A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

07/07/2014 07:00

Nora e sogra consumistas criam bazar para desapego de produtos de marca

Aline Araújo
Bazar desapego delas (Foto: Marcos Ermínio)Bazar "desapego delas" (Foto: Marcos Ermínio)

Consumista assumida, a empresaria Camila Cordeiro Vilanova, de 26 anos, abriu o guarda-roupas e notou que não tinha mais espaço para guardar as novas aquisições. Resolveu, então, junto com a sogra, Margareth Espinosa, entrar na onda do desapego. Assim foi criado o “Desapego Delas”, um bazar organizado todo o primeiro sábado do mês em Campo Grande.

Veja Mais
Para quem só toma Sidra, sommelier apresenta espumante bom e barato
Loja reinaugura com liquidação de jeans por 39,90

A venda ocorre na casa de Margareth, no bairro Carandá Bosque, área nobre da Capital. Os móveis de madeira e as disposições das peças dão um toque sofisticado ao local, transformam a ampla varanda em um ambiente confortável para que os “clientes” e amigos possam escolher o que vão levar para casa.

Sapatos, vestidos, camisas, bolsas e acessórios de marcas como Santa Lola, Nike, Arezo e Dudalina, usados, porém em ótimo estado, são vendidos com valores bem abaixo dos preços originais. “Nós fazemos uma média do quanto pagamos com o estado da peça”, afirma Camila.

Os preços variam de acordo com a peça, mas é possível achar desde sapatos de marca por R$ 60,00 a vestidos por R$ 30,00. Com a união da família, foi possível reunir artigos de diferentes tamanhos e estilos.

Além das roupas, alguns objetos de decoração e livros também foram colocados à venda. “Escolhemos o que não queríamos mais, porém, que ainda está bom e bonito para vender”, pontua Margareth.


Camila promove o bazar com a sogra Margareth (Foto: Marcos Ermínio)Camila promove o bazar com a sogra Margareth (Foto: Marcos Ermínio)

As vendas têm apenas a finalidade de abrir espaço e conseguir recurso para renovar o guarda-roupas. “Eu acho fantástico, além da gente passar para frente o que não usa mais, também é uma oportunidade de estarmos juntas e confraternizar”, descreve Adelma Koyama, 65 anos, uma das clientes a prestigiar o bazar.

A divulgação aconteceu toda pelo Facebook e surtiu um efeito além do esperado. A ideia de desapegar do que não se usa mais no armário não é nova, alguns sites como o desapego.com.br e o enjoei.com.br ganharam destaque como e-comerce, justamente por abrirem espaços virtuais para que as interessadas tivessem o seu lugar de desapego na rede.

Seja de maneira física ou virtual, deixar de lado peças guardadas com afeição, para algumas pessoas, pode ser um processo dolorido. “É tão difícil desapegar”, frisa Camila. Seja para roupas ou para vida, às vezes é bom esvaziar o que está cheio para dar lugar a coisas novas.

Serviço: O Bazar funciona todo primeiro sábado do mês na Rua Florizel Malheiros de Araújo, N°116, Bairro Carandá Bosque. As novidades do bazar também podem ser acompanhadas pelo instagram @desapego_delas.

Acessórios à venda no bazar (Foto: Marcos Ermínio)Acessórios à venda no bazar (Foto: Marcos Ermínio)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.