A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

04/02/2014 06:31

"Santo Antônio dos Bailes" gosta de unir casais em festas com nomes sugestivos

Elverson Cardozo
Júnior é promoter de bailes desde 1994. (Foto: Cleber Gellio)Júnior é promoter de bailes desde 1994. (Foto: Cleber Gellio)

Promoter e organizador do tradicional Baile da Maria Cebola, em Mato Grosso do Sul, Sebastião Rolon Junior, 39 anos, o Junior da UCDB, é conhecido, também, como o Santo Antônio dos Bailes. Com um apelido desses, já dá para imaginar o motivo da fama, não é verdade?

Veja Mais
Begèt de Lucena e Mari Depieri são as vozes do Som da Concha de hoje
Festival de Artes começa com público fraco, mas tem vocação para ser resistência

Ele descobriu essa vocação de “cupido” há pelo menos 20 anos, quando lançou, em 1994, essa festa, onde a mulherada, com a desculpa do nome, podem tomar iniciativa e chamar os homens para dançar.

O evento é sucesso em Campo Grande e até no interior do Estado, mas o retorno mais bacana, além do número de pagantes, tem sido as histórias. As histórias de amor. Junior já viu muitas delas nascer nos salões por aí.

A vendedora Ana Paula Medeiros, 32 anos, e o marido, o professor Vanderley Chiquito, 45, são bons exemplos. Eles já se conheciam “de vista”, mas acabaram se aproximando em um dos bailes da Maria da Cebola.

O romance, que começou no salão, virou coisa séria. Os dois estão juntos, morando na mesma casa, há cerca de 4 anos. “Estamos casados, mas não no papel”, explicou Ana.

Ana Paula e Vanderley se conheceram no baile. (Foto: Arquivo Pessoal)Ana Paula e Vanderley se conheceram no baile. (Foto: Arquivo Pessoal)

É por isso que o promoter, Junior, ganhou a fama de casamenteiro, mas ele honra o “cargo”. Além do “Maria da Cebola”, organiza, também, o Bailão de Santo Antônio, que chega, este ano, à sua 3ª edição, no dia 12 de junho.

A cada festa, Sebastião destina 5% do lucro à igreja, distribui alianças e pingentes do santo aos participantes. Uma ajuda simbólica a quem busca a metade da laranja.

A criatividade para divertir e, de quebra, promover encontros, vai além. Junior da UCDB realiza, ainda, o baile “Hoje eu acho a tampa da panela”. No dia da festa são distribuidos adesivos estratégicos. Na entrada os homens recebem o “selo” de uma panela, enquanto as mulheres ganham a figura de uma tampa.

“Gosto de aproximar as pessoas”, confessa o organizador. Apesar da forcinha, nem sempre a estratégia da certo. Neste caso, a dica é esperar para ir ao “Vamos beber, porque amar está difícil”, outro baile de sua autoria.




Obrigada Dinho..! rsrsrs
 
Ana Paula em 07/02/2014 16:36:26
Ta podendo em Ana Paula...rsrsrsrsr
 
Dinho Piasser em 04/02/2014 20:43:40
O Chiquito já era namorador e baladeiro desde os tempos que era padre, melhor que tenha casado mesmo.
 
Hilda França em 04/02/2014 12:52:58
Legal...o Junior merece!
 
Emerson Roque em 04/02/2014 07:40:34
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.