A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

27/02/2013 16:33

Painéis para produzir energia criam “miniusina” doméstica e barateiam conta

Nícholas Vasconcelos
Equipamentos transformam consumidores em produtores de energia elétrica. (Foto: Divulgação)Equipamentos transformam consumidores em produtores de energia elétrica. (Foto: Divulgação)

Você sabia que é possível produzir energia elétrica e deixar de pagar ou reduzir aquela conta “salgada” de todos os meses? A medida é prevista na resolução 482 da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), em vigor desde o fim do ano passado, que regulamentou a chamada microgeração de energia elétrica.

Veja Mais
Estilistas criam coleção especial para quem tem algum tipo de deficiência física
Referência em Medicina, cursinho abre inscrições para bolsas de até 100%

O resolução permite que o consumidor, residencial ou comercial, produza a própria eletricidade por meio de painéis solares e consiga uma compensação por parte da distribuidora ou concessionária de energia. Os equipamentos produzem eletricidade durante o dia, devolvem para a rede e no fim do mês o consumidor recebe créditos, abatidos da conta.

O advogado José Rizkallah Júnior investiu na tecnologia de geração por meio dos painéis fotovoltaicos para o escritório. Aproveitando o clima de Mato Grosso do Sul ele vai conseguir produzir 100% da energia consumida no prédio comercial. O custo foi de R$ 18 mil e a vida útil do sistema é de 25 anos.

“Campo Grande é bom para isso porque todos os meses do ano têm sol, não vai ter período longo sem produção de energia”, comentou. Para auxiliar no processo de economia, ele resolveu também substituir as lâmpadas do escritório pelo modelo LED.

As placas de criação de energia são diferentes das utilizadas para o aquecimento de água, como explica Hewerton Martins, diretor comercial da Solar Energy. A empresa é a primeira no Estado no fornecimento da tecnologia.

Geração de energia é possível com a instalação dos painéis e inversor. (Foto: João Garrigó)Geração de energia é possível com a instalação dos painéis e inversor. (Foto: João Garrigó)

Para criar a “miniusina” é preciso instalar um painel que absorve a luz solar e um inversor, equipamento que transforma esse tipo de energia e eletricidade. Este último é fabricado em MS e uma parceria com uma empresa chinesa vai possibilitar a fabricação do painel também aqui.

A empresa desenvolve o projeto técnico, faz a instalação e os trâmites necessários junto a Enersul. A concessionária troca o medidor, que é substituído por um bidirecional, que tanto recebe quanto envia energia.

“Não há nenhuma mudança na instalação elétrica do imóvel”, explica Hewerton. A partir do momento em que consumidor passa a gerar energia, caso haja excedente, ele fica com um crédito com a empresa de distribuição. 

Ele conta que os benefícios vão desde a economia até o meio ambiente. “A casa fica sustentável, paga menos na conta de energia e os impostos e taxas, como a iluminação pública também diminuem”, disse o diretor.

Os painéis também abrem a possibilidade da produção de energia em empreendimentos maiores, para a geração de energia em grandes áreas.

Um exemplo é uma empresa da Capital onde o estacionamento foi coberto com 77 metros quadrados do equipamento, que poderá produzir até R$ 1 mil em energia, com o investimento de R$ 88 mil, que serão quitados em sete anos. Valor que pode ser pago em até 36 meses com linha de crédito.

Outra situação em que a tecnologia é usada é no projeto do Museu do Amanhã, que ficará no Rio de Janeiro (RJ), e será coberto com placas que vão gerar a eletricidade necessária para o prédio.




Pocha eu fui o primeiro da concessionária AES-SUL a fazer isso coloquei 9 placa de 240 watts mais o inversor grid de 2.300 watts o investimento foi de R$12.00,00 no começo contente pois a AES SUL me deu toda a atenção eu geraria 350 watts més mas para minha surpresa foi quando a concessionaria me ligou para min e me falou que eu ia pagar ICMS de toda energia gasta pois se trata de uma lei Estadual por exemplo gastei 300 pago do 300 isso significa pagar da energia que eu produzi, dai meus Amigos que queriam fazer isso não vão fazer mais, a gente achou que estaria ajudando o Planeta e o próprio Brasil já que o consumo de Energia cresce cada vez mais .
 
Getulio Hoffmann Oliveira em 22/01/2014 21:37:56
acho interesante gostaria de ter mais acesso as informaçoes sobre custo ,local,e como utilizar quem vende e instala este material
 
lucia regina alves pereira em 05/04/2013 09:35:02
Toda receita é tributada, logo se você "vende"energia terá que pagar ICMS, PIS, COFINS, IR etc...duvído que a curto prazo seja viavel, vamos esperar para confirmar a viabilidade deste investimento e seu ROI.
 
Adailton Queiroz em 28/02/2013 20:36:31
Isso a hora que pegar e se tornar febre, será igual água de poço, se tiver tem que pagar igual a da torneira...
 
Alcione Pavão de Assunção em 28/02/2013 15:43:15
Parabéns a empresa Solar Energy por esta inovação. São de idéias inovadoras como esta que o mundo precisa. Parabéns !!!!!
 
Jefferson Felizardo em 28/02/2013 12:34:10
Como revenda de produtos do segmento Solar Fotovoltaico, vejo como uma verdadeira utopia.

Existe sim a possibilidade de conviver com essa solução de forma economicamente viável, porém jamais o cliente comercial poderá ligar um ar condicionado, será lindo trabalhar e atender clientes com o calor que tem feito em MS.

Cliente residencial jamais poderá ligar chuveiro, ferro de passar roupa, etc.
pois todos sabem que Cheiro é elétrico, diferentemente de um aquecedor solar, que economiza, porém não está na pauta.

Tudo é possível agora aceitar colocações de que irão vender energia para a concessionária, só cabe na cabeça dos atuais maus governantes.

O Brasil precisa de projetos a longo prazo, projetos pautados em números reais, de PAPAGAIO O PANTANAL ESTÁ CHEIO.
 
Luiz Paulo Lemos Castelluccio em 28/02/2013 09:48:48
Acha Q O governo vai Deixar de tirar os impostos e faturar no final do Mes...
Poderia Colocar so as Placa e arrancar o Poste de Luz..Q cobra um Absurdo ...
Fantasia quem acha q Vai investir um alto preço nestes Equipamento e Não poder Usar apenas ele.pq na verdade Vc vai ta Aumentando a Quem pagar..
Governo Sangue Suga..

 
Fábio Souza em 27/02/2013 18:11:25
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.