A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

10/05/2015 07:34

Dona de salão cria cadeira para cliente fazer as unhas deitada e com massagem

Aline Araújo
Originalmente, o equipamento de massagem foi projetado para se usado no carro. (Foto: Fernando Antunes)Originalmente, o equipamento de massagem foi projetado para se usado no carro. (Foto: Fernando Antunes)

Com tanto salão de beleza por ai, cada um faz o que pode para vingar. Mas algumas ideias se destacam pela criatividade e empenho. Já pensou em tirar um cochilo enquanto faz as unhas? Pois a proprietária de um salão no bairro Amambai não só pensou, como conseguiu sozinha criar um sistema para atender clientes com elas deitadas, enquanto as costas são massageadas.

Veja Mais
Escola para crianças de até 6 anos não vai fechar nem nas férias
Para quem só toma Sidra, sommelier apresenta espumante bom e barato

A ideia não é nova, mas foi aprimorada pela esteticista e empresária Dirléia Paes, de 35 anos, depois de uma experiência não muito agradável.

A cliente pode escolher se senta ou deita. (Foto: Fernando Antunes)A cliente pode escolher se senta ou deita. (Foto: Fernando Antunes)

“Uma vez eu fui em uma esmaltaria e a unha era feita em uma poltrona de massagem, só que os movimentos eram muito rápidos e ela dava umas tremidas, em vez de relaxar eu fiquei tensa, com medo da manicure tirar um bife da minha mão”, relata.

Então, há quatro anos, quando ela resolveu abrir o Ateliê do Sol, resolveu investir em algo que as clientes pudessem relaxar enquanto faziam a mão e o pé, sem nenhuma dor.

A pessoa chega, escolhe entre sentar ou deitar, depois o procedimento é o habitual. É só escolher a cor do esmalte e deixar a manicure trabalhar. Outra opção é colocar os pés em um massageador, enquanto as unhas das mãos são produzidas.

A massagem é uma cortesia, as mão custa R$16,00 e o pé R$ 18,00. Já o casadinho “pé e mão” sai por R$30,00.

Dirléia é esteticista, responsável pelo espaço. (Foto: Fernando Antunes)Dirléia é esteticista, responsável pelo espaço. (Foto: Fernando Antunes)

Para colocar a ideia em prática, ela fez algumas adaptações. Pegou um maca de estética, mandou cortar os pés para regular e deixar na altura adequada e acoplou uma massageador de costas, feito originalmente para utilizar no carro enquanto dirige.

“Quando fui procurar os modelos percebi que esse caia como uma luva no que eu queria. Os movimentos são circulares e leves, permitem que a cliente relaxe! Tem muita gente que dorme, um delas sempre marcar unha depois do almoço, ela brinca comigo e diz que é o momento de cochilo dela da semana”, conta.

Enquanto as mães cuidam um pouco delas, os filhos se divertem, tem videogame e cama elástica.

Dirléia conta a história de uma filha de cliente que odiava ter de ir ao salão com a mãe no final de semana, até conhecer ali e agora quem se diverte é ela enquanto espera.

 




Favor informar o endereço ou telefone, por favor. Obrigada!
 
Selma em 11/05/2015 10:58:17
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.