A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

22/12/2014 06:34

Casarão vira cenário para casamento com tapete vermelho desde a calçada

Paula Maciulevicius
Fachada apaixonante foi o que levou os noivos Túlia e Fernando a escolherem um mini-casamento no restaurante Navarro. (Foto: Regina Aoki)Fachada apaixonante foi o que levou os noivos Túlia e Fernando a escolherem um mini-casamento no restaurante Navarro. (Foto: Regina Aoki)

A vontade de dizer sim num lugar mais aconchegante, com os familiares e amigos mais íntimos como testemunhas, o cardápio à altura, além de uma fachada apaixonante, foi o que levou os noivos Túlia e Fernando a escolherem um mini-casamento para chamar de seu, no restaurante Navarro, no Centro da cidade. De Campo Grande, os dois tiveram três meses de planejamento até a chegada do grande dia.

Veja Mais
Oficina oferece de graça curso básico sobre veículos para mulheres
Escola para crianças de até 6 anos não vai fechar nem nas férias

Ela, funcionária pública e ele aviador da Base Aérea. Túlia planejou os detalhes daqui enquanto o noivo estava morando em São Luís, no Maranhão. Juntos há quase três anos, o casamento foi realizado antes que a próxima transferência dele saísse. 

"Nós já frequentávamos o restaurante e como íamos fazer para poucas pessoas entre familiares e amigos, eu tive essa ideia, porque era fácil de fazer no ambiente que realmente já está pronto", conta a noiva, Túlia Corrêa Curvo, de 30 anos.

Túlia entrou de véu e vestido de noiva no tapete vermelho. (Foto: Regina Aoki)Túlia entrou de véu e vestido de noiva no tapete vermelho. (Foto: Regina Aoki)

A ideia era de fazer uma cerimônia pequena no tamanho, mas grande em sentimentos. "A fachada deles é muito bonita, o ambiente é rústico, simples e elegante, contratei uma decoradora e mantemos o cardápio de lá", explica. O pouco tempo foi o pontapé para que Túlia começasse a buscar por lugares onde não exigisse tanta decoração, mas ainda assim tivesse as características de um casamento, o que coube à decoradora Cintia Peters.

Ao Lado B, Cintia explica que normalmente as festas entram na casa dos 100 convidados, mas que é possível e belo fazer um casamento bem família. "Quando chego no ambiente, eu vejo o local, o que tem de diferente. Procuro não mudar muita coisa, porque já tem a beleza em si, do próprio lugar", descreve.

Os móveis como o aparador onde ficaram o bolo e os doces eram do próprio restaurante. "Fizemos a decoração sem tirar a beleza que é mais rústica do lugar e complementei o ambiente seguindo o gosto da Túlia, com lírios e flores nobres, somei com o local", explica Cintia. 

Para dar um toque romântico à cena, os pilares receberam arranjos de pequenos buquês e as mesas, decoração com detalhes de espelhos. Por não se tratar de um salão amplo, os grandes arranjos deram lugar às pequenas flores e delicadezas, com exceção da mesa dos noivos e dos pais, que precisavam ganhar um destaque a mais.

Na mesa dos doces, além do bolo e dos bonequinhos, Cintia trabalhou com mais flores nobres e aproximou um pouco mais o lustre, já existente no restaurante. 

Mesa de doces e do bolo ganhou detalhes de flores nobres. (Foto: Arquivo Pessoal)Mesa de doces e do bolo ganhou detalhes de flores nobres. (Foto: Arquivo Pessoal)

No cardápio do chef de cozinha Gustavo Helney, as opções servidas à francesa trouxeram como entradas: 'Brandade de bacalhau', que são lascas de bacalhau e purê de batata, 'Ceviche', filé de tilápia em marinada de cebola roxa, leite de coco e limão, 'Brusqueta napolitana', as fatias de pão italiano com tomatinho, parmesão e azeite e para fechar, a salada Navarro, com alface americana, rúcula, cenoura, tomatinho, lascas de parmesão, crouttons e molho.

De pratos principais, Túlia e Fernando ofereceram aos convidados filé mignon, pintado na laranja e dois tipos de risotos de bacon e queijo coalho e um de mussarela de búfula e manjericão. 

"Eles mantiveram o padrão do restaurante, que eu já gostava e acrescentaram algumas sobremesas que são servidas de dia", explica a noiva.

Nas mesas, arranjo foi delicado com detalhes de espelhos. (Foto: Arquivo Pessoal)Nas mesas, arranjo foi delicado com detalhes de espelhos. (Foto: Arquivo Pessoal)

O casamento começou às 20h30 e seguiu até por volta da 1h da manhã. Túlia entrou de véu, vestido de noiva e desfilando por um tapete vermelho que começava na calçada. As portas de madeira do restaurante se fecharam logo que a noiva desceu do carro e a marcha nupcial anunciou a entrada dela.

"Eu consegui fazer do jeito que eu queria. Como era um ambiente pequeno, consegui fazer as coisas melhores", descreve.

Túlia entrou com o pai, cruzou a porta e chegou até o primeiro pilar do restaurante, onde o noivo a aguardava no altar. A cerimônia contou com a entrada desde o pastor, aos padrinhos, músicos ao vivo e ainda a tia-avó de Túlia como dama de honra.

"Foi exatamente do jeito que eu sempre sonhei. Teve bonequinho de bolo, o brinde, joguei o buquê. Cheguei no final da noite realizada", conta. O noivo Fernando Curvo dos Santos, de 34 anos, resume que a ideia era de fazer diferente. "A gente optou por fazer pelo tamanho do salão, um evento diferenciado" e assim foi.

O gasto médio calculado por convidado, incluindo todo cardápio, bebidas, decoração, doces e tudo o que a noiva tem direito foi de R$ 350. E uma emoção que não tem preço.

"Eu tremia segurando o buquê. Te dá uma emoção e olha que eu estava calma, mas do jeito que tocava a marcha nupcial, batia meu coração", finaliza a noiva.

Casal realizou sonho como sempre quiseram. (Foto: Regina Aoki)Casal realizou sonho como sempre quiseram. (Foto: Regina Aoki)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.