A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

04/05/2016 06:20

Casar aos domingos virou tendência, pelo orçamento menor e baixa concorrência

Thailla Torres
A escolha pelo domingo pode ser uma ótima opção para quem deseja economizar. (Foto: Lusival Junior) A escolha pelo domingo pode ser uma ótima opção para quem deseja economizar. (Foto: Lusival Junior)

Por uma questão de oferta e economia, agora é uma tendência os casamentos aos domingos. Para os noivos, além do orçamento menor, até escolher a data fica mais fácil, por conta da baixa concorrência.

Veja Mais
De super-herói a câmera analógica, presentes para nerds estão em alta
Oficina oferece de graça curso básico sobre veículos para mulheres

Na hora de decidir o lugar da festa, surgem as maiores possibilidades de pechincha. E o corte de gastos segue pela decoração, música, bebidas e menu. A começar pelo fato de que os convidados bebem muito menos, porque no outro dia é hora de trabalho. A economia pode ser de 30%.

 

 

Mas o dia não impede de fazer um festa cheia de charme. (Foto: Lusival Junior)Mas o dia não impede de fazer um festa cheia de charme. (Foto: Lusival Junior)

A noiva Jucyllene Castilho, de 30 anos, sentiu um alívio no bolso ao escolher o dia normalmente desprezado. “Inicialmente, eu queria casar de tarde e, por conta da concorrência, os sábados eram mais difíceis. Na sexta eu não poderia porque as pessoas trabalham”, explica.

Sem saber que a escolha seria mais econômica, a noiva acabou surpresa com a diferença de preços. “O lugar foi o que mais sentimos a diferença. Na época, pagamos R$ 4.400,00 para casar em uma estância. Se fosse no sábado, o valor subia para R$ 7.500,00”, diz.

Além do espaço, em outros produtos foi possível sentir também a diferença. Jucylenne teve um desconto de 40% no cerimonial e os doces saíram pela metade do preço.

O problema é na hora de encontrar um salão disposto a abrir em pleno domingo. “Os salões encarecem pelo trabalho dos profissionais ao domingo, por isso optei por um profissional particular”, recomenda. O salão de beleza cobraria R$ 1.200,00 + 30% pelo extra de domingo, mas o atendimento em casa custou R$ 600 + 25%.

Já o registro fotográfico continua como em qualquer outra data. Tudo depende da escolha de planos para cada casal. “O domingo não acaba influenciando no preço. Mas a gente consegue atender muitas vezes com um plano diferenciado, pois são dias da semana com uma menor disputa”, explica o fotografo Marco Miatelo.

O cerimonialista Gil Saldanha já atua há 8 anos no ramo de eventos e percebeu que outro motivo que deixou o domingo atrativo foi o gosto por cerimônias durante o dia. “Desde que a cidade começou a oferecer mais opções para cerimônias durante o dia, houve um demanda maior nos últimos 2 anos. Com isso, a disputa pelos casamentos diários aumentam”.

“O domingo é sempre uma ótima opção. E como há menos procuras, é possível garantir mais descontos, porque há pouca demanda. E os valores variam de acordo com cada escolha dos noivos”, comenta.

Nathalie Junges Filiú, de 22 anos, casou em dezembro de 2015. Por ser adventista, ela optou por realizar a cerimônia no domingo, para que a festa fosse divertida e charmosa, mas sem exageros. Outra vantagem da véspera de segunda. “Foi um casamento tranquilo e perfeitamente da maneira que desejamos, pois não queríamos uma festa que durasse até madrugada.”

Nathalie e o noivo Romeu, são adventistas e optaram pelo domingo. (Foto: Lusival Junior) Nathalie e o noivo Romeu, são adventistas e optaram pelo domingo. (Foto: Lusival Junior)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.