A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

19/12/2015 07:45

Banda "Venusianos" tem até superdotado, mas faz vaquinha para comprar guitarra

Adriano Fernandes
Dentre os integrantes da Venusianos, tem um ajudante de cozinha, um superdotado e até malabarista de semáforo. (Foto: Reprodução Facebook)Dentre os integrantes da Venusianos, tem um ajudante de cozinha, um superdotado e até malabarista de semáforo. (Foto: Reprodução Facebook)

Nem a falta de dinheiro ou experiência impediu os amigos Raimon Molina, Luan Rodrigues, Diego Lopes e Lucas Durruti de criarem a banda Venusianos. Os integrantes são todos jovens entre 18 e 21 anos. No grupo tem um ajudante de cozinha, um superdotado e até malabarista de semáforo.

Veja Mais
Humberto Gessinger, Ludmilla e Whindersson Nunes chegam no fim de semana
Ex-jogador de futebol abre diversão diferente: o jogo de sinuca com os pés

A Venusianos é recente, tem só três meses de vida e nasceu da vontade dos meninos de fazerem o próprio som. Nem que fosse necessário apelar para os amigos e improvisar os instrumentos a base da “gambiarra”.

“A bateria é usada, eu comprei bem a baixo do preço com um amigo de uma dupla sertaneja que nem tocar sabia. Mas ainda dá pra usar”, lembra Lucas, que é o baterista.

Para diminuir os perrengues financeiros da “Venusianos”, eles criaram a festa Venûs Trip. Em sua segunda edição, o role pretende arrecadar grana para o grupo conseguir um instrumento, uma super necessidade: a nova guitarra.

“Ela já é antiga, dá problema direto durante os shows. A gente vive improvisando `gambiarras´ nos cabos para ela funcionar. Virou item de urgência e não de luxo”, comentou.

Para conseguirem a nova guitarra, eles precisam arrecadar pelo menos R$ 400,00 em bilheteria na festa de hoje a noite. Na primeira edição da Venûs Trip, eles tentaram dinheiro para a montagem do estúdio da banda. Mas não deu muito certo.

“A gente só tomou prejuízo. Conseguimos arrecadar só R$ 180,00 dos R$ 450,00 que deveriamos ter para pagar o aluguel do som e do espaço. Esperamos até poder pagar essa divida, para agora tentar uma segunda vez”, brincou o batera. 

O nome curioso da banda surgiu do fanatismo em comum dos amigos, por uma série japonesa dos anos 60. A “National Kid” tinha um herói de mesmo nome, que veio à terra para salvar o planeta da ameaça de uma raça estranha de alienígenas, os “Incas Venusianos". 

“A gente já era fã da série e teve essa ideia mirabolante do nada, em homenagem aos personagens que a gente mais gostava. O nome Venûs Trip, a gente criou para que as pessoas embarquem nessa viagem com a gente”, explica Lucas. 

Mesmo com tantas dificuldades, os meninos querem dar continuidade à banda, que, pasmem, toca do indie ao hardcore. No Santo Amaro, uma amiga emprestou um quarto que eles usam de estúdio e entre os integrantes, apenas dois trabalham.

Diego é ajudante de cozinha e Raimon é malabarista em semáforos. Luan é estudante e Lucas é aluno do NAAH/S ( Núcleo de Alunos com Altas Habilidades e Superdotação).

A Venûs Trip vai acontecer hoje a noite, na Conveniência Vai ou Racha, reduto dos eventos alternativos mais ecléticos da cidade. A entrada custa R$ 5,00.

Curta a página do Lado B no Facebook. 

 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.