os últimos 5 mil KM (Foto: Pedro Peralta)

Para comer e dormir, ele procura as sedes dos batalhões da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e escolas. O ecologista diz que conta ainda com a solidariedade da população desses locais.

Por onde passa o aventureiro vira notícia. Ele carrega uma pasta onde guarda todas as reportagens que foram feitas sobre ele em vários países que já esteve.

Nos locais em que passa ministra palestras sobre a importância da conservação do planeta. “Passo para as crianças e para os adultos que é preciso ter a conscientização de cuidarmos do nosso planeta”.

Critico ferrenho do consumismo, o ecologista afirma que o homem só pensa no presente. “É tudo cada vez mais rápido. As pessoas querem consumir cada vez mais e não se importam com o futuro do planeta. Elas não se preocupam com a natureza”, alertou.

Após passar por quatro países do sul do continente, ele pretende retornar ao Brasil e ir para o Estado do Pará. “Gosto da música e da comida de lá”, disse rindo.

O ecologista deixa Campo Grande na manhã desta terça-feira.




Concordo com ele, o mundo e a nossa casa, precisamos juntos cuidar da mãe natureza. Conheço o estado do Para (salinas e uma maravilha de passar ferias, comida hummmmm delicia..,).
 
Aparecida da Silva em 22/11/2011 10:49:05
Um cara tão inteligente gostar da música do Pará, sem ofensa ao estado!
 
Oswaldo Benites em 21/11/2011 11:02:57
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.