A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

31/10/2015 07:45

De quadros a redes, loja tem charme especial com jeitinho mineiro

Naiane Mesquita
Obras de arte são trazidas de Minas Gerais. Quado de santo custa R$ 680,00 (Foto: Marcos Ermínio)Obras de arte são trazidas de Minas Gerais. Quado de santo custa R$ 680,00 (Foto: Marcos Ermínio)

Há santos para todos os lados: Francisco, Antônio e Jorge, além de pombas da paz e rendas coloridas e delicadas. O Ateliê Prendas da Sinhá foi aberto há quatro anos pela delegada de polícia aposentada, Dalva Gomes Sampaio, 60 anos, que apaixonada pela cultura e arte mineiras trouxe um pouco do Estado para dentro do Carandá Bosque, em Campo Grande.

Veja Mais
De super-herói a câmera analógica, presentes para nerds estão em alta
Oficina oferece de graça curso básico sobre veículos para mulheres

Bulas e xícaras são delicadas e parecem de fazenda (Foto: Marcos Ermínio)Bulas e xícaras são delicadas e parecem de fazenda (Foto: Marcos Ermínio)
Jogos de tapete custam em média R$ 60,00Jogos de tapete custam em média R$ 60,00

Os produtos são peneirados por Dalva e a amiga, a artesã Claudia Maria Rodrigues, 60 anos. As duas se dividem entre as viagens e algumas até realizam juntas.

“Nós pegamos o carro e vamos percorrendo as cidadezinhas em busca de novos artistas, obras diferentes, a loja está um pouco vazia porque estamos liquidando e logo vamos buscar novos produtos”, afirma Dalva.

A maioria dos objetos são coloridos ou rústicos (Foto: Marcos Ermínio)A maioria dos objetos são coloridos ou rústicos (Foto: Marcos Ermínio)

O desejo de montar a loja surgiu aos poucos. “Eu comecei a advogar com o marido da Cláudia e falamos sobre esse desejo do ateliê. Viajamos e trouxemos algumas coisas, que eram vendidas em casa mesmo, chamava as amigas e elas compravam os produtos. Depois, a Claudia falou desse espaço e mudei para cá”, ressalta Dalva.

O local combina com a proposta da loja, que é toda rústica. “Aqui funcionava um bar temático do marido da Cláudia, chamava Aventureiros do Oeste, tinha rapel, piscina, a meninada descia pelo rapel e tinha uma cachoeira. O bar era feito assim e funcionou há uns 13 anos. Eles fecharam e o local ficou parado até eu abrir a loja aqui”, explica.

Os móveis que são comercializados no ateliê são consignados. De mesas de canto até pequeno altares de madeira, as peças são únicas.

“São restauradas e deixadas aqui pelos donos para as vendas. A mesinha custa, por exemplo, R$ 400,00”, exemplifica.

Os quadros tem preço variado, de acordo com tamanho e tipo de obra. Um São Francisco feito em madeira custa R$ 680,00. Mas, a loja também tem produtos mais baratos e atualmente está com 50% de desconto em algumas peças.

O local é rústico e com vários detalhes (Foto: Marcos Ermínio)O local é rústico e com vários detalhes (Foto: Marcos Ermínio)

“Os jogos de tapete variam, mas em média custam R$ 60,00. As redes estão lindas e os jogos de café é um produto que pedem muito, são de ágata e tem o coador separado. Priorizamos produtos que são feitos a mão, que tem o toque artesanal”, ressalta Dalva.

Os jogos de café em questão custam R$ 8,00 (cada xícara), o bule R$ 87,00 e a chaleira R$ 95,00. “Artistas daqui expõe algumas obras. Além da Claudia que é artesã e às vezes deixa à venda aqui, o Toninho Perez também coloca os quadros aqui. É uma forma de eles terem espaço para comercializar a obra”, frisa.

O Ateliê Prendas de Sinhá fica na rua Rua Vitório Zeolla, 76. Informações pelo telefone (67)3026-2928 ou na página do local. 

Já curtiu a página do Lado B no Facebook?




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.