A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

28/09/2015 10:47

Das fazendas de MS, moço rico consagrado como DJ estreia na SP Fashion Week

Ângela Kempfer
Coleção da Ratier, grife com loja em São Paulo. (Foto: Reprodução Facebook)Coleção da Ratier, grife com loja em São Paulo. (Foto: Reprodução Facebook)

Renato Ratier não tem parada. Quando nos surpreende com um grande projeto, logo surge outro trabalho e o reconhecimento ao homem que cresceu na fazenda, ficou famoso pela música eletrônica e agora é estilista convidado para a principal semana de moda do País.

Veja Mais
De super-herói a câmera analógica, presentes para nerds estão em alta
Oficina oferece de graça curso básico sobre veículos para mulheres

Como o corte bem urbano e cores escuras, o moço rico que não se acomoda diante da fortuna familiar, criou em 2014 a grife Ratier e um ano depois já é convidado para estrear no hall da fama da moda brasileira.

Peças masculinas são inspiradas no próprio RenatoPeças masculinas são inspiradas no próprio Renato
Texturas remetem ao campo.Texturas remetem ao campo.

O Lado B é fã. Já esteve na D-Edge em São Paulo, clube criado por Renato, depois da experiência na vida eletrônica de Campo Grande. Também mostrou as investidas em design, ao lado da esposa, e anunciou o projeto do restaurante Bossa, aberto em São Paulo, além da grife inspirada no modo como ele mesmo se veste nas idas e vindas pelo mundo.

Até joias Renato desenha. Ai sim, com as lembranças do pecuarista que nunca deixou de ser. Nunca perdeu o contato com o gado, com a estética do couro, dos chifres e dos ossos e agora vai mostrar um pouco dessa influencia na passarela. 

Eles costuma dizer que aprendeu aqui a "desenhar no deserto", por conta das dificuldades que um empresário encontra em Campo Grande. Vanguardista, explica que precisou criar uma grife por não encontrar no Brasil alguma marca que o represente.

Joias em prata desenhadas pelo empresário.Joias em prata desenhadas pelo empresário.
Renato em frente ao restaurante Bossa, em São Paulo. (Foto: Reprodução Facebook)Renato em frente ao restaurante Bossa, em São Paulo. (Foto: Reprodução Facebook)
Também há a linha home.Também há a linha home.

O campo-grandense é diretor criativo, empresário e ainda tem tempo para pensar em um centro cultural que ainda pretende construir no Rio de Janeiro.

Na moda, ele começou com a Valet e a Tilt, marcas vendidas na loja Subculture na década de 90, que funcionada na esquina da Barão do Rio Branco com a José Antônio. Agora, quem quiser consumir a Ratier tem oportunidade apenas em São Paulo, em loja nos Jardins. Mas o empresário já prepara o lançamento de e-commerce.

Na lista de criações, já exibidas em editorias de moda de grandes revistas, há peças feminina, masculinas, joias e também objetos para casa, como chifres recheados de luz.

A Ratier acaba de lançar a coleção verão, inspirada nas histórias dos piratas. Para a estreia no São Paulo Fashion Week, Renato prepara coleção inspirada em guerreiros, com looks monocromáticos, no preto, cinza, off white, vermelho e petróleo

A trilha do desfile, claro, já foi escolhida por ele mesmo, terá os DJs Edu Corelli e Luiz Depeche.

A temporada de Inverno 2016 da São Paulo Fashion Week ocorre de 18 a 23 de outubro.

Desenhos da coleção que será apresentada na SPFW...Desenhos da coleção que será apresentada na SPFW...
divulgados pela revista Vogue.divulgados pela revista Vogue.
Loja na Loja na
Setor casa, dentro da Ratier.Setor casa, dentro da Ratier.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.