A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

12/04/2016 07:56

Youtuber sai de Corguinho e hoje ganha a vida com dicas de "faça você mesmo"

Naiane Mesquita
Jéssika faz vídeos desde 2013 e hoje ganha dinheiro com issoJéssika faz vídeos desde 2013 e hoje ganha dinheiro com isso

Aos 25 anos, Jéssika Taynara Ferreira da Silva deixou a Fisioterapia de lado e decidiu se aventurar pelo Youtube. Com um canal que ensina a fazer o que ela sempre adorou confeccionar na infância, a jovem que nasceu em Corguinho, interior de Mato Grosso do Sul, acumula alguns milhares de seguidores e já consegue viabilizar o trabalho comercialmente.

Veja Mais
De super-herói a câmera analógica, presentes para nerds estão em alta
Oficina oferece de graça curso básico sobre veículos para mulheres

“Eu sempre gostei de fazer minhas próprias coisas, organizar minhas roupas, decoração para a casa. Sempre gostei bastante e alguns amigos pediam para eu ensinar a fazer. Há três anos eu comecei a gravar os vídeos e não parei mais. Faz um ano que eu trabalho só com o canal, que eu foquei nele e deu certo”, afirma.

Ela não revela quanto ganha pelo Youtube, com base na quantidade de acessos e seguidores, mas diz que dá para viver com a renda. “Eu lucro por meio de anúncio, a cada mil visualizações eu recebo um valor em dólar. Dessa forma aumento meu network. Faço parte de uma rede e eles me pagam o tanto que eu fiz de visualizações naquele mês”, explica.

Além do Youtube, Jessika também recebe presentes de lojas que desejam aparecer no canal. “Eu estou montando um estúdio agora. Então já ganhei papel de parede, quadros, são parcerias com lojas e nem sempre elas são daqui. É uma abrangência nacional”, frisa.

Essa independência pelo Youtube nunca passou pela cabeça da jovem, que veio de Corguinho para estudar fisioterapia. “Eu me sentia muito sozinha. Minha família toda mora lá. Naquela época eu seguia várias youtubers do exterior, nem era popular ainda aqui. Um dia decidi fazer um vídeo, como hobbie, para afastar a solidão”, descreve. A ideia deu tão certo que ela nunca mais parou.

“O primeiro vídeo é de 30 de junho de 2013. O que eu ensino basicamente é sobre decoração simples, nada muito difícil, que eles consigam reproduzir em casa. Agora vou dar dicas de presentes para o dia das mães, tem muita gente que diz que economiza com as minhas ideias. São tutoriais bem interessantes e o feedback vem pela hashtags #JehAprendi”, diz.




Que maravilha, ano que em quando limitarem a internet ela vai ter de procurar outra coisa pra fazer porque essa profissão vai acabar
 
Desistidesselugar em 12/04/2016 08:10:10
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.