A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

18/01/2014 07:14

No mês oficial dos impostos, dicas simples para guardar dinheiro em 2014

Elverson Cardozo
Economizar depende, acima de tudo, de planejamento. (Foto: Reprodução/Internet)Economizar depende, acima de tudo, de planejamento. (Foto: Reprodução/Internet)

No mês oficial dos impostos - e dos planejamentos -, o Lado B saiu atrás de dicas criativas para economizar em 2014. Para fugir das recomendações tradicionais, como “não abusar do cartão de crédito”, por exemplo, procuramos na blogosfera.

Veja Mais
Para quem só toma Sidra, sommelier apresenta espumante bom e barato
Loja reinaugura com liquidação de jeans por 39,90

Quem sabe, desta vez, alguém consegue por em prática as orientações, aquelas elaboradas por quem, de fato, vive no aperto e sabe como é difícil guardar. Há uma infinidade delas. Algumas parecem fáceis, bem fáceis de serem aplicadas, outras são apresentadas como “inovadoras”, mas caem no lugar comum.

De qualquer forma, se a intenção é juntar, vale, pelo menos, tentar. Um dos métodos mais comentados, que sempre reaparece nos finais de ano, voltou a ser compartilhado no início de 2014. Trata-se de uma tabela de planejamento simples, mas que gera bons resultados.

R$ 2.756,00 em um ano - O “segredinho”, que promete economia de R$ quase R$ 2,8 mil em um ano, é simples: Toda semana, em um dia escolhido por você, é necessário depositar o valor definido na tabela.

Quem começou certinho depositou, na primeira semana de janeiro, apenas R$ 2,00. Na segunda foram R$ 4,00, e agora, no início da terceira, o pedido é de R$ 6,00. Na última, o valor salta para 8,00. Ao final do mês, o cofrinho, porquinho ou popança terá um saldo de R$ 20,00.

Fevereiro começa com R$ 10,00 e termina com R$ 16,00, porque a quantia vai subindo gradativamente. No final do ano, depois de 56 semanas, o salto total em conta, se as economias forem feitas seguindo a tabela, será de R$ 2.756,00.

Quem preferir pode fazer o depósito mensal. Se achar muito pesado, é só dividir os valores por dois, mas o rendimento, no final das contas, será de apenas R$ 1.378,00.

Confira as duas tabelas e veja se cabe em seu orçamento.

Tabela para economizar R$ 2.756,00.Tabela para economizar R$ 2.756,00.
Tabela de R$ 1.378,00.Tabela de R$ 1.378,00.

É claro que as recomendações “tradicionais”, de registrar todas as despesas, planejar os gastos domésticos, comprar somente o essencial, utilizar transporte alternativo e fazer atividades de lazer grátis, por exemplo, tem lá sua contribuição, então, por isso, o Lado B deixa uma lista com outras dicas compartilhadas na internet. Algumas parecem ter certo sentido. Já outras...

1. Tenha um porquinho: Todo mundo tem moeda de sobra, nem o console do carro nem a carteira é o melhor lugar para elas. Coloque elas em um cofrinho e se impressione com o resultado no final do ano.

2. Seja o Indiana “Coupons” Jones: Acompanhe os sites de compras coletivas para descolar bons negócios. Vai fazer uma viagem? Passe as semanas antes de olho nos descontos.

3. Crie um clube da carona: Tem certeza que precisa ir de carro para o trabalho ou para academia? Pense bem, você pode economizar um bocado.

4. Coma menos carne: Dê uma chance para a soja e legumes, eles podem ser tão saborosos quanto econômicos.

5. Ligue para sua seguradora: De tempos em tempos é bom conferir se não há alguma oferta interessante, desconto ou benefício que pode deixar o seu bolso mais confortável.

6. Apague a luz: Eu sei que você consegue apagar a luz quando sair do quarto.

7. Diminua a potência da geladeira: Pouca gente presta atenção para ela, mas verifique se a potência da geladeira está de acordo com o que tem dentro dela. Quanto menor, melhor, e não se preocupe, nada irá estragar.

8. Compre em lojas de departamento: Todo mundo gosta de uma roupa de marca, mas algumas lojas conseguem oferecer produtos de bom gosto a um preço acessível. Dê uma chance.

9. Aprenda alguns truques de decoração: É impressionante o quão mais caro deixa um acabamento em um produto. Pegue algumas dicas na internet e vá fundo na cultura DIY (faça você mesmo).

10. Cultiva uma pequena horta: Se você tem um jardim em casa, plante os legumes e vegetais que você mais consome com frequência, é saudável em todos os sentidos.

11. Evite comer fora: Uma das dicas mais comuns de consultores financeiros pode ser facilmente comprovada no final do mês.

12. Temperos em casa: Compre um vaso e comece a plantar temperos. É fácil, é mais gostoso e ainda ajuda você a economizar uns trocados.

13. Compre carros seminovos: O Brasil vive um momento único para quem comprar carro. Os novos estão mais acessíveis do que nunca, fazendo dos usados um grande negócio.

14. Beba menos: Talvez a saída para isso seja “sair menos”.

15. Considere comprar fora do Brasil: Se algo está muito caro aqui no Brasil, dê uma olhada no eBay ou em outros sites confiáveis e faça as contas. É seguro pode sair muito mais barato.

16. Participe de clubes de vantagens: Empresas inteligentes premiam clientes fiéis. Clientes inteligentes sabem tirar vantagens disso.

17. Tenha um “dia de não comprar nada”: No mundo todo, esse dia é 24 de novembro. Tente criar outros, pelo menos, 1x por mês.

18. Beba água em restaurantes: Bebidas são os produtos mais lucrativos dos restaurantes. Beber água ou nada é uma tática bastante inteligente.

19. Aprenda a costurar: O básico como pregar botões, refazer costura, fazer a bainha e realizar pequenos ajustes, é o suficiente para poupar um bom dinheirinho.

20. Compras em atacado: Bundles e caixas sempre foram os jeitos mais econômicos de comprar.

21. Pegue emprestado: Se você quase não usa, não tem motivo para comprar, então tente pegar emprestado esse tipo de coisa. Mas cuide como se fosse seu.

22. Compre genéricos: Eles são praticamente idênticos aos originais. Apenas confirme com o seu médico.

23. Leia na internet: Comprar jornal para que se existe uma porção de grandes sites publicando notícias de graça e com mais rapidez?

24. Consertar x comprar novo: Hoje em dia, em muitos casos o novo sai mais barato do que mandar para assistência.

25. Compre um filtro de água: Prático, econômico e eficiente.

26. Tome vacina contra gripe: Evita gastos com remédios, consultas e evita que você perca dias de trabalho (especialmente importante se você é autônomo ou empresário).

27. Treine seu cão: Filhotes são lindos, mas podem dar uma grande despesa não apenas com vacinas, ração e acessórios, mas com destruição da casa e pares de sapato.

28. Compre qualidade: Sabemos que o barato pode sair caro quando se trata de produtos que precisam durar. É preciso distinguir até onde o dinheiro está comprando qualidade e não valor agregado da marca.

29. Secar roupa é no varal: Secadora de roupa é fantástica, mas ela costuma deixar um rombo no seu orçamento do mês.

30. Aprenda a dizer não: Você não tem que comprar agora, saiba dizer não para si mesmo e para alguns convites dos outros quando você sabe que precisa economizar.

31. Tenha celular pré-pago: Conta é para quem fala muito. Com 3G, wi-fi e pacotes de mensagens, fazer ligações de celular se tornou menos necessário.

32. Aceite o que os outros não querem mais: Não pega mal aceitar o que os outros não usam mais. Se vai ter muita utilidade para você, pegue e use o dinheiro com outra coisa.

33. Faça sua própria pizza: Pedir pizza é tão prático quanto caro. Pelo mesmo preço, você faz várias. E sem limite de sabor!

34. Exercite-se regularmente: Com saúde, você gasta menos em remédios e consultas médicas.

35. Use roupa básica: Quem tem estilo, não precisa gastar muito sempre para ficar bem. Invista mais no básico.

36. Aproveite a natureza: Ande na praia, vá ao parque, nem sempre é preciso pagar para se divertir.

37. Leve lanche de casa: Biscoito, um sanduíche ou iogurte, o que quer que você leve de casa custará pelo menos 40% menos do que se fosse comprar na lanchonete da esquina.

38. Faça festa no ap: Se a grana está curta, convide alguns amigos e faça algo em casa. Todo mundo colabora, come e bebe bem, se diverte e ainda economiza. Quer coisa melhor?

39. Use milhas: Quem viaja consideravelmente precisa fazer uso de milhas, não deixe com a companhia o que pertence a você.

40. Fique de olho nos pequenos gastos: É fácil registrar grandes despesas, mas difícil se dar conta dos inúmeros pequenos gastos que fazemos todos os dias. Fique de olho para onde está indo os seus trocados. No final, eles são tão valiosos quanto as onças.

As 40 recomendações citadas acima foram publicadas no blog Pequeno Guru, de Sylvio Ribeiro.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.