A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

03/03/2016 06:56

"Bazar Chic" tem peças de grife mineira e vai ajudar crianças na África

Adriano Fernandes
Os valores de todas as peças do 2° Bazar Chic irão variar de R$ 90,00 até R$ 770,00. (Foto: Marcos Ermínio)Os valores de todas as peças do 2° Bazar Chic irão variar de R$ 90,00 até R$ 770,00. (Foto: Marcos Ermínio)
Uma das versões mais tribais do bazar, o vestido tem estampas tropicais. (Foto: Divulgação)Uma das versões mais tribais do bazar, o vestido tem estampas tropicais. (Foto: Divulgação)

Do dia-a-dia aos vestidos de festa, a segunda edição do "Bazar Chic do Instituto Amigos do Coração" tem roupas que impressionam pela qualidade e bom gosto. Durante todo o fim de semana, vão estar à venda 392 peças das coleções de inverno e verão 2015 da grife Traquinage, com descontos.

Veja Mais
Para quem só toma Sidra, sommelier apresenta espumante bom e barato
Loja reinaugura com liquidação de jeans por 39,90

Não há nada com preço popular. Os valores variam de R$ 90,00 até R$ 770,00, entre vestidos de gala, saias, blusas e macacões da marca mineira, que pela segunda vez colabora com o projeto. Os modelos estão em Campo Grande desde a última quinta-feira mas só estarão a disposição das clientes a partir de manhã.

As saias são uma das opções mais casuais do bazar. (Foto: Marcos Ermínio)As saias são uma das opções mais casuais do bazar. (Foto: Marcos Ermínio)
O vestido branco de festa, custa R$ 398,00. (Foto: Marcos Ermínio)O vestido branco de festa, custa R$ 398,00. (Foto: Marcos Ermínio)

Há estampadas, detalhes em tule ou clássico poá. A marca de Minas Gerais tem acabamento que chama atenção e estampas exclusivas. Os tamanhos são desde o PP até G.

“Na primeira edição do bazar, em dezembro de 2014, a grife nos doou 600 peças e o resultado foi muito positivo. Foi isso que nos impulsionou a realizar a segunda edição: saber que a responsabilidade social faz parte da ideologia da marca”, comenta Adriano Alberto de Oliveira.

Ele é um dos diretores e membro fundador do Instituto Amigos do Coração. A iniciativa é uma parceria entre a entidade e a ONG Fraternidade Sem Fronteiras. Por isso, toda a renda arrecada será destinada à criação de "escovódromos" em sete aldeias do continente africano.

A estrutura de nome curioso é um local coberto, com pias e torneiras onde as crianças podem escovar os dentes. “A ONG há anos realiza trabalhos em aldeias da África e com a parceria o instituto se comprometeu com as necessidades odontológicas das crianças dessas aldeias. Elas ficam em regiões muito carentes e que não têm as menores condições de higiene, para quem vive nelas”, comenta.

O 2° Bazar Chic do Instituto Amigos do Coração irá acontecer na sede da organização, que fica na Rua Bahia, 1995. No sábado, o funcionamento é das 09h até as 21h e no domingo, das 09h até 20h. As compras podem ser feitas com cartão de crédito e débito.

Curta a página do Lado B no Facebook.

As estampas são tendência na moda este ano. (Foto: Marcos Ermínio)As estampas são tendência na moda este ano. (Foto: Marcos Ermínio)



Como diria dr. Estevom Molica: ''Aqui temos pobreza extrema, come-se arroz com feijão, lá temos miséria extrema, come-se folhas. Aqui temos água sem saneamento, lá não tem água. Aqui temos escolas mal cuidadas e destruídas, lá estudam debaixo de árvores e aprendem as primeiras letras escrevendo no chão.'' Linda ação. E engraçado que aqueles que mais criticam as ajudas ao continente africano, são os que não ajudam nem seus próprios familiares.
 
Tati Resende em 04/03/2016 15:14:05
Olha o próprio "quintal" ninguem olha........... Por que não ajudar que perdeu tudo na cidade de Mariana e demais cidades?????.
Falso fraternismo é pior do que não ajudar.
 
Geo em 03/03/2016 11:07:20
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.