A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

06/01/2012 09:37

Após fila, consumidores enfrentam correria por descontos em liquidação

Fernando da Mata

Loja Magazine Luiza anunciou descontos de até 70% nos produtos. Entre os itens mais procurados estavam televisão e jogo de panelas.

Consumidores no interior da loja (Foto: João Garrigó)Consumidores no interior da loja (Foto: João Garrigó)

Dezenas de consumidores de Campo Grande enfrentaram uma verdadeira jornada na busca por descontos em liquidação do Magazine Luiza. A loja de departamentos anunciou queda de até 70% nos produtos.

Antes da abertura do estabelecimento, que ocorreu por volta das 6 horas desta sexta-feira (6), a fila estava grande. Da porta do estabelecimento na rua 14 de Julho, a fileira de consumidores dispostos para a ‘corrida’ dobrou a esquina com a Barão do Rio Branco e chegou até o meio do quarteirão.

Quem largou na primeira posição foi o operador de máquinas Weberson Ribeiro dos Santos, 32 anos, que garantiu a pole na quarta-feira (4), às 17h30. Na lista de compras, televisão, forno, cômoda, colchão e tapete. “Os produtos bons são poucos, sempre os primeiros pegam os mais caros. Meu foco é a TV”, afirmou o operador de máquinas.

Teve gente que viajou para fazer as compras. Caso da comerciante Márcia Cristina dos Santos Souza, 39 anos, que veio de Terenos com a filha e a irmã. Pela primeira vez na liquidação, garantiu lugar na fila às 14h30 de quinta-feira (5) e passou a noite tranquila.

“Fomos bem atendidos, teve água, café, pipoca e deram cadeiras para a gente sentar”, relatou Márcia. O objetivo da comerciante era comprar notebook, condicionador de ar e guarda-roupas.

Há quem deixou para a última hora e se surpreendeu com a longa fila. A diarista Maria Francisca de Moraes, 62 anos, foi de ônibus até o Centro com a filha. “Pensei que não tinha tanta gente, se soubesse tinha pousado aqui”, lamentou a diarista que tinha na lista de compras ventilador, ferro, panela de pressão e tanquinho de lavar roupas.

A liquidação não foi feita só dentro da loja. A vendedora de salgados Luciana Malta, de 29 anos, chegou às 3 horas para garantir um dinheiro a mais para o sustento dos cinco filhos. “Tem liquidação aqui também. O mais barato é o café, R$ 0,25”.

Na Barão do Rio Branco, havia outra fila de consumidores à espera da abertura de outra loja do Magazine Luiza. O aposentado José Martins de Almeida, 77 anos, garantiu o primeiro na fila às 5h20 de quinta-feira (5). “Só encontrei prédio, mais ninguém. Minha velhinha está esperando presente lá em casa”, contou o aposentado, que vai presentear a esposa com fogão, ferro, panela de pressão e liquidificador.

Fila começou na entrada da loja na 14 de Julho...Fila começou na entrada da loja na 14 de Julho...
... e foi até o meio do quarteirão da Barão (Fotos: João Garrigó)... e foi até o meio do quarteirão da Barão (Fotos: João Garrigó)

Largada - Depois da abertura das portas na loja da 14 de Julho, a correria foi grande na busca pelos melhores produtos e preços baixos.

O que se via no interior do estabelecimento era consumidores carregando itens de diversas formas: levando na cabeça, arrastando ou colocando em sacos plásticos.

O marceneiro Valmir Menezes, 47 anos, levou uma televisão LCD por R$ 790. “Comprei um ferro também, mas vou garantir mais umas coisas”.

A agricultora Ana Maria Ramos, 48 anos, fez uma pilha com aspirador de pó e líquido, liquidificador, batedeira e DVD portátil no meio do corredor. “Vou dar mais uma volta para pegar mais algumas coisinhas”.

Vários consumidores rodearam a banca de celulares. Caso do sesenhista Iaires Gonçalves de Oliveira, 49 anos, primeiro na fila de pagamento do aparelho. “O preço está ótimo”, afirmou Oliveira.

Para garantir que ninguém encostasse a mão nos produtos, a dona de casa Maria Francisca Souza, 47 anos, pregou uma etiqueta de ‘vendido’ no saco plástico com panela, batedeira, espremedor de frutas, ventilador e cafeteira. “Falta a televisão, o colchão e mais algumas coisas”.

O agente de bagagem Jeferson Mariano, 26 anos, comprou jogo de talheres, ventilador, batedeira e liquidificador. “Valeu a pena com certeza ter esperado na fila. Economizei R$ 300”, comemorou Mariano.

Segundo o gerente da loja, André Ricardo Biagioni, a expectativa é vender até às 14 horas o que se vende em dez dias. De acordo com o gerente, os itens mais procurados são: televisão, fogão, refrigerador, notebook, panela de pressão e ferro de passar roupa.

Depois das compras, consumidores enfrentam outra fila para pagar e levar produtos para casa (Foto: João Garrigó)Depois das compras, consumidores enfrentam outra fila para pagar e levar produtos para casa (Foto: João Garrigó)



Campo Grande News madruga hein! Pegou o povo no pulo na fila, mas é isso não dá pra deixar de aproveitar promoções como essas. O ideal é se preparar para esse grande momento, tem muita coisa barata.
 
Marco aurelio em 06/01/2012 09:45:48
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.