A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

16/07/2013 07:12

De ferramenta aos eletrônicos, camelódromo virou local de exclusividade

Paula Maciulevicius
O popular virou lugar de exclusividades e é indicado até por assistências técnicas ou revendas autorizadas. O que não se acha no camelódromo? (Fotos: Marcos Ermínio)O popular virou lugar de exclusividades e é indicado até por assistências técnicas ou revendas autorizadas. O que não se acha no camelódromo? (Fotos: Marcos Ermínio)

Tem coisa em Campo Grande que nem adianta bater perna pela cidade toda. Tempo e passos perdidos, quando se é certo que você só vai encontrar mesmo no camelódromo. Os eletrônicos são o exemplo disso. Hoje não tem, de quem conserta cabo, a carregadores de bateria e acessórios, o que não se acha no centro comercial. O popular virou lugar de exclusividades e é indicado até por assistências técnicas ou revendas autorizadas.

Veja Mais
Estilistas criam coleção especial para quem tem algum tipo de deficiência física
Referência em Medicina, cursinho abre inscrições para bolsas de até 100%

O casal Ricardo Ferraz e Ana Romoaldo veio de longe. De Maceió e passando as férias na Capital, de cara já indicaram a eles o camelódromo. O que procuravam? Algo que nem na assistência ou revenda encontraram, um carregador de celular do mini S3 da Samsung. "A gente procurou outro cabo, mas não encontrou, os que tem são menorzinhos e o nosso é mais compridinho", disseram.

Há 14 anos no centro comercial, o técnico em eletrônica nem estranha quando é indicado. Carlos Flores, de 30 anos, ocupa uma das barracas mais faladas pelo camelódromo. "Às vezes são peças importadas e não tem. Quando tem para vender por aí, é muito caro", explica. O trabalho dele ali é de conserto de cabos, restauração de placas e recuperar conectores. Sobre o que não se encontra no camelódromo ele responde brincando "menos carro, isso ainda não tem pra vender, mas todas as peças já tem".

Técnico em eletrônica explica que quando se acha peça para comprar na autorizada, o valor é excessivo. Técnico em eletrônica explica que quando se acha peça para comprar na autorizada, o valor é excessivo.

Lugar de ir às compras e também passear, é difícil quem saia dali sem nem ao menos uma única sacola. O policial Edson Fileto, de 55 anos, foi ao lugar apenas para colocar uma película de proteção no aparelho eletrônico.

"Mas eu já comprei uma mochila, uma carteira e uma bateria", se entrega. Ele admite que no quesito produtos eletrônicos não tem lugar como ali. "Não tem outra opção, é onde eu sempre encontro", diz.

A vantagem, além da exclusividade em muita coisa, é que nos boxes a negociação é outra. Você não sai dali sem ouvir cliente levar mercadoria pelo primeiro preço dito. "Ah, mas não faz por 30?", um exemplo. Se tratando do boca a boca, não dá nem para considerar pechincha do consumidor. "É negociável, em todos tem que dar desconto senão, não vende", comentou a vendedora Regiane da Costa Guimarães, de 26 anos.

Foi aproveitando a hora do almoço que a secretária Márcia Godoy, de 40 anos, consertou o celular. Questionada se chegou a tentar outro local, ela fala de cara. "Por que se a gente sabe que aqui arruma e se acha de tudo?" É que preparada para caso o celular não tivesse conserto efetivo, ela tinha à mão uma gama de boxes onde comprar o que deu defeito novinho em folha.




Tem os prós e contras. O difícil realmente é a sonegação, mas por outro lado não sou a favor de encher MAIS ainda o bolso dos governantes.
Mas que lá acha tudo, isso é verdade.
Capa de celular que no quiosque do shopping campo grande é 70,00 reais, no camelódromo sai de 25 a 35 reais. Case de tablet também... uma diferença muito grande.
 
Tatiane guimarães em 17/07/2013 09:11:50
Tem de tudo mesmo, mas os preços estão subindo demais!
 
Aline Carvalho em 16/07/2013 20:38:28
Lá é um ótimo lugar, ninguém é obrigado a comprar lá, por mais que seja um lugar criticado por muitos, não deixa de ser um lugar para encontrar as coisas, e quem esta reclamando é porque deve estar pagando imposto demais RS, é melhor ter um camelódromo do que pessoas roubando nas ruas.
 
alessandro da silva espinola em 16/07/2013 18:54:38
Se roubarem seu celular, é lá que você vai encontrar! Todo mundo sabe, até a polícia, mas a Justiça não faz nada!
 
Luis Pedro em 16/07/2013 17:36:58
O melhor "shopping" de Campo Grande ... é impossível ir as compras e não dar uma passada no camelódromo,ainda quando se quer preço baixo ! Encontra-se de quase tudo,mas sempre é bom pesquisar o mesmo produto em diversos Box ,pois em alguns casos a diferença pode chegar até a 50% pelo mesmo produto !
 
Sergio H. Molicawa em 16/07/2013 13:38:58
O problema é o descaminho e a sonegação que são muito elevados, desrespeitando o comerciante local que paga com todos os impostos, icms, iss, alvará, e uma serie de impostos.
 
Antonio Rezende em 16/07/2013 13:09:16
camelodromo é tudo de bom, sem falar que é mais barato
 
marli costa em 16/07/2013 12:49:25
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.